Seguidores

terça-feira, 26 de novembro de 2013

PORTO CONHECE ADVERSÁRIOS NA COPA SÃO PAULO

A Federação Paulista de Futebol divulgou as equipes que participarão da 45ª edição do maior torneio de base do futebol brasileiro. A Copa São Paulo de Futebol Júnior edição 2014 contará com 104 equipes, que serão divididas em 26 sedes espalhadas por todo o Estado de São Paulo. Apenas o primeiro colocado de cada grupo e os seis melhores segundos avançam a para a segunda fase. O campeonato começará no dia 03 de janeiro e se encerrará no dia 25 de janeiro, como já é feito tradicionalmente para comemorar o aniversário da cidade de São Paulo.

Fora da disputa deste ano, o Porto voltará a disputar a competição em 2014. Como aconteceu em 2011, o Porto ficará sediado na cidade de Sumaré, jogando no estádio Municipal Vereador José Pereira. Além dos donos da casa, o Gavião terá pela frente Juventude-RS e Ituano-SP.

Será a oitava participação do Porto na competição, a melhor campanha do Gavião foi em 2007, quando a equipe chegou às oitavas de final sendo eliminado nos pênaltis pelo Atlético-PR. Confora os jogos da primeira fase:

JUVENTUDE X PORTO 05/01 domingo 16h
SUMARÉ X PORTO 08/01 quarta-feira 14h

PORTO X ITUANO 11/01 sábado 14h

sábado, 16 de novembro de 2013

SEM ACORDO COM O CENTRAL, PORTO MANDARÁ SEUS JOGOS EM BELO JARDIM

Porto e central ainda não se entenderam sobre a renovação do uso do estádio Luiz Lacerda, por parte do Porto, no Campeonato Pernambucano 2014. Em entrevista ao repórter Danilo Mendes, o gerente de futebol do Porto, Borges Carvalho, confirmou que está praticamente acertado que o Porto mandará seus jogos no estádio do Sesc, em Belo Jardim. Sendo assim, seria o terceiro time do estadual a jogar fora da sua cidade de origem (Chã Grande e Pesqueira também não têm estádios com condições).
A direção do Gavião considera as negociações encerradas e como o Ministério Público (e não a Federação Pernambucana de Futebol) não deu o aval para liberação do Antônio Inácio, a saída encontrada pela direção foi Belo Jardim.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

PORTO MESCLARÁ JUVENTUDE E EXPERIÊNCIA

MATÉRIA DO SITE DA FPF
Conhecido por revelar atletas para o futebol nacional e internacional, o Porto mais uma vez apostará nas jovens promessas no Campeonato Pernambucano 2014, mas também contará com alguns atletas mais experientes.
O comando do elenco ficou a cargo do português Daniel Neri, que foi vice-campeão do Campeonato Pernambucano Sub-20 com o Tricolor do Agreste em 2013. Satisfeitos com o trabalho do treinador, os dirigentes do Gavião o promoveram para o profissional.
No Ninho do Gavião, Daniel Neri trabalhará com jovens garotos, mas também vai ter a disposição alguns atletas mais experientes, como o meia Guego e os atacantes Kyros e Joelson.
O treinador também vai ter o retorno de Felipe Almeida, Erivelton, Jackson e Emanuel. Jefferson Renan, que está no Sub-20 do Fluminense, é outro que pode reforçar o Tricolor do Agreste. “O Porto é um clube formador, trabalhamos com garotos de 16, 17 anos, mas também contaremos com alguns jogadores mais experientes”, afirmou o gerente de futebol Borges Carvalho.
O Tricolor do Agreste, que iniciou a preparação para o Estadual no final de outubro, quer melhorar o seu posicionamento em relação ao Campeonato Pernambucano, quando ficou na sexta posição.
“Trabalhamos com jovens, tudo pode acontecer, mas vamos em busca das vagas na Copa do Brasil, Campeonato do Nordeste e Série D”, disse Borges Carvalho.
O Porto estreia no Campeonato Pernambucano fazendo o Clássico Matuto com o Central, no dia 8 de dezembro (domingo), às 16h,  no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru.

sábado, 9 de novembro de 2013

PORTO RECEBE CERTIFICADO DE CLUBE FORMADOR NA FPF


A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) facultou a cinco filiados o Certificado de Clube Formador (CCF). De posse do documento, Náutico, Porto, Salgueiro, Santa Cruz e Sport passam a ter direitos e garantias na formação de jovens atletas. Apenas 35 clubes no País possuem a declaração. O Estado passar a ser o primeiro do Nordeste e terceiro do País, atrás só de São Paulo e Rio Grande do Sul, com maior número de certificações.
Os clubes que possuem o CCF têm a garantia de que um atleta entre 14 e 16 anos só pode sair se o clube for indenizado, têm o direito de assinar com ele, a partir de 16 anos, o primeiro contrato e prioridade na primeira renovação, além de receber porcentagens em futuras negociações. A indenização é calculada de acordo com o valor gasto pelo clube para formar o atleta e pode chegar a R$ 200 mil se ele sair antes do primeiro contrato.
De acordo com o Artigo 29ª da Lei Nº 9.615 (Lei Pelé), sempre que ocorrer transferência nacional, definitiva ou temporária, de atleta profissional, até 5% do valor pago pelo novo clube serão obrigatoriamente distribuídos entre os times que contribuíram para a formação do atleta. Para receberam o CCF, os clubes pernambucanos tiveram de preencher uma série de requisitos, que foram atestados pela FPF sem nenhum custo. A Federação promoveu um workshop em fevereiro para despertar sobre a importância do tema.
Dentro do projeto Craques do Futuro do Programa Pernambuco Futebol de Primeira, a Federação continua focada no desenvolvimento das categorias de base. “Nós temos de voltar para as nossas raízes, que é de revelar jogadores e ganhar dinheiro em cima disso. Essa é uma das alternativas para diminuirmos a desigualdade financeira”, comenta o presidente da FPF Evandro Carvalho.