Seguidores

sábado, 27 de dezembro de 2008

PORTO NA COPA SÃO PAULO

Enquanto o time profissional do Porto estréia apenas no dia 11 pelo Pernambucano 2009 contra o Serrano. O time de Juniores já está na reta final de preparação para a Copa São Paulo, o Gavião estréia na copinha no dia 4 de janeiro contra o Atlético-PR em Jacareí.
A novidade do Porto vai ficar no banco de reservas, o técnico Elenilson Santos assume no lugar de Edmilson Santos que não conseguiu sua regularização para competição. Elenilson foi o treinador do time principal do Porto durante o estadual de 2007 quando o gavião terminou em 4º lugar.

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

GRAMADOS DO INTERIOR EM XEQUE

JORNAL DO COMMERCIO 21/12/2008
Fortemente criticados no ano passado – com razão –, os gramados dos estádios do interior que servirão de palco para os jogos do Campeonato Pernambucano 2009, a partir do dia 11 de janeiro, estão sendo avaliados com mais rigor pela Federação Pernambucana de Futebol. Tanto que a maioria dos times está fazendo a pré-temporada em outros locais e até em cidades vizinhas, como prova de preservar os terrenos.
A reportagem do JC visitou os oito estádios fora da capital – Luiz Lacerda (Central e Porto), Gigante do Agreste (Sete de Setembro), Otávio Limeira Alves (Ypiranga), Carneirão (Vitória), Gileno de Carli (Cabense), Cornélio de Barros (Salgueiro), Pereirão (Serrano) e Paulo Coelho (Petrolina) – e conferiu de perto o esforço dos clubes para melhorar os campos, que ainda carecem de uma melhor condição até o pontapé inicial.
Um dos maiores alvos da edição 2008 foi o Gigante do Agreste, principalmente após o 1x1 entre Sete de Setembro e Sport, pela 2ª rodada da 1ª fase, que passou pela TV. A bola parecia viva, de tanto que quicava no duro gramado. A duras penas, o Sete conseguiu se segurar na elite, e para 2009 o novo presidente – o cardiologista Célio Cabral, que assumiu após a saída do norte-americano Andrew Hazelton –, resolveu investir na recuperação do Gigante. De acordo com ele, cerca de R$ 50 mil foram gastos com a infra-estrutura do estádio e com o gramado, que foi revestido de areia por baixo da grama para deixar o terreno menos duro. Estratégia parecida foi adotada pelo Ypiranga, no Otávio Limeira Alves, que aliás é o que mais preocupa a FPF até o momento.
“Gostei muito do trabalho feito no Gigante do Agreste, cujo gramado está bem melhor, exceto nas laterais. Já o Otávio Limeira Alves (Santa Cruz do Capibaribe) e o Luiz Lacerda (Caruaru) estariam reprovados, caso o campeonato fosse hoje. Mas como todos os clubes estão se esforçando para atender às nossas exigências, acredito que todos os gramados estarão aptos. Quem não cumprir as exigências não joga”, ameaçou o vice-presidente da Federação Pernambucana de Futebol, José Joaquim Pinto de Azevedo, que ainda vai visitar o Cornélio de Barros (Salgueiro), Pereirão (Serra Talhada), Paulo Coelho (Petrolina) e Gileno de Carli (Cabo), além da Ilha do Retiro, Aflitos e Arruda, que por sinal, está recebendo um gramado totalmente novo. O prazo dado pela FPF para os clubes atenderem às solicitações é 2 de janeiro.
Uma das mais tradicionais praças esportivas do interior, o Carneirão – que este ano volta a recepcionar jogos do Vitória na elite –, também passa por uma nova roupagem. Em alguns trechos, foram enxertados tapetes de grama esmeralda. O piso já passou por dois cortes, mas ainda tem irregularidade. Além do gramado, o estádio terá um novo setor de cadeiras, além de bancos de reservas reformados. De acordo com o presidente do Vitória, Paulo Roberto, o custo chega aos R$ 100 mil.
Já o Salgueiro vai inaugurar novas cabines para a imprensa e tribuna de honra, climatizadas e com elevador, no Cornélio de Barros. Aliás, o estádio deve abrigar também os primeiros jogos do Petrolina, já que a arquibancada do Paulo Coelho está interditada pelo Ministério Público.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

PORTO SEGUE TRABALHO SEM GRANDES CONTRATAÇÕES

JORNAL VANGUARDA
O Clube Atlético do Porto continua sua rotina de trabalhos com poucos reforços trazidos até agora. Em duas semanas de atividades, o clube caruaruense ainda não fez nenhuma aquisição de grande relevância e, ao que tudo indica, deve apostar mais uma vez na base de jogadores do início deste ano, mesclada com jovens talentos, para tentar surpreender no Campeonato Pernambucano de 2009.Apesar da pouca movimentação no mercado, a direção tricolor trabalha forte nos bastidores em busca de reforços. A prioridade do clube é contratar um lateral-direito de origem e um atacante. Mas até agora, nada foi fechado. Para o ataque, vários nomes interessam à diretoria, como os dos experientes Júnior Amorim, do CRB-AL, e Marco Antônio, ex-Central.A segunda semana de trabalhos teve treinamentos físicos e táticos. Enquanto o Estadual não chega, o técnico Adelmo Soares realizou alguns coletivos para dar um padrão de jogo à equipe. A movimentação com bola dos atletas tem explicação. O comandante espera fazer três amistosos com o Gavião do Agreste antes do início da temporada 2009.

FPF QUER LIBERAR JOGADORES MESMO SEM O AVAL DA CBF

JORNAL DO COMMERCIO 03/12/2008
A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) pretende, mais uma vez, passar por cima das normas. A entidade vai se reunir com os clubes, amanhã, para propor que os atletas possam disputar as três primeiras rodadas do Estadual sem ter o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Depois de modificar o regulamento do Campeonato, quando o Estatuto do Torcedor prevê que a mudança só pode ser feita a cada dois anos, e marcar o início do Estadual para antes da data marcada pela Confederação, a FPF pode se envolver, novamente, numa polêmica.
De acordo com o parágrafo nono do artigo 32 do regulamento do Pernambucano, a FPF só dará condição de jogo aos atletas que tenham o nome publicado no BID da CBF. O problema é que a Confederação estará de recesso a partir do próximo dia 15 até 8 de janeiro, dois dias antes do início do Estadual. Como os clubes ainda estão em período de contratações, não haverá tempo hábil para regularizar os jogadores para as primeiras rodadas. Vale lembrar que a CBF marcou o início das competições para o dia 21.
“Vamos conversar com os clubes para ver se a gente antecipa o envio da documentação para a CBF”, afirmou o secretário-geral da FPF, João Caixero. A questão é que as negociações ainda estão no início e dificilmente alguma equipe conseguirá fechar muitas contratações até o dia 15.
O artigo 23 do Regulamento Geral das Competições da CBF, afirma que o Documento Único de Registro e Transferência (DURT-E) não estará disponível nos dias em que a entidade estiver de recesso.
A situação fica mais complicada ainda para o Santa Cruz, que está com pouco jogadores no elenco – suas primeiras contratações só foram anunciadas ontem. Sem contar que para regularizar os atletas, os clubes têm que pagar as taxas de transferências e os recursos no fim do ano são escassos.

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

FPF DIZ QUE PM NÃO VAI MUDAR TABELA

JORNAL DO COMMERCIO 13/11/2008
A Federação Pernambucana de Futebol bateu o pé e diz que só vai mudar a tabela por solicitação da TV Globo, que detém os direitos de transmissão do Estadual, contrariando a Polícia Militar, que faz objeção à realização de jogos dos times da capital no mesmo dia e horário, como marca a tabela. Ontem, tanto o presidente da FPF, Carlos Alberto Oliveira, quanto o secretário-geral, João Caixero, garantiram que as partidas não serão mudadas por causa do policiamento. O comando do Batalhão de Choque vai procurar a FPF para tentar a conciliação.
“A tabela é a que foi divulgada (segunda-feira). Só vai ser alterada, se a televisão solicitar”, afirmou Caixero, garantindo que as partidas no Recife, realizadas no mesmo dia e horário, não sofrerão mudanças. Já Carlos Alberto colocou em xeque a atuação da PM. “É estranho um Estado que quer ser sede de Copa do Mundo não ter condição de administrar o Estadual”, questionou. “Não aceito que a polícia queira fazer a tabela”, completou.
O comandante do Batalhão de Choque da Polícia Militar de Pernambuco, major Vanildo Almeida, afirmou que não vai entrar em polêmica e encaminhará um documento, hoje, para a Diretoria Geral de Operações (DGO) da PM. “A polícia tem que ser ouvida. Não se pode tomar uma decisão desta de forma unilateral. Vou apresentar as dificuldades para o Comando, que deve procurar a Federação para tentar uma solução”, ponderou o major.
Em quatro das 11 rodadas do Pernambucano, há coincidência de horários entre as partidas de Náutico, Sport ou Santa Cruz. “A PM é fundamental para a realização do jogo. Temos que oferecer as condições adequadas para os torcedores, mas com duas partidas na mesma hora fica difícil”, acrescentou. O principal problema da PM é a falta de efetivo para duas partidas simultâneas.
O diretor do DGO da PM, coronel Antônio Carlos Tavares Lira, disse que vai aguardar o relatório do major Vanildo para procurar a Federação para uma conversa. “A tabela da competição é de responsabilidade da FPF, mas só que para acontecer o jogo tem que ter polícia. É de interesse de todos que o campeonato seja realizado com a segurança adequada e não tem porque não resolvermos esta situação”, comentou o coronel.

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

PORTO SE PREPARA PARA PERNAMBUCANO 2009

A Federação Pernambucana de Futebol divulgou nesta terça-feira a tabela do Pernambucano 2009, o Porto estréia fora de casa contra o Serrano dia 11 de janeiro e faz seu primeiro jogo em casa dia 14 de janeiro contra o Santa Cruz.
O Gavião se apresenta para iniciar a pré-temporada no dia 17 de novembro com o plantel formado por atletas da base e o técnico já confirmado será Adelmo Soares.
Confira os jogos do Gavião no 1º Turno
SERRANO X PORTO 11/01
PORTO X SANTA CRUZ 14/01
PORTO X PETROLINA 18/01
CENTRAL X PORTO 21/01
PORTO X SPORT 25/01
SALGUEIRO X PORTO 28/01
PORTO X VITORIA 01/02
PORTO X SETE DE SETEMBRO 04/02
CABENSE X PORTO 08/02
NAUTICO X PORTO 11/02
PORTO X YPIRANGA 15/02

TABELA DO 1°TURNO TEM SÉRIE DE FALHAS

JORNAL DO COMMERCIO 12.11.2008
A tabela do primeiro turno do Campeonato Pernambucano 2009 apresenta, pelo menos, três falhas na sua formulação. Realizado num curto intervalo de tempo – em 35 dias os clubes jogarão 11 vezes, a primeira parte do Estadual prevê a realização de jogos dos times da capital no mesmo dia e horário, fato contestado pelo Batalhão de Choque (ver matéria ao lado), e má distribuição das partidas – Santa Cruz e Petrolina, por exemplo, jogarão apenas duas vezes em casa, nas sete primeiras rodadas, situação oposta à do Serrano, que joga cinco em seus domínios no mesmo período. Alternando partidas dentro e fora de casa, a tabela é mais justa ao Náutico.
Organizado fora do calendário da CBF, que prevê o início das competições estaduais para o dia 21 de janeiro – o Pernambucano começa no dia 11 –, o Estadual vai ser uma verdadeira maratona para os clubes, já que terá jogos no esquema quarta/domingo, com pouco tempo de preparação para os jogadores, logo no começo de temporada.
“O ideal seria a cada semana com dois jogos, a seguinte ser livre. Todo ano a gente sofre com isso”, comentou o fisiologista do Sport, Inaldo Freire. “É por isso que os times do interior chegam fortes no começo, pois eles têm tempo de preparação”, completou. Freire emendou afirmando que não adianta poupar jogadores no início da temporada para fazer um trabalho em separado. “O Náutico usou a estratégia este ano e não se deu bem. O torcedor quer resultado e não tem paciência”.
Os sentimentos de Santa Cruz e Petrolina, apesar de estarem na mesma situação na tabela, são opostos. Enquanto os tricolores acharam bom fazer uma seqüência de jogos fora de casa para reformar o Arruda, os sertanejos não ficaram satisfeitos. “Isso não existe. Vou ligar para a Federação para saber o que pode ser feito para mudar”, disse o presidente do Tigre do Sertão, Jefferson Correia.
Pelo lado coral, o representante do clube no Conselho Arbitral, Fred Arruda, afirmou que o time que quer ser campeão não escolhe o adversário. “Não temos que pensar nisso. No começo está todo mundo em formação e ninguém leva vantagem”.
O vice-presidente de futebol da FPF, Bento Albuquerque disse que a tabela definitiva será anunciada até o dia 21 e que até lá pode haver mudança. “O Estatuto do Torcedor nós da este prazo para fazer os retoques. Então, vamos esperar”, comentou.
Quem está feliz com a tabela é o Serrano, que ontem anunciou o técnico Erasmo Fortes (ex-Porto). “Teremos a possibilidade de engrenar no turno. Vamos ‘botar quente’”, disparou o presidente José Raimundo.
PM PEDIRÁ MUDANÇA DE ALGUNS JOGOS
O comandante do Batalhão de Choque da Polícia Militar de Pernambuco, major Vanildo Almeida, sinalizou que vai pedir à FPF que modifique a tabela do 1º turno do Estadual do próximo ano. De acordo com o oficial, a PM não tem efetivo suficiente para administrar dois jogos de clubes da capital no mesmo dia. Em quatro das 11 rodadas do Campeonato, há coincidência de horários entre as partidas de Náutico, Sport ou Santa Cruz.
“É complicado controlar dois jogos ao mesmo tempo. O problema não é só na área interna, mas na externa. O Choque é contra isso, pois a gente não dispõe de meios suficientes para as partidas”, afirmou o major Vanildo.
O oficial disse que vai analisar a situação para solicitar a modificação da tabela. “Precisamos de, pelo menos, 80 homens em cada partida. A grande dificuldade é o pós-jogo. Devemos mandar um documento para a Federação até a próxima semana para que eles possam rever essas partidas”, admitiu. É comum no Estado as torcidas organizadas realizarem arrastões e marcarem brigas, antes e depois dos jogos.
Vale ressaltar que o último clássico entre Sport e Náutico, no mês passado, pelo Brasileirão, foi marcado por muita confusão entre policiais e torcedores, fato que motivou o juiz Aílton Alfredo de Souza, coordenador do Juizado Especial do Torcedor de Pernambuco, a determinar um maior rigor da Polícia diante dos “grupos organizados”.
As partidas que coincidem o horário são: Sport x Vitória e Náutico x Cabense, pela 1ª rodada, Sport x Serrano e Santa Cruz x Central (pela 3ª), Náutico x Central e Santa Cruz x Ypiranga (pela 5ª), Sport x Cabense e Santa Cruz x Serrano (pela 8ª). Os clássicos serão nas 7ª, 9ª e 11ª rodadas.

domingo, 9 de novembro de 2008

EDMILSON SANTOS ANALISA ADVERSÁRIOS DO PORTO NA COPA SÃO PAULO

JORNAL VANGUARDA 07/11/2008
O treinador dos juniores do do Porto, Edmílson Santos, analisou as chances e os adversários da equipe na Copa São Paulo de Futebol Júnior, que será disputada em janeiro de 2009. Na primeira fase, divulgada pela FPF na semana passada, o Gavião do Agreste vai jogar na cidade de Jacareí. Além dos donos da casa, o clube irá enfrentar Atlético-PR e Paulista.Ao VANGUARDA, Edmílson Santos considerou a chave do Porto complicada devido às forças de Atlético-PR e Paulista. "O grupo é difícil. Paulista e Atlético-PR são dois grandes clubes, tradicionais em revelar jogadores", afirmou. Sobre o clube anfitrião, o Jacareí, o treinador foi direto. "Tenho poucas informações a respeito dessa equipe", acrescentou.Sabendo das dificuldades que encontrará na competição, o técnico do Porto garantiu que a delegação não viajará a São Paulo a "passeio", até pela tradição que o clube possui em revelar atletas das categorias de base. "É um torneio muito curto e de nível nacional. Nós não vamos a passeio. Nosso objetivo é chegar o mais longe possível", comentou.Dos três clubes que o Porto jogará na primeira fase, Edmílson Santos não precisou pensar muito ao escolher o adversário a ser batido no grupo. "Pelo conhecimento, o Atlético-PR. É um time mais conceituado e participa da primeira divisão do futebol brasileiro. Mas vamos correr atrás. É um campeonato muito difícil", finalizou o treinador.A viagem da delegação do Porto para São Paulo ainda não foi definida. Há pouco mais de dois meses do início do principal torneio de base do futebol brasileiro, a diretoria do Gavião não sabe se a equipe viajará no dia 2 ou 3 de janeiro.

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

VITÓRIA E CABENSE: REALIDADES OPOSTAS

JORNA DO COMMERCIO 02/11/2008
Campeão e vice da Série A2 do Campeonato Pernambucano, Vitória e Cabense voltam à elite do futebol estadual em 2009, mas ainda terão que passar por reparos em seus estádios até o começo da Série A1. No entanto, as situações dos clubes em relação às reformas são opostas. Enquanto o Vitória está com o Carneirão amargando um péssimo gramado e devendo laudos oficiais, a Cabense – amparada pela Prefeitura do Cabo – precisa de só alguns retoques no campo do Gileno de Carli. O JC visitou os estádios citados para analisar a situação e escutar as promessas de melhoras.
VITÓRIA
Degradação do campo e falta de laudos oficiais
Contando com uma campanha quase perfeita como campeão da Série A2 de 2008 – aproveitamento de 88,8%, com 14 vitórias, três empates e apenas uma derrota –, o Vitória não vive a mesma boa fase quando se fala da questão estrutural de seu estádio, o Carneirão. Interditado desde setembro pela Federação Pernambucana de Futebol, o campo de jogo dos vitorienses terá que melhorar bastante para conseguir condições decentes de jogo na elite estadual. Durante a Segundona, o time disputou suas partidas como mandante no estádio José Vareda, em Limoeiro.
Mas os problemas não param por aí. Segundo a FPF, a suspensão de funcionamento do estádio se deu pela falta de condições relatadas no relatório da Polícia Militar, além de não terem sido entregues os laudos do Corpo de Bombeiros, Crea, Vigilância Sanitária e Celpe. Um fato curioso é que, quando a reportagem do JC visitou o estádio, o portão lateral que dava acesso à área de bastidores e o portão para o campo estavam escancarados. Apesar dos chamados, ninguém apareceu.
Segundo o presidente do clube, Paulo Roberto, a melhoria do gramado começará a ser realizada este mês e haverá contato com os órgãos para que todos os documentos necessários cheguem às mãos da FPF. “Pode colocar aí, o Carneirão terá o melhor gramado de todos os times do interior de Pernambuco no ano que vem”, garantiu o dirigente. De acordo com ele, o motivo da degradação se deu por conta de jogos do campeonato da Liga Vitoriense. “Como a situação estava ruim, resolvemos ir direto jogar em Limoeiro.”
De acordo com o diretor-técnico da FPF, Bento Albuquerque, ainda não há uma data oficial para acontecer uma nova vistoria no Carneirão. “Ainda será algo a ser formalizado. O time demonstrou interesse em realizar suas partidas em Vitória, então também terá de haver uma conversa com o novo prefeito, já que o estádio é municipal”, disse.
Procurado pela reportagem, o prefeito eleito Elias Lira, que assume em janeiro do ano que vem, se mostrou disposto a colaborar. “Dentro das condições da prefeitura, faremos o possível para que o estádio tenha condições de jogo. Só que tudo tem de ser feito sob a lei e com responsabilidade, sem correria e com as documentações necessárias para o caso de alguma mudança estrutural”, disse.
Já falando em futebol propriamente dito, o Vitória quer manter a base do time campeão da Segunda Divisão para a disputa da Série A1. Com isso, já confirmou a permanência do experiente Peu Santos no comando. “Pretendemos contratar dez jogadores, sendo sete de Pernambuco e outros três de outros estados do Nordeste. Além disso, na próxima semana conversaremos com outros atletas do elenco. Dinda (experiente volante, ex-Náutico e Sport) também está acertado”, disse o técnico.
CABENSE
Reforma geral, mas só após o Pernambucano
Vice-campeã da Série A2 do Campeonato Pernambucano de 2008, a Cabense parece caminhar por uma trilha mais fácil do que o adversário que o derrotou na final, o Vitória. Enquanto o time vitoriense terá problemas estruturais para resolver, a equipe do Cabo já começou os ajustes no gramado que usará na Primeira Divisão estadual em 2009. Além disso, conta com um projeto de reforma geral do estádio Gileno de Carli, que começará a sair do papel a partir de maio do próximo ano.
A ampliação, que está em trâmites finais de aprovação pela prefeitura da cidade, aumentará a capacidade de 2.500 para 10 mil pessoas. Também contemplará outros pontos do estádio que estão um pouco a dever para um time da elite pernambucana.
“Vamos ter novos vestiários, apartamentos para os atletas, sala de musculação e refeitório. Estamos em parceria com a prefeitura. As obras devem começar em maio de 2009”, explicou o diretor Carlos Kila.
“A população do Cabo vem crescendo muito com o crescimento do pólo (de Suape), e é necessária uma ampliação para atender à demanda. A melhora não será só a nível de capacidade, mas também da estrutura. O prefeito já garantiu uma parte dos recursos e temos o projeto para conseguir o que falta”, afirmou o secretário de Cultura e Esporte do Cabo e ex-treinador da Cabense, Rinaldo da Costa.
Um ponto que sempre rendeu reclamações, principalmente dos três times grandes do Estado, são os bancos de reserva – pequenos, no nível do campo, colados no alambrado e sem proteção adequada contra a chuva. “Temos consciência de que o banco é acanhado, mas não posso fazer algo agora que será mudado na reforma maior, depois”, argumentou Kila.
Quando a reportagem do JC esteve no Gileno de Carli, o secretário Rinaldo da Costa estava visitando as dependências com dois profissionais especializados no gramado – que não apresentava grandes danos, mas estava irregular em alguns pontos. “Essa é uma das prioridades para o Campeonato Pernambucano do ano que vem. Além disso, o alambrado também será reforçado”, disse Rinaldo.
Para que seja cumprida a determinação da Federação Pernambucana de Futebol de que o local de jogo tenha espaço para pelo menos 5 mil pessoas, o clube contará com arquibancada móvel atrás de um dos gols, o que aumentará a atual capacidade de público para 5.500.
Sobre o planejamento para a temporada 2009, as novidades começarão a aparecer a partir desta semana. Está marcado para amanhã um encontro entre diretores e patrocinadores, onde serão definidas, entre outras coisas, a permanência do treinador gaúcho Rogério Zimerman e o orçamento para a contratação de atletas.

domingo, 12 de outubro de 2008

PORTO DEVE JOGAR ESTADUAL NO CAMPO DO CENTRAL


JORNAL EXTRA DE PERNAMBUCO 11A17 DE OUTUBRO DE 2009
PARCERIA- Os times Porto e Central fecharam um acordo de parceria. A partir do Campeonato Pernambucano do próximo ano, o Gavião vai passar a jogar na casa da Patativa. Em troca de ceder o estádio, o alvinegro vai treinar no nino do Gavião, próximo a BR-232. Adiretoria do Porto reclamava do pouco espaço no Antonio Inácio e também discordava do preço cobrado pela Liga Desportiva de Caruaru. O contato terá vaidade de três anos.

segunda-feira, 7 de julho de 2008

PORTO É EXEMPLO A SEGUIR

Josué, Araújo, Nildo e Marquinhos Caruaru são exemplos de atletas que surgiram no Ninho do Gavião, o CT do Porto, a melhor “fábrica” de atletas de Pernambuco. É a boa estrutura do clube de Caruaru – que atrai meninos de outros Estados e desperta a inveja de torcedores dos três grandes times do Recife

MATÉRIA DO JORNAL DO COMMERCIO 02/07/2008

Entre os companheiros de clube, ele é chamado de Felipe, devido à semelhança com o goleiro do Corinthians – apesar de seu ídolo ser Júlio César, da seleção brasileira e da Internazionale de Milão. Laílton Santos Lages, 15 anos, maranhense de Santa Inês (a 250 km da capital São Luís), é um dos muitos garotos que ralam diariamente nos treinamentos para tentar um futuro no futebol via Porto de Caruaru. “A gente deixa tudo de lado e vem pensando apenas em vencer, tendo Deus como guia e acreditando que a recompensa virá depois. Às vezes dá vontade de ir para casa e largar tudo, mas quando entro no CT para treinar as forças se renovam”, diz Laílton, que passou seis meses no Náutico antes de parar no time caruaruense, que conquistou o rótulo de grande revelador de jogadores pela estrutura e investimento nas categorias de base.
Nomes como Josué (da seleção brasileira e do Wolfsburg, da Alemanha), Araújo (ex-Cruzeiro, Goiás e hoje no futebol do Catar), Nildo (ex-Sport, Náutico, Santa Cruz) e Marquinhos Caruaru (com passagens por Goiás, Palmeiras e Santa Cruz), são alguns exemplos de atletas que desabrocharam para o futebol no Ninho do Gavião, Centro de Treinamento do Porto, a melhor “fábrica” de atletas de Pernambuco. Nos seus 20 hectares, o CT oferece três campos oficiais, dois minicampos, salas de projeção, de musculação, departamento médico, dois vestiários (um para os profissionais e outro à disposição da base), fora três açudes que garantem o abastecimento d’água. Sem dispor de uma estrutura como esta, fica fácil entender porque Sport, Náutico e Santa Cruz, vira e mexe, adquirem jogadores do Porto para preencherem seus elencos.
O Sport, que somente este ano adquiriu um terreno em Igarassu para construir o seu CT – mas que, segundo o próprio presidente Milton Bivar, será preciso um investimento de cerca de R$ 3,5 milhões para viabilizá-lo – conta com o lateral/volante Diogo e recentemente contratou o jovem atacante Joélson. Já o Náutico, que leva vantagem em relação ao Leão, porque já tem em funcionamento o CT Wilson Campos, na Guabiraba, – que precisa, entretanto, de melhorias na sua infra-estrutura – teve lucro ano passado com a venda de Elicarlos para o Cruzeiro, já que possuía uma parceria com o Porto em relação aos direitos federativos do volante. Já o Santa Cruz, que devido ao mau momento, tem outras prioridades para resolver antes de pensar em modernizar as condições de trabalho do CT de Dois Unidos, contratou do Gavião os zagueiros Gonçalves e Stanley e o meia Juninho para a disputa da Série C.
“Não tínhamos receita para manter um time de futebol com contratações. Por isso resolvemos investir na fabricação de atletas para manter o clube e, obviamente, gerar lucro em negociações futuras e tocar o negócio para frente. O nosso próximo passo é construir um alojamento e mais um campo oficial aqui no Ninho do Gavião”, afirma o presidente do Porto, José Porfírio de Oliveira. Vale a pena lembrar que o tricolor de Caruaru é o atual campeão do Estadual de Juniores e aplicou uma sonora goleada de 7x2 no Sport, na Ilha do Retiro.
Atualmente, os garotos das divisões de base do Porto ficam alojados na Casa do Atleta, no centro de Caruaru. A concentração tem capacidade para abrigar 56 jogadores. Os atletas da equipe júnior têm alguns privilégios, como dividir o quarto com apenas um companheiro. Já os do infantil e juvenil dormem em beliches, já que os dormitórios abrigam mais meninos. Todos os ambientes possuem ventilador. No entanto, o presidente do Porto quer transferir essa estrutura para o Ninho do Gavião, que fica em uma chácara, a 7 km do centro de Caruaru, como forma de proteger os garotos, principalmente os de outras cidades, da sedução da noite.

ROTINA PESADA

Mas para quem pensa que ter um boa estrutura de trabalho significa moleza está enganado. A rotina diária do pessoal da base é pesada. Sete horas da manhã eles já estão de pé. Por volta das 8h, a movimentação já acontece no Ninho do Gavião. Após o almoço, nada de descanso. À tarde também é hora de suar a camisa e correr atrás da bola. E por fim, à noite, três a quatro horas de estudo. “É puxado, mas a gente sabe que é necessário”, comenta Renato de Oliveira, 17 anos, natural de Serra, no Espírito Santo.

CHUTE INICIAL
Gavião estende seus vôos até a capital do Paraná
Mas não é só Sport, Náutico e Santa Cruz que observam o Porto. O Atlético-PR, que tem um dos mais modernos Centros de Treinamentos do País, tem parceria firmada com o Gavião. Sete atletas do Porto já estão em Curitiba. O oitavo será o volante Rômulo, 17 anos, uma das revelações do último Campeonato Pernambucano. Na semana que vem, ele viaja para um período de avaliação no Furacão, comandado pelo técnico pernambucano Roberto Fernandes.
Pela observação ao Atlético-PR, o Porto pretende incorporar permanentemente o trabalho de dois profissionais: um nutricionista e um assistente social. Atualmente, quando é detectado que algum atleta precisa de um suplemento alimentar, o clube contrata os serviços de um profissional da área, que no entanto, não permanece como funcionário fixo.
“Como são atletas, esses garotos necessitam de uma ingestão maior de nutrientes, a fim de não ter uma perda imunológica. E fica mais fácil desenvolver um acompanhamento nutricional quando o jogador ainda está nas divisões de base do que quando ele já é profissional. Kássio, por exemplo, já teve um ganho atlético de 30% a 40%”, afirma a nutricionista do Sport, Flávia Carvalho. De acordo com ela, alimentos característicos da região, como inhame e macaxeira, são essenciais no cardápio dos atletas.
Outro ponto importante apontado pela nutricionista é o descanso, principalmente nas duas horas seguintes às atividades, período primordial para a recuperação física. Descanso, que não faz parte do vocabulário de Rian Alves, 16 anos. Três vezes por semana, após os treinos no juvenil do Fortaleza, que acontecem na parte da tarde, ele volta à escola onde estuda, em Fortaleza, para treinar futsal à noite. “Quero ser jogador, mas meu pai não deixou eu morar no clube e, como tinha três primos em Fortaleza, vim morar com eles e tentar a sorte, seja no campo ou na quadra”, diz Rian, natural de Icó, a 375 km da capital do Ceará.

segunda-feira, 23 de junho de 2008

COPA PERNAMBUCO: SEGUNDA FASE

1ºrodada
PORTO 0X0 SALGUEIRO
AMÉRICA 0X1 SANTA CRUZ
2º rodada
AMÉRICA 2X3 PORTO
SANTA CRUZ 3X2 SALGUEIRO
3ºrodada
SALGUEIRO 3X0 AMÉRICA
PORTO 1X2 SANTA CRUZ
4ºrodada
SALGUEIRO 0X2 SANTA CRUZ
PORTO 2X1 AMÉRICA
5ºrodada
AMÉRICA 0X5 SALGUEIRO
SANTA CRUZ 5X2 PORTO
6ºrodada
SALGUEIRO 2X0 PORTO
SANTA CRUZ 5X1 AMÉRICA

terça-feira, 10 de junho de 2008

COPA PE NA SEGUNDA FASE

O Porto encerrou a primeira fase da Copa Pernambuco vencendo O Ipojuca no Ninho do Gavião por 3x0 com esse resultado o Gavião do agreste terminou a primeira fase com 9 pontos, o mesmo número de pontos do Ipojuca perdendo apenas no saldo de gols. Para próxima fase o Porto irá enfrentar as equipes de Santa Cruz, Salgueiro e América.
O outro grupo será formado por: União, Atlético, Salgueiro e Betaniense.

sábado, 7 de junho de 2008

PORTO CAMPEÃO 2008


Num jogo onde o Porto jogou melhor, o Gavião sagrou-se campeão Pernambucano de Juniores vencendo de virada o Ypiranga por 2x1.
Desde o começo da partida o Porto buscou o jogo enquanto o Ypiranga se defendia e tentava sair nos contra-ataques, o Ypiranga poderia ter marcado primeiro se não tivesse perdido um pênalti ainda no primeiro tempo.
Logo no inicio do segundo tempo o Ypiranga fica com um homem a menos. O que poderia ser vantagem para o Porto virou pesadelo quando Jair aproveitou uma falha de Rodolfo Potiguar e fez 1x0 Ypiranga aos 11 do segundo tempo.
O Porto não se abateu e foi pra cima e numa cobrança de falta Rodolfo Potiguar empatou o Jogo.
A Partir do empate virou um jogo de gato e rato com o Porto pressionando e o Ypiranga apenas se defendia então num ataque do Porto aos 42 minutos Baiano foi derrubado dentro da área e o juiz marcou pênalti.
Joelson bateu e converteu. Porto 2x1.
O Ypiranga ainda tentou ir pra cima e quase empata numa cobrança de escanteio que o zagueiro tirou de cima da linha.
No final ainda houve uma confusão envolvendo o Kyros do Porto e João Paulo do Ypiranga que foram expulsos.
Nada que ofuscasse o titulo de campeão Pernambucano 2008.




JOELSON MARCA GOL DO TÍTULO COBRANDO PÊNALTI.

sexta-feira, 6 de junho de 2008

COPA PERNAMBUCO

Pela Copa Pernambuco o Porto venceu por 1x0 a equipe da Cabense jogando fora de casa, gol de Jader. O próximo compromisso do gavião será domingo contra o Ipojuca no Ninho do Gavião. O Porto soma 6 pontos e já está classificado para a segunda fase.

domingo, 1 de junho de 2008

PORTO PERTO DO TITULO

9ªRODADA- O Porto venceu o Santa Cruz nessa quarta-feira por 3x1 no Arruda e está a uma vitória de conquistar o pernambucano de juniores, os gols foram marcados por Adriano, Joelson e Rogério.
Para conquistar o titulo o Gavião precisa vencer o Ypiranga próximo sábado no Antônio Inácio em jogo valido pela ultima rodada.

8ªRODADA- O Porto perdeu mais uma vez dentro de casa pelo pernambucano de juniores, dessa vez foi para o Sport por 5x4. Com o resultado o gavião caiu para a segunda colocação com 13 pontos.
O resultado só não foi pior porque o Ypiranga empatou dentro de casa em 1x1 contra o Sete de Setembro, o time de Santa Cruz do capibaribe agora é o novo líder com 14 pontos.
Faltando duas rodadas para o final da competição Porto, Ypiranga, Sete e Náutico brigam ponto a ponto pelo titulo.

quinta-feira, 29 de maio de 2008

EMOÇÃO NA RETA FINAL NOS JUNIORES

A reta final do campeonato pernambucano promete muita emoção. Faltando três rodadas Porto e Ypiranga, cada um com 13 pontos, brigam ponto a ponto pelo o titulo, correndo por fora vem o Sete de Setembro com 11 pontos. O Porto poderia está numa situação confortável se não fosse os tropeços dentro de casa contra o Santa Cruz e o Náutico. O Ypiranga por sua vez poderia ter assumido a liderança isolada se não tivesse empatado contra o Sport na ultima rodada, o time de Santa Cruz do Capibaribe ainda não perdeu nesse turno.
A grande supresa da competição é o time do Sete de Setembro que ainda tem chances de levantar o titulo. Já os times de Recife vêm decepcionando ocupando as ultimas posições da tabela.
Ao que tudo indica o titulo deve ser decidido na ultima rodada quando o Porto enfrenta o Ypiranga no dia 7 de junho em Caruaru.
COPA PERNAMBUCO- Pela Copa Pernambuco o Porto se recuperou da derrota na estréia e goleou a Cabense por 5x0, gols marcados por Pierre(1) e Jader(4). O próximo desafio do Gavião será na próxima quinta dia 5 de junho contra Cabense na cidade de Cabo de Santo Agostinho.

terça-feira, 27 de maio de 2008

PORTO PERDE LIDERANÇA ISOLADA

7ºRODADA- O Porto mais uma vez decepcionou sua torcida ao perder para o Náutico por 2x1 em jogo pelo Hexagonal decisivo do pernambucano juniores. Apesar da derrota o gavião continua líder com 13 pontos, o mesmo número de pontos do Ypiranga que empatou com o Sport mas ganha no saldo de gols.
Num primeiro tempo sem inspiração o gavião acabou levando dois gols logo no começo do jogo, o Náutico ainda teve um jogador expulso no final da primeira etapa.
Com um jogador a mais o Porto começou o segundo tempo pressionando e diminuiu com Joelson aos nove, e poderia ter empatado se não fosse a falta de pontaria do time.
O próximo jogo do Porto será neste sábado contra o Sport no estádio Antonio Inácio de Souza as 15h, já o Ypiranga pega o Sete de Setembro em Santa Cruz do Capibaribe.

quinta-feira, 15 de maio de 2008

PORTO VENCE E MANTÉM A PONTA

6ºRODADA- O Porto conseguiu um resultado importante no ultimo sábado pelo hexagonal decisivo no pernambucano de juniores: 4x2 em cima do Sete de Setembro em Garanhuns, gols de Joelson(2), Naldinho e henrique.
O Porto lidera com 13 pontos e volta a jogar na proxima terça contra o Náutico no estadio Antonio Inácio de Souza em Caruaru as 15H. Em segundo lugar vem o Ypiranga que venceu o Santa Cruz no Arruda(2x1) com 12 pontos.
COPA PERNAMBUCO- Pela copa Pernambuco o Porto deu vexame na estreia e perdeu para o Ipojuca por 4x1, o gol do Porto foi marcado por Neilson.

5ºRODADA- O Porto perdeu ontem a noite para o Ypiranga em Santa cruz do capibaribe(2x1), mesmo com o resultado negativo o gavião ainda lidera o hexagonal decisivo com um ponto de vantagem para o Ypiranga, o Porto volta a jogar próximo sábado contra o Sete de Setembro em Garanhuns.

4ºRODADA- O Porto ficou apenas num empate de 2x2 diante do Santa Cruz ontem no estádio Antonio Inácio de souza em Caruaru, o resultado acabou sendo bom para o gavião que perdia de 2x0 e se manteve a ponta no hexagonal decisivo agora com dez pontos, quatro a mais que o segundo colocado.
No primeiro tempo o Porto tentou de todas as formas furar a retranca tricolor, mas sem sucesso. Acabou levando um gol numa cobrança de falta de Thomas Anderson já fim da primeira etapa.
Precisando virar o jogo o técnico Edmilson Santos voltou para o segundo tempo com três atacantes. Enquanto o Porto pressionava deixava espaço para a equipe de Recife contra-atacar e numa dessas subidas Igor fez Santa Cruz 2x0.
O gol não abateu a equipe do Porto que fez dois gols aos 18 e 21 com Paulista e Junior, o Porto ainda perdeu algumas chances de virar a partida que ficou mesmo no 2x2.


3ºRODADA- O Porto massacrou o Sport nessa quinta-feira pela terceira rodada do pernambucano de juniores, 7x2. Com o resultado o Porto dispara na liderança do hexagonal decisivo com nove pontos, quatro pontos na frente do Ypiranga segundo colocado, já o Sport agora é o lanterna da competição com apenas um ponto.
Os gols foram marcados por Joelson(3), Neilson(2),Rogério(1) e Adriano(1).
O gavião volta a jogar neste domingo as 15h contra o Santa Cruz no estádio Antonio Inácio de souza em Caruaru, para esse jogo o Porto não vai contar com o volante Romulo, que fraturou o braço durante o jogo contra o Sport.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

COPA PERNAMBUCO 2008

E agora será que vai? A FPF divulgou nova tabela da copa Pernambuco com o Porto no Grupo C junto com a Cabense e Ipojuca. A estreia do gaviao está marcada para o dia 25 de maio fora de casa contra o Ipojuca. Confira os grupos e os jogos do grupo C:
GRUPO A
Ferroviario
União
América
Íbis
GRUPO B
Catende
Decisão
Atlético de Carpina
Santa Cruz
GRUPO C
Cabense
Ipojuca
Porto
GRUPO D
Afogadense
Betaniense
Salgueiro
JOGOS DO GRUPO D
Cabense x Ipojuca 22/5/8
Ipojuca x Porto 25/5/8
Porto x Cabense 29/5/8
Ipojuca x Cabense 1/6/8
Cabense x Porto 5/6/8
Porto x Ipojuca 8/6/8

quarta-feira, 7 de maio de 2008

RESULTADOS: HEXAGONAL DECISIVO DE JUNIORES

1ºrodada
PORTO 1X0 SETE
SPORT 1X2 NAUTICO
YPIRANGA 5X0 SANTA CRUZ
2ºrodada
SANTA CRUZ 2X3 SETE
NÁUTICO 2X4 PORTO
YPIRANGA 2X2 SPORT
3ºrodada
SETE 0X0 YPIRANGA
SANTA CRUZ 3X2 NAUTICO
SPORT 2X7 PORTO
4ºrodada
PORTO 2X2 SANTA CRUZ
SPORT 1X1 SETE
NÁUTICO 0X0 YPIRANGA
5ºrodada
YPIRANGA 2X1 PORTO
SANTA CRUZ 2X1 SPORT
SETE 4X1 NÁUTICO
6ºrodada
NÁUTICO 0X0 SPORT
SETE 2X4 PORTO
SANTA CRUZ 1X2 YPIRANGA
7ºrodada
SETE 1X0 SANTA CRUZ
SPORT 1X1 YPIRANGA
PORTO 1X2 NAUTICO
8ºrodada
YPIRANGA 1X1 SETE
NÁUTICO 1X0 SANTA CRUZ
PORTO 4X5 SPORT
9ºrodada
SANTA CRUZ 1X3 PORTO
YPIRANGA 4X2 NÁUTICO
SETE 1X2 SPORT
10ºrodada
PORTO 2X1 YPIRANGA
SPORT X SANTA CRUZ
NÁUTICO 2X2 SETE
classificação após a 8ºrodada
PORTO 19
YPIRANGA 17
SETE 13
SPORT 13
NÁUTICO 12
SANTA CRUZ 7

PORTO VENCE E É LIDER ISOLADO

2ºRODADA- Com gols dos atacantes Joelson(2) e Rogério(2) o Porto venceu o Náutico por 4x2 pela segunda rodada do terceiro e turno do pernambucano de juniores ontem no Recife, com os resultados de ontem o gavião agora é líder isolado com 6 pontos, com 2 pontos de vantagem para Sport e Ypiranga. Outros resultados: Santa Cruz 2x3 sete, Ypiranga 2x2 sport.

1º RODADA- Foi no sufoco, mas o Porto estreia com vitória o terceiro turno do pernambucano de juniores, 1x0 contra o Sete de Setembro no Antonio Inácio de Souza em Caruaru. O primeiro tempo foi marcado pelas poucas chances de gols. O Porto tinha mais volume de jogo, mas o Sete era mais objetivo quando subia para o ataque. Logo no inicio do segundo tempo o Gavião ficou com jogador a menos quando o zagueiro Everton foi expulso.
Mesmo com um homem a menos o gavião se aproveitou do cansaço da equipe de Garanhuns foi pra cima e conseguiu a vitoria numa cobrança de falta de Rodolfo Pontiguar.
O Sete ainda teve um jogador expulso. Para o treinador Edmilson Santos mesmo jogando mal o importante foi os três pontos. O Porto volta a jogar no próximo sábado contra o Náutico em Recife.

sábado, 3 de maio de 2008

TABELA DE JUNIORES: 3ºTURNO


Essa é a tabela do terceiro turno do campeonato pernambucano de juniores que começa na próxima terça-feira(se a FPF não mudar). Esse ano com o mirabolante sistema do estadual os dois primeiros turnos serviram apenas para classificação, isso quer dizer que quem ganhar esse turno leva a taça. Se a FPF não mudar todos os jogos vão acontecer sempre as terças e sábados. O gavião foi campeão pernambucano da categoria em 2004 e luta pelo segundo titulo.
Jogos de ida
1ºrodada 6/5/8 15h
SPORT X NAUTICO
PORTO X SETE
YPIRANGA X SANTA CRUZ
2ºrodada 10/5/8 15h
SANTA CRUZ X SETE
YPIRANGA X SPORT
NAUTICO X PORTO
3ºrodada 13/5/8 15h
SETE X YPIRANGA
SANTA CRUZ X NAUTICO
SPORT X PORTO
4ºrodada 17/5/8 15h
SPORT X SETE
PORTO X SANTA CRUZ
NAUTICO X YPIRANGA
5ºrodada 20/5/8 15h
SANTA CRUZ X SPORT
YPIRANGA X PORTO
SETE X NAUTICO
Jogos de volta
6ºrodada 24/5/8 15h
NAUTICO X SPORT
SETE X PORTO
SANTA CRUZ X YPIRANGA
7ºrodada 27/5/8 15h
SETE X SANTA CRUZ
SPORT X YPIRANGA
PORTO X NAUTICO
8ºrodada 31/5/8 15h
YPIRANGA X SETE
NAUTICO X SANTA CRUZ
PORTO X SPORT
9ºrodada 3/6/8 15h
SETE X SPORT
SANTA CRUZ X PORTO
YPIRANGA X NAUTICO
10ºrodada 7/6/8 15h
SPORT X SANTA CRUZ
PORTO X YPIRANGA
NAUTICO X SETE

terça-feira, 29 de abril de 2008

FICHA DO JOGO: VERA CRUZ 2X2 PORTO

Local: Caneirão(Vitória de Santo Antão)
Data: 19/04/2008
Árbitro: Emerson Sobral
Assistentes: Albert Jr. e José Bonifacio
Gols: Guego(P) Ricardo(VC) Ricardo(VC) Joelson(P)
Cartões amarelos: Porto-Romulo, Juninho, Oziel. Vera Cruz-Alexandre, Washington, Caio, Careca.
Publico: 2,508
Renda; R$ 12.040,00
VERA CRUZ
Delone, Eliel(Marquinhos), Joecio, Alexandre e Xaxa. Washigton, ricardo, Caio(Diogo) e Jailton(Pio). Ney Paraiba e Careca. Técnico: Adelmo Soares.
PORTO
Danilo, Val, Stanley, Gonçalves(Romero) e Oziel. Wagner Rosa, Romulo, Guego(Marlos) e Juninho. Marcos Paraná e Joelson. Técnico: Erasmo Forte.

sábado, 26 de abril de 2008

FICHA DO JOGO: PORTO 2X0 SETE DE SETEMBRO

Local: Antonio Inácio de Souza
Data: 16/04/2008
Árbitro: Claudio Mercante
Assistentes: Luciano Cruz e Neilson Santos
Gols: Romero e Joelson
Cartões amarelos: Porto-Marcos Paraná, Joelson e Wagner Rosa. Sete- Herivelton, Oliveira e Eduardo.
Publico: 2504
Renda: R$ 12.030,00

PORTO
Danilo, Val, Stanley, Romero e Arlindo. Wagner Rosa, Romulo, Guego e Juninho(Márcio). Marcos Paraná(Rogério)e Joelson(Leonardo). Técnico: Erasmo Forte.

SETE
Mondragon, Fia, Herivelton, Oliveira e Eduardo. Zaquel, Zé Carlos, Igor(Silas) e Thiago Laranjeira(Curinga). Léo e Jean(Thiago Recife).

domingo, 20 de abril de 2008

PORTO SE DESPEDE DO ESTADUAL COM EMPATE

O Porto se despediu do Estadual com um empate fora de casa diante do Vera Cruz nesse sabado, 2x2. Com o empate o time de Vitória foi rebaixado para a Série A-2.
O Porto termina o estadual com 26 pontos, sendo 6 vitórias, 8 empates e 8 derrotas. Marcou 28 gols e sofreu 25.
O gavião abriu o marcador ainda no primeiro tempo com Guego. No segundo tempo o Vera Cruz virou com dois gols de Ricardo. Joelson empatou para o Porto.

quinta-feira, 17 de abril de 2008

PORTO 2X0 SETE

Depois de quatro jogos o Porto volta a ganhar pelo Pernambucano, o jogo aconteceu ontem contra o Sete de Setembro no estádio Antonio Inácio de Souza em Caruaru, com o resultado o gavião não corre mais risco de rebaixamento, o placar da partida 2x0,os gols foram marcados por Romero e Joelson.
O Porto começou o jogo pressionando o primeiro lance de perigo veio num chute de Wagner Rosa. Mondragon fez a defesa e Marcos Paraná não aproveitou o rebote do goleiro. Logo depois o Porto abriu o marcador numa bela cobrança de falta do zagueiro Romero.
Precisando vencer o Sete foi pra cima e abriu espaço para o Porto atacar, aos 24 minutos quase chega ao empate depois de uma falha do goleiro Danilo, Romero salvou.
A etapa complementar começou com Porto no ataque. Logo no primeiro minuto, Marcos Paraná chutou com perigo, mas, quase sem ângulo, botou a bola para fora. O Sete deu o troco aos quatro minutos, quando Coringa cobrou falta chutando rasteiro, mas Danilo conseguiu defender.
O Porto faz sua despedida do estadual domingo contra o Vera Cruz em Vitória de Santo Antão, jogo só pra cumprir tabela pois o gavião tem chances remotas de classificação para Série C.

terça-feira, 15 de abril de 2008

FICHA DO JOGO: PETROLINA 5X1 PORTO

Local: Paulo Coelho, em Petrolina.
Data 13/04/2008
Árbitro: Eduardo Alcântara.
Assistentes: Luiz Fernando Coelho e Marcelino Castro.
Gols: Jalnir, aos 8, Janílson, aos 33 e Uécslei, aos 42 do 1º tempo, Joélson, aos 4, Jalnir aos 11, e Uécslei, aos 27 do 2º.
Cartões Amarelos: Marcos Pantera, Damião e Juninho.
Expulsões: Gonçalves e Cosme.
Público: 2.602.
Renda: R$ 460.
Preliminar: Petrolina 1x4 Porto (juniores).

PETROLINA
Ary Casa Nova, Daniel Piau, Jalnir, Marcos Pantera (Jarbas) e Nildo Petrolina, Rincón, Gama, Alan e Janílson (Serginho), Ciel Baiano (Diogo) e Uécslei.
Técnico: Mário César.
PORTO
Danilo, Damião (Oziel), Gonçalves, Stanley e Arlindo, Cosme, Rômulo, Juninho e Márcio, Rogério e Marlos (Joélson).
Técnico: Erasmo Forte.

ARAÚJO AGORA BRILHA NO CATAR

JORNAL DO COMMERCIO 15/04/2008
Quando deixou o caruaruense Porto para defender o Goiás, no fim da década de 1990, o atacante Araújo jamais imaginou que viveria o melhor momento da sua carreira tão longe de casa. Depois de passar também pelo futebol japonês e pelo Cruzeiro, o pernambucano nunca esteve tão empolgado. Pudera, vive a prosperidade dos petrodólares e, nesta temporada, bateu o recorde de gols da Liga Nacional do Catar, no Oriente Médio, com 27 gols em 27 jogos pelo Al Gharafa.
A média de um gol por jogo ajudou o pernambucano a levantar a taça da competição e superar o recorde do atacante argentino aposentado Gabriel Batistuta – a antiga marca era de 25 tentos, durante a temporada 2002/2003. Essa não foi a primeira vez que Araújo obteve um aproveitamento tão bom. Em 2005, foi artilheiro e campeão japonês pelo Gamba Osaka, com 33 gols em 33 partidas. Ele também é o maior goleador da história do Goiás, com 136 tentos.
Araújo, diferentemente de parte da legião de brasileiros que segue todos os anos para tentar a sorte no futebol semiprofissional, mas que distribui muito dinheiro, mostra-se totalmente adaptado à cidade de Doha. Apenas nove meses fora do Brasil, enquadrou-se rapidamente aos costumes estranhos ao seu dia-a-dia e ao forte calor de até 50ºC. Tanto que o pernambucano pretende cumprir o segundo e último ano de contrato no país.
Uma das facilidades encontradas pelo jogador, por incrível que pareça, foi a língua, pelo menos para desempenhar suas funções. O treinador é o também brasileiro Marcos Paquetá, que treinou seleções de base do Brasil. “A partir da terceira rodada, percebi que tinha tudo para dar certo. Foi isso o que aconteceu. Tudo fluiu naturalmente”, disse, em entrevista ao site esportivo Pelé.net.
O bom desempenho no Catar pode render ao caruaruense contratos ainda melhores. Já foi sondado por equipes do Japão, Emirados Árabes e Kuwait. Além disso, foi procurado para se naturalizar e jogar pela seleção local. “Ainda não entramos em detalhes, mas só aceitaria se fosse muito benéfico para mim e para minha família. Se for algo que valha a pena, eu aceitaria, mas só poderia ver isso no fim desta temporada. É preciso trabalhar no país por dois anos no mínimo”, diz, citando a regra da Fifa
O que mais ajuda Araújo a permanecer no Oriente Médio é a presença de seus familiares. “Como estou com minha família, não tenho nenhum problema. O país é tranqüilo, a religião que predomina é a islâmica, mas eles são liberais com estrangeiros, então, não tem problema. Gosto muito daqui, pois tenho tudo o que preciso, desde bons restaurantes até praias lindas. Existem também vários hotéis e spas que são muito bons”, explica.

segunda-feira, 14 de abril de 2008

PORTO É GOLEADO EM PETROLINA

Jogando mal o Porto foi goleado ontem a tarde em Petrolina para o time da casa(5x1). Os gols foram marcados por Jalnir (2), Uécslei (2) e Janílson pelo Petrolina. O Porto descontou com Joélson, de pênalti.
O resultado tira o Porto da briga pela Série C e ainda deixa o Gavião com remotas chances de cair para a Série A2.
“O nosso time foi perfeito. Fomos muito bem nos dois tempos da partida. Os jogadores estão de parabéns”, comemorou o técnico do Petrolina, Mário César, Cupira. “O objetivo, agora, é correr atrás da vaga à Série C”, completou.
Erasmo Forte atribui a derrota ao cansaço dos atletas. “Tivemos uma viagem desgastante e ainda por cima faltou energia a noite inteira no hotel . Dormimos mal e isso refletiu no jogo”, justificou o treinador, que foi expulso no intervalo da partida por ter reclamado do árbitro.
O Porto terminou a partida com dois jogadores a menos, pois o zagueiro Gonçalves e o volante Cosme levaram cartão vermelho. O Gavião tem 22 pontos e precisa de, no mínimo, um empate contra o Sete de Setembro, na próxima rodada, para confirmar a presença na Série A1 do ano que vem.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

PORTO X PETROLINA

O Porto se prepara para jogar contra o Petrolina por mais uma rodada do campeonato pernambucano, próximo domingo em Petrolina as 16h, o jogo promete, pois as duas equipes lutam contra o rebaixamento e ainda aspiram uma vaga para série C. Para esse jogo o treinador Erasmo Forte não vai poder contar com o lateral-direito Val, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Quem também desfalca o gavião é o volante Wagner Rosa que se recupera de uma contusão. Nos seus lugares entram Damião e Cosme. A confirmação da vitória do Salgueiro contra o Náutico complicou as chances de classificação do Porto para a Série C, o Gavião está a quatro pontos do Salgueiro e Ypiranga e cinco do Central que são os times que estão ocupando as vagas para Série C.

terça-feira, 8 de abril de 2008

FICHA DO JOGO: PORTO 1X2 SANTA CRUZ

Local: Estádio Antônio Inácio, em Caruaru.
Data: 06/04/2008
Árbitro: Sebastião Rufino Filho.
Assistentes: Pedro Wanderley e Ricardo Menezes.
Gols: Thiago, aos 9 minutos do 1º tempo e aos 15 do 2º, e Joélson, aos 36 do 1º.
Cartões amarelos: Max, Leandro Biton, Thiago, Chiquinho, Alexandre Aguiar, Cosme, Val, Arlindo e Stanley.
Expulsão: Marcos Paraná e Lenadro Biton.
Juniores: Porto 2x1 Santa.
Renda R$ 12.355,00
Publico 2550

PORTO
Danilo, Val, Gonçalves, Stanley e Arlindo, Cosme (Mauro), Rômulo, Márcio (Marquinhos Paraná) e Guêgo (Juninho), Joélson e Marlos.
Técnico: Erasmo Forte.
SANTA CRUZ
Jaílson, Leandro Biton, Memo e Chiquinho, William, Bruno, Alexandre, Miller (George) e Max (Alexandre Aguiar), Thomas Anderson e Thiago (Allan).
Técnico: Adílson Davi (Interino).

segunda-feira, 7 de abril de 2008

ÁRBITRO PREJUDICA O PORTO


O Porto perdeu nesse domingo a tarde para o Santa Cruz, foi a primeira derrota do Gavião nesse hexagonal da morte, o jogo ficou marcado pela forte chuva e pela arbitragem de Sebastião Rufino que desde o começo do jogo parecia querer livrar o time da capital de qualquer chance de rebaixamento.
Bastante equilibrados no início, Santa Cruz e Porto eram distintos quanto à maneira de atuar. Os recifenses abusavam da velocidade e triangulações na entrada da área adversária. Seguros, os caruaruenses eram mais cautelosos e tocavam a bola de um lado para o outro, a fim de abrir espaços na sólida defesa tricolor. Numa jogada pela direita da defesa do Porto o jogador Thiago caiu dentro da area do Porto. Pênalti cobrado e convertido pelo atacante, com direito a “paradinha”. Capixaba e William, pelo lado direito, continuaram a explorar os espaços deixados por Arlindo, mas o último passe a saía torto, prejudicando as ações.
Aos 20 minutos, um temporal começou a cair no estádio, ameaçando a parte técnica do espetáculo. Os erros surgiram em demasia, como esperado, e as equipes passaram a se arriscar em lançamentos longos e cruzamentos. Num desses, o árbitro Sebastião Rufino Filho observou falta em Gonçalves, dentro da área. Aos 35, Joélson, que pouco antes havia testado para fora uma ótima oportunidade, deslocou Jaílson e empatou o encontro.
A chuva deu uma trégua no intervalo, mas deixou o campo encharcado. na volta ao segundo tempo o árbitro marcou um penalti inexistente de Arlindo em William.
Aos 15 minutos, Thiago marcou seu segundo gol, afastando . Em seguida, sem condições de partida, ficou a expectativa de que o árbitro pudesse encerrar o encontro. Não aconteceu. O jogo seguiu até os 48 minutos da etapa final, tempo ainda para o juiz não marcar um penalti para o Porto sofrido por Joelson.
Depois do apito final houve muita reclamação por parte do Porto que vem sendo prejudicado seguidamente nesse campeonato, foram 5 penaltis nos últimos 7 jogos.

quarta-feira, 2 de abril de 2008

FICHA DO JOGO: CENTRO LIMOEIRENSE 1X1 PORTO

LOCAL José Vareda(Limoeiro)
DATA 30/03/2008
ÁRBITRO Ricardo Tavares
ASSISTENTES Elan Vieira e Roberto José de Oliveira
GOLS C-Renatinho. P-Romulo
CARTÕES AMARELOS Paulo Ricardo e Renatinho-Centro. Gonçalves-Porto
PUBLICO 2508
RENDA R$ 12.040,00

CENTRO
Ibson, Sabará, André, Paulo Ricardo e Indio(Edson). Victor, Nego(Marcelo Paraíba), Flavio e Renatinho(Wewerton). Alisson e Preto. Tecnico: Anibal da Silva
PORTO
Danilo, Val, Gonçalves, Stanley e Arlindo. Wagner Rosa(Rogério), Romulo, Marcio e Guego(Mauro). Marlos(Juninho) e Joelson. Tecnico: Erasmo Forte.

segunda-feira, 31 de março de 2008

PORTO EMPATA EM LIMOEIRO

O Porto quebrou sua seqüência de 495 minutos sem levar gol, ao empatar em 1x1 com o Centro, em jogo realizado ontem no Estádio José Vareda, em Limoeiro. O Gavião continua na luta por uma das vagas da Série C do Brasileiro. Já o Dragão conseguiu quebrar o jejum de seis derrotas consecutivas.
No primeiro tempo as duas equipes criaram muitas oportunidades de gols. Mas enquanto o Gavião não soube finalizar as jogadas, o Dragão aproveitou uma chance para abrir o placar. O primeiro bom ataque do Porto veio aos sete minutos. Numa bola enfiada entre a zaga, Marlos chutou para fora, pelo lado direito. O Centro Limoeirense deu o troco aos 13 minutos, quando Renatinho chutou com perigo por cima da trave.
O Dragão teve a oportunidade de abrir o placar aos 24, quando o juiz marcou um pênalti em Flávio. Quem bateu foi Preto, mas o goleiro Danilo defendeu seu terceiro pênalti neste Pernambucano. O gol do Centro veio um minuto depois com Renatinho. Ele aproveitou uma jogada pelo lado direito e botou a bola no fundo das redes.
O Porto voltou ao ataque aos 29, quando Guego chutou no meio do gol, mas o goleiro Ívson segurou. O campo alagado dificultava o trabalho das duas equipes, mas o Gavião continuou tentando mudar o placar. Um dos ataques veio aos 39, com Márcio e outro aos 42, quando Marlos, sozinho, chutou para fora.
No segundo tempo o Gavião jogou melhor e criou mais oportunidades de gol, conseguindo o empate. Já o Centro arriscou nos contra-ataques, mas não conseguiu ampliar ao placar. O primeiro ataque de perigo da equipe caruaruense veio aos dez minutos. Arlindo chutou de fora da área, mas a bola foi pela linha de fundo.
O Porto tinha mais domínio de bola e conseguiu o gol aos 20. Quem empatou foi Rômulo, com um chute indefensável. Depois do gol o Centro começou a chegar com mais perigo, mas sem conseguir mudar o placar. O Gavião ainda tentou, aos 32, com Márcio, e o Centro aos 41, com André, que, chutou com perigo, mas o goleiro Danilo fez boa defesa.

sábado, 29 de março de 2008

FICHA DO JOGO: SETE DE SETEMBRO 0X0 PORTO

ESTÁDIO: Gigante do Agreste(Garanhuns)
DATA 26/03/2008
ÁRBITRO Gilberto Castro Jr.
ASSISTENTES Wlademir Lins e Eneias Leite
CARÕES AMARELOS Porto- Marcos Paraná. Sete- Eduardo, Erivelton, Oliveira e Lourinho.
PUBLICO 1962
RENDA R$ 9,433,6

SETE
Mondragon, Fia(Jean), Eduardo, Erivelton e Igor. Oliveira(Leo), Lourinho, Zaque e Curinga(Markony). Tiago Laranjeiras e Silas. Tecnico: Marcelo Neveleff
PORTO
Danilo, Val, Gonçalves, Romero e Arlindo. Wagner Rosa, Romulo, Marcos Paraná(Juninho) e Guego. Paulista(Joelson) e Marlos. Tecnico: Erasmo Forte.

quinta-feira, 27 de março de 2008

PORTO FICA NO EMPATE EM GARANHUNS

Num jogo sem muita emoção, Sete de Setembro e Porto só empataram por 0x0, ontem à noite, no Gigante do Agreste, em Garanhuns. O resultado foi ruim para as duas equipes, o Sete, continua na lanterna do hexagonal do rebaixamento, com 13 pontos. O tricolor de Caruaru, por sua vez, permanece na liderança, agora, com 21 pontos, mas se distancia da zona de classificação para Serie C
Os dois times voltam a jogar no próximo domingo. O Porto vai a Limoeiro pegar o Centro. O Sete enfrenta o Santa Cruz, no Arruda.
O primeiro tempo ficou concentrado no meio-de-campo, embora o Sete tenha tido mais volume de jogo, mas sem criar jogadas claras de finalizar, limitando-se aos cruzamentos na área do Porto, que também nada realizou ofensivamente.
No segundo tempo, o Sete de Setembro ficou apenas num arremate do meia Thiago Laranjeira, que passou rente à trave do goleiro Danilo.
O Porto ficou na reclamação de um possível pênalti sobre o atacante Marlos. No final, o empate sem gols terminou refletindo o fraco futebol das equipes.

segunda-feira, 24 de março de 2008

PORTO ENTRA NA BRIGA PELA TERCEIRA DIVISÃO

Numa boa arrancada, o Porto conquistou a quarta vitória consecutiva na Série A1 do Campeonato Pernambucano e entrou de vez na luta por uma das três vagas do Estado na Série C do Campeonato Brasileiro destinadas a times intermediários. O resultado de ontem foi 2x0 em cima do Vera Cruz, no Estádio Antônio Inácio, em Caruaru, pela quarta rodada do hexagonal da morte.
Com 20 pontos contabilizados, o Porto lidera o grupo do descenso. Além disso, na contagem geral, está apenas um ponto atrás de Serrano e Central, que atualmente brigam pela última vaga de acesso à Terceira Divisão desta temporada. O Vera Cruz tem 15 pontos e está em quarto. O penúltimo colocado, o Centro Limoeirense, tem um ponto a menos.
Os gols da vitória do Porto foram marcados pelo zagueiro Gonçalves, aos 15 minutos do primeiro tempo, e pelo meia Márcio, aos sete do segundo. Quarta-feira, o Gavião enfrenta o Sete de Setembro, em Garanhuns.

FICHA DO JOGO: PORTO 2X0 VERA CRUZ

Local: Estádio Antônio Inácio, em Caruaru.
Árbitro: Gleydson Leite.
Assistentes: Marcelino Castro e Luiz Coelho.
Gols: Gonçalves, aos 15 minutos do 1º tempo, e Márcio, aos 7 do 2º.
Cartões amarelos: Maxuel, Rômulo, Márcio, Paulista, Marlos, Marcos Paraná, Joécio, Claudemir, Aílton, Washington e Ricardo.
Expulsão: Stanley.
Público: 2.508.
Renda: R$ 20.
Preliminar: Porto 12x0 Vera Cruz (juniores).

PORTO
Danilo, Val, Gonçalves, Stanley e Maxuel, Vágner Rosa, Rômulo, Guego (Cosme) e Márcio, Paulista (Romero) e Marlos (Marcos Paraná).
Técnico: Erasmo Forte.
VERA CRUZ
Deloni, Joécio, Claudemir, Eliel e Aílton, Washington (Marquinhos), Rivellino, Juninho (Ricardo) e Jaílton, Ney Paraíba (Diogo) e Careca.
Técnico: Adelmo Soares

domingo, 23 de março de 2008

PORTO DETERMINADO CONTRA O VERA CRUZ

Motivado pela chance de alcançar uma vaga na Série C do Brasileiro, o Porto vai em busca da quarta vitória consecutiva no Pernambucano, diante do Vera Cruz, hoje, às 16h, no Estádio Antônio Inácio, em Caruaru. Para conseguir mais um triunfo, o Gavião do Agreste terá que quebrar a série de quatro partidas sem perder do Galo de Vitória de Santo Antão. É a primeira vez que as duas equipes se enfrentam no Estadual deste ano.
“Aprendemos a gostar da vitória e vamos trabalhar para conseguir mais um resultado positivo. É um jogo de fundamental importância para a nossa pretensão”, afirmou o técnico do Porto, Erasmo Forte, que terá o retorno do atacante Paulista, liberado após cumprir suspensão. Em contrapartida, perdeu o lateral-esquerdo Arlindo, suspenso, pelo terceiro cartão amarelo. Em seu lugar, entra Maxwell. O Gavião é o líder do hexagonal do rebaixamento, com 17 pontos.
O Vera Cruz está focado para escapar do rebaixamento à Série A2 do Pernambucano. O time tem 15 pontos e ocupa a quarta posição no hexagonal do descenso. O técnico do Galo, Adelmo Soares terá o desfalque do zagueiro Alexandre. Em seu lugar entra Joécio.
O treinador disse que a estratégia para vencer o Porto é marcar em cima o tempo inteiro. “Eles têm uma equipe muito rápida e não podemos deixá-los pensar, caso contrário será muito difícil”, finalizou.

quinta-feira, 20 de março de 2008

FICHA DO JOGO: PORTO 2X0 PETROLINA

LOCAL Antonio Inacio da Souza(Caruaru)
DATA 15/03/2008
ÁRBITRO Neilson Nogueira Dias
ASSISTENTES Wilton Lins e Erick Ribeiro
CARTÕES AMARELOS Porto- Arlindo, Romulo e Guego. Petrolina- Jalnir, Jarbas, Ricardo e Joninha.
GOLS Marlos e Marcio
PUBLICO 2511
RENDA R$ 12.040,00

PORTO
Danilo, Val, Gonçalves, Stanley e Arlindo. Wagner Rosa, Romulo, Marcio(Juninho) e Guego. Marlos(Leonardo) e Rogerio(Joelson). Tecnico: Erasmo Forte.
PETROLINA
Maykon, Daniel Piau, Jalnir, Jarbas e Joninha. Ricardo(Bubinha), Gama, Alan, Janilson(Dezinho). Aldir(Diogo) e Nildo Petrolina. Tecnico: Cupira.

JOGOS DO PORTO 2004

JOGOS DO PORTO 2004
Campeonato Pernambucano

RECIFE 2X1 PORTO
Marcelo Catarinense
PORTO 2X1 NAÚTICO
Paulo Sergio, Marcos Lota
SANTA CRUZ 1X1 PORTO
Carlos Alberto
PORTO 2X0 AGA
Fabio Silva, Marcos Lota
SERRANO 1X2 PORTO
Marcos Lota, Marcos Alagoano
PORTO 0X1 ITACURUBA
SPORT 2X2 PORTO
Wagner Rosa, Marcos Alagoano
PORTO 2X1 CENTRAL
Marcos Alagoano, Carlos Alberto
PETROLINA 3X1 PORTO
Marcos Tamandaré

PORTO 1X2 RECIFE
Marcos Lota
NÁUTICO 2X0 PORTO
PORTO 3X4 SANTA CRUZ
Carlos Alberto(2), Marcos Lota
AGA 0X0 PORTO
PORTO 1X3 SERRANO
Rafael
ITACURUBA 4X2 PORTO
Arlindo, Fabian
PORTO 2X3 SPORT
Fabio Silva, Fabian
CENTRAL 3X0 PORTO
PORTO 4X0 PETROLINA
Fabio Silva(2), Fabian, Marcio

Campeonato Brasileiro Serie C

PORTO 3X1 CORINTHIANS-AL
Téo, Wagner Rosa, Marcos Paraná
ITACURUBA 0X4 PORTO
Fabio Silva(2), Téo, Miguel
PORTO 1X1 CORURIPE
Alexandre
CORURIPE 3X1 PORTO
Miguel
PORTO 1X0 ITACURUBA
Fabio Silva
CORINTHIANS 0X2 PORTO
Téo, Marcos Paraná

CAMPINENSE 1X3 PORTO
Fabio Silva, Téo, Arlindo
PORTO 2X1 CAMPINENSE
Téo, Marcos Tamandaré
PORTO 1X2 TREZE
Marcio
TREZE 1X2 PORTO
Elder, Téo

GOLS:
Fabio Silva 8
Téo 6
Marcos Lota 5
Carlos Alberto 4
Marcos Alagoano 3
Fabian 3
Miguel 2
Marcos Paraná 2
Wagner Rosa 2
Marcos Tamandaré 2
Marcio 2
Arlindo 2
Rfael 1
Marcelo Catarinense 1
Alexandre 1
Paulo Sergio 1
Elder 1

JOGOS DO PORTO 2005

JOGOS DO PORTO 2005
Campeonato Pernambucano

PORTO 4X2 MANCHETE
Marcio, Romero, Contra, Fabio Silva
SPORT 1X2 PORTO
Marcos Tamandaré, João Neto
SANTA CRUZ 2X1 PORTO
Fabio Silva
PORTO 1X3 YPIRANGA
Romero
SERRANO 0X0 PORTO
PORTO 0X0 PETROLINA
ITACURUBA 1X0 PORTO
NÁUTICO 1X1 PORTO
Téo
PORTO 2X3 VITÓRIA
Marcio, Fabio Silva

MANCHETE 4X5 PORTO
Téo(3), João Neto(2)
PORTO 2X4 SPORT
Téo(2)
PORTO 2X4 SANTA CRUZ
Téo, Marcos Tamandaré
YPIRANGA 1X1 PORTO
Marcio
PORTO 0X2 SERRANO
PETROLINA 4X2 PORTO
Marcos Tamandaré, Téo
PORTO 2X0 ITACURUBA
PORTO 2X2 NÁUTICO
Téo, Marlos
VITÓRIA 2X0 PORTO

GOLS:
Téo 10
Marcio 3
Fabio Silva 3
Marcos Tamandaré 3
João Neto 3
Romero 2
Marlos 2
Contra 1

JOGOS DO PORTO 2006

Campeonato Pernambucano 2006

SANTA CRUZ 1X0 PORTO
VITÓRIA 0X2 PORTO
Fabio silva, Elder
PORTO 1X2 ESTUDANTES
Fábio Silva
PORTO 0X1 SPORT
YPIRANGA 1X0 PORTO
PORTO 2X1 SERRANO
Wagner Rosa, Janduir
PORTO 1X1 SALGUEIRO
Marlos
NAUTICO 1X1 PORTO
Marlos
PORTO 1X1 CENTRAL
Elder

PORTO 2X2 SANTA CRUZ
Contra, Jr. Caruaru
PORTO 5X2 VITÓRIA
Diego Potiguar, Diego Potiguar, Fabio Silva, contra, Augusto
ESTUDANTES 0X1 PORTO
Janduir
SPORT 6X0 PORTO
PORTO 3X3 YPIRANGA
Sergio, Wagner Rosa, Arlindo
SERRANO 1X1 PORTO
Arlindo
SALGUEIRO 0X1 PORTO
Wagner Rosa
PORTO 0X0 NÁUTICO
CENTRAL 1X0 PORTO

Campeonato Brasileiro Série C 2006

PORTO 2X4 ICASA
Fabio Silva, Fábio Silva
BARAÚNAS 1X2 PORTO
Fábio Silva, Rodolfo
BOTAFOGO 2X3 PORTO
Arlindo, Fabio Silva, Fabio Silva
PORTO 2X0 BOTAFOGO
Fabio Silva, Fabio Silva
PORTO 1X1 BARAÚNAS
Clebson
ICASA 0X0 PORTO

PORTO 0X3 VITÓRIA
FERROVIARIO 2X1 PORTO
Arlindo
PORTO 2X1 CONFIANÇA
Joelson, Romero
CONFIANÇA 1X1 PORTO
Marlos
PORTO 0X0 FERROVIARIO
VITORIA 2X0 PORTO
GOLS:
Fabio Silva 10
Arlindo 4
Wagner Rosa 3
Marlos 3
Elder 2
Janduir 2
Diego Potiguar 2
Contra 2
Jr. Caruaru 1
Augusto 1
Sergio 1
Rodolfo 1
Clebson 1
Joelson 1
Romero 1

quarta-feira, 19 de março de 2008

PORTO AINDA BRIGA PELA SÉRIE C

Segundo a Federação pernambucana de futebol mesmo estando no hexagonal da morte o Porto ainda pode se classificar para a Série C do Brasileiro, basta fazer mais pontos que do que os times que estão na briga pelo segundo turno. A noticia deve servir de incentivo para os jogadores que jogam no próximo domingo contra o Vera Cruz. No momento o Gavião ocupa a setima colocação geral com 17 pontos, 3 a menos que o Salgueiro que tem 20 e quatro a menos que Central e Serrano que têm 21 até o momento. Lembrando que Pernambuco tem três vagas e o Santa Cruz já está classificado por ter sido rebaixado ano passado.
NOVO TREINADOR- Depois de uma discussão com o Presidente do Porto(Porfirio) após perder para o Petrolina pelo pernambucano de juniores o treinador Luciano Ribeiro pediu demissão. No seu lugar assume Edmilson Santos.

domingo, 16 de março de 2008

FICHA DO JOGO: SANTA CRUZ 0X2 PORTO

LOCAL Arruda(Recife)
DATA 12/03/2008
ÁRBITRO Carlos Costa
ASSISTENTES Ubirajara Ferraz e Elan Vieira
CARTÕES AMARELOS: Santa Cruz-Marcelo Heleno, Leandro Biton e Memo. Porto- Val, Wagner Rosa, Cosme, Paulista, Marcio e Marlos.
EXPULSÕES Paulista e Rosembrick
GOLS Guego e Marcio
PUBLICO 5,979
RENDA R$ 24,260,00
SANTA CRUZ
Paulo Musse, Rafael Mineiro, Marcelo Heleno, Leandro Biton e Alexandre(Max). Memo, Alan Reuber(Miller), Alexandre Oliveira e Rosembrick. Rafael Rebelo(Gilberto) e Thomas anderson. Tecnico: Fito Neves
PORTO
Danilo, Val, Gonçalves, Stanley e Arlindo. Wagner Rosa, Cosme(Juninho), Marcio e Guego. Marlos(Rogério)e Paulista. Tecnico: Erasmo Forte.

PORTO VENCE PETROLINA E CHEGA AOS 17 PONTOS

O Porto venceu por 2 a 0 o Petrolina neste sábado, no estádio Antônio Inácio, em Caruaru, pela terceira rodada do Hexagonal da Morte do Campeonato Pernambucano. Os dois times lutam contra o rebaixamento.
Com a vitória, o Porto assumiu a liderança com 17 pontos. O Petrolina tem 16. Distante apenas dois pontos da zona de rebaixamento . O Porto começou o jogo pressinando o Petrolina e logo abriu o placar com Marlos. O segundo gol do Porto foi marcado por Márcio ainda no primeiro tempo. No segundo tempo aproveitando a vantagem o Porto administrou o resultado e criou poucas chances, o jogo marcou também pela volta de Joelson que estava no Palmeiras, o atacante entrou no segundo tempo mas teve uma participação discreta. O Porto joga agora no próximo domingo contra o Vera Cruz no estádio Antonio Inácio em Caruaru.

quinta-feira, 13 de março de 2008

PORTO VENCE E EMBOLA GRUPO DA MORTE

O Porto venceu o Santa Cruz ontem a noite, por 2x0, no Arruda, pela segunda rodada do hexagonal da morte da Série A1 do Campeonato Pernambucano,
Com esse resultado o Santa fica apenas dois pontos da zona de rebaixamento. No início da fase, domingo passado, a diferença era de sete.
Com 16 pontos, o Santa Cruz está na segunda colocação. Perde a liderança para o Petrolina no número de vitórias (4x3). Centro Limoeirense, Porto e Vera Cruz estão na cola dos dois, com 14. A lanterna segue nas mãos do Sete de Setembro, com oito. Ainda faltam oito rodadas, ou seja, 24 pontos em jogo.
O Gavião do Agreste – que deixou a zona de rebaixamento ontem – recebe o Petrolina, no Antônio Inácio, em Caruaru, sábado.
Logo nos primeiros minutos do confronto, já dava para notar que o Porto teria o domínio. Sem afobação, a equipe visitante chamou o Santa Cruz para o seu campo e encontrou muito espaço quando puxou contra-ataques. Os corais caíram na armadilha bem montada pelo técnico Erasmo Forte.
Antes de abrir o placar, o Porto chegou perigosamente em três oportunidades, com o meia Márcio, o atacante Paulista e o volante Vágner Rosa. Mas, aos 15 minutos, o lateral-direito Val foi à linha de fundo e cruzou. O volante improvisado na zaga Leandro falhou. Atento, Márcio só teve o trabalho de empurrar para a rede.
Os visitantes seguiram com o domínio e não demoraram para ampliar a vantagem. Aos 25, Márcio ajeitou a bola e mandou a bomba de fora da área. No meio do caminho, o meia Guego desviou para fazer o segundo. Logo depois, o técnico Fito Neves tirou o volante Alan e colocou o meia Miller.
O segundo tempo foi a cópia do primeiro. A diferença foi que o goleiro Paulo Musse conseguiu defender todas as tentativas do ataque do time de Caruaru. Durante os últimos 45 minutos, foram várias intervenções importantes.
As últimas esperanças de reação do Santa Cruz vieram com duas substituições ao mesmo tempo. Saíram o lateral-esquerdo Alexandre Aguiar e o atacante Rafael. Entraram o lateral-esquerdo Max e o atacante Gilberto. A equipe ficou com seis pratas da casa.
Não adiantou muita coisa. As jogadas corais eram construídas de forma desorganizada, enquanto o adversário cozinhava o jogo. Tanto que a própria torcida da casa, ironicamente, passou a entoar o “olé!” quando a bola estava sob o domínio do Porto.
No final do confronto, ainda houve tempo para duas expulsões. Aos 41, o atacante do Porto Paulista levou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Pouco tempo depois, o meia coral Rosembrik acertou um adversário por trás e tomou o vermelho direto.

segunda-feira, 10 de março de 2008

FICHA DO JOGO: PORTO 4X0 CENTRO

LOCAL Estádio Antonio Inacio de Souza (Caruaru)
DATA 09/03/2008
ÁRBITRO Neilson Santos
ASSISTENTES Aldir Pereira e Roberto José de Oliveira
CARTÕES AMARELOS Porto- Damião, Romulo e Gonçalves. Centro- Nego, Josa, Mauricio, Ricardo e Flávio.
CARTÕES VERMELHO Damião
GOLS Guego, Juninho, Guego e Juninho.
PUBLICO 2,507
RENDA R$ 12,040,00

PORTO
Danilo, Damião, Gonçalves, Stanley e Arlindo. Cosme, Romulo, Guego e Wedson(Juninho). Paulista(Rogério) e Marlos(Leonardo). Tecnico: Erasmo Forte
CENTRO
Marleudo, Wewerton(Marcelinho), Ricardo, Bartô e Josa(Flávio). Nego, Renatinho(Indio), Thiago e Preto. Marcelo e Mauricio. Tecnico: Zinho.

PORTO GOLEIA MAS CONTINUA NA ZONA DE REBAIXAMENTO

O Gavião domou o Dragão e aplicou o 4x0, ontem à tarde, no Antônio Inácio, na rodada inaugural do hexagonal da morte do Pernambucano. Com o resultado, o Porto chegou aos 11 pontos, na penúltima posição, enquanto o Centro segue com 14, no segundo lugar. Vale lembrar que os times do grupo da morte levam os pontos conquistados no primeiro turno na luta contra a queda.
O Porto jogou melhor durante a maior parte do jogo e aproveitou a apatia do Centro, que praticamente não levou perigo ao gol do adversário. A supremacia começou após os 20 minutos iniciais, mas o primeiro gol saiu, aos 34, quando Guego aproveitou um lançamento e cabeceou para dentro da rede. A equipe de Caruaru continuou no ataque e, aos 46, Marlos chutou com perigo, mas a bola passou por cima da trave.
Na etapa complementar, o técnico Erasmo Forte substituiu Wedson por Juninho e teve bom resultado. Ele ampliou o placar logo no primeiro minuto, chutando forte, de fora da área, no ângulo. O terceiro gol do Gavião veio, aos nove, com Guego.
O Centro até que tentou alguns ataques, mas sem disciplina, não levou perigo. Apesar de estar ganhando, o Porto queria mais e, aos 23, numa cobrança de falta, Juninho fez 4x0. Aos 32, Marlos carimbou a trave.
O Dragão desperdiçou sua grande chance ao perder um pênalti, aos 34. Damião fez falta em Flávio e, como já tinha um cartão amarelo, foi expulso. Flávio bateu, e Danilo defendeu.

quarta-feira, 5 de março de 2008

4 JOGADORES DISPENSADOS

Após o fraco desempenho no primeiro turno o Gavião dispensou 4 jogadores, dois deles vieram da parceria com o Atlético-PR os atacantes Bruno (que quase não jogou) e Fernando Mineiro que marcou apenas 2 gols durante todo primeiro turno. Quem também foi embora foi Bibi, o atacante que foi contratado para ser a promessa de gols sai do Porto sem marcar. Rincón completa a lista de dispensas( ele nem chegou a jogar).
Até o momento a diretoria não anunciou o nome de ninguém para o segundo turno. O Porto começa no hexagonal da morte nesse domingo no Antonio Inácio em Caruaru contra o centro Limoeirense. Confira os jogos do hexagonal:

PORTO X CENTRO
Caruaru 9/3/2008 16h
SANTA CRUZ X PORTO
recife 12/3/2008 20h30
PORTO X PETROLINA
caruaru 15/3/2008 16h
PORTO X VERA CRUZ
caruaru 23/3/2008 16h
SETE X PORTO
garanhuns 26/3/2008 20h30
CENTRO X PORTO
limoeiro 30/3/2008 16h
PORTO X SANTA CRUZ
caruaru 6/3/2008 16h
PETROLINA X PORTO
petrolina 13/3/2008 16h
PORTO X SETE
caruaru 16/3/2008 20h30
VERA CRUZ X PORTO
vitória 19/3/2008 16h

segunda-feira, 3 de março de 2008

FICHA DO JOGO: YPIRANGA 2X1 PORTO

DATA: 01/03/2008
LOCAL: Otávio Limeira Alves (Santa Cruz do Capibaribe)
ÁRBITRO: Emerson Sobral
ASSISTESTES: Alcides Lira Júnior e Nielson Santos
PUBLICO: 4,176
RENDA: R$ 22,910,00
GOLS: Y- Ione e Laercio. P-Guego
CARTÕES AMARELOS: Ypiranga- Ione, Gedeil, Juninho e Bruno Paraiba. Porto- Marcio, Arlindo, Stanley, Val, Wagner Rosa e Bibi.
YPIRANGA
Romero, Bruno Paraiba, Netinho, Rogério e Adeildo. Iarle, Ione(Juninho). Gedeil (Wilson Surubim)e Laercio. Marcelo Santos e Assis(Dédo). Tecnico: Reginaldo Souza.
PORTO
Marquinhos, Val, Stanley, Gonçalves e Arlindo. Marcio, Wagner Rosa, Wedson e Guego. Paulista e Marlos. Técnico: Erasmo Forte.

AGORA GANHAR É OBRIGAÇÃO

A partir de agora serão 10 jogos para o Porto fugir do rebaixamento, o gavião realiza a segunda pior campanha da historia do clube (perde apenas para o ano que caiu para série A2 em 2002). O jogo de sábado contra o Ypiranga o Porto obteve a sexta derrota em 12 jogos na competição, foram apenas uma vitória, cinco empates, num total de 8 pontos. O Porto tem a quarta melhor defesa da competição em compensação tem o pior ataque da competição ao lado do ataque do Sete de Setembro (11 gols).
O que esperar do Porto no hexagonal da morte? O hexagonal da morte não vai ser facil, porque os times vão manter os pontos do primeiro turno, nisso o Porto já leva desvantagem já que está a 2 pontos do Vera Cruz e 5 do Petrolina (que tem 13) que são os adversários mais próximos. O time precisa de reforços urgentes no ataque e no meio-campo ou então será rebaixado.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

PORTO PERDE PARA O CENTRAL

O Porto perdeu mais um jogo no campeonato pernambucano, dessa vez para o Central dentro de casa. Com esse resultado o Gavião do Agreste continua em 10º lugar, com oito pontos, e luta contra o rebaixamento no hexagonal da morte.
Neste segundo Clássico Matuto da competição (o primeiro ficou em 1x1), as duas equipes foram em busca da vitória e o Porto até que criou mais chances, principalmente no primeiro tempo. Já o Central aproveitou uma oportunidade para abrir o placar e soube segurar a vantagem.
Tentando melhorar sua classificação na tabela, o Porto começou o jogo indo para cima da rival e, logo no primeiro minuto, Fernando Mineiro meteu uma bola na trave. O primeiro chute do Central só veio aos sete minutos, mas sem muito perigo para o goleiro Marquinhos.
O Gavião continuava melhor, e aos 13, Márcio soltou um foguete, mas a bola passou por cima da trave. Aos 16, Juninho, numa cobrança de falta, obrigou o goleiro Hudson, um dos melhores em campo, a fazer uma boa defesa com a ponta dos dedos.
Mas foi o Central quem abriu o placar. Aos 21 minutos, Williams roubou uma bola na saída do Porto e passou para Leonardo, que deu de bandeja para Fábio Silva fazer 1x0, chutando no canto esquerdo, na saída do goleiro Marquinhos. O gol animou os centralinos. Num contra-ataque, aos 23, Doda chutou de bico e a bola bateu na trave do Porto.
O Gavião, no entanto, seguia criando boas chances. Aos 28, com Arlindo, e, aos 31, com Juninho. Outro lance de perigo veio aos 43, quando Rômulo chutou, mas Hudson segurou.
Na etapa complementar, o Gavião voltou ainda mais organizado, levando mais perigo ao gol do Central. Aos 9 minutos, Guego fez uma boa jogada, chutando para outra boa defesa de Hudson. A Patativa também investia e, aos 12, Alanzinho tentou encobrir Marquinhos, mas a bola subiu muito.
O Central voltou ao ataque aos 23, quando Celso tocou para Fábio Silva, que cabeceou com perigo, botando a bola pela linha de fundo. Aos 28, outra investida da Patativa obrigou o goleiro Marquinhos a fazer uma boa defesa.
Aos 41, o Central ficou com um jogador a menos, com a expulsão de Jair Baia. O Gavião se aproveitou da situação para fazer pressão, mas o placar não se alterou.
FICHA DE JOGO
PORTO
Marquinhos, Val, Leonardo, Romero e Arlindo, Vagner Rosa (Paulista), Márcio, Rômulo (Cosme) e Juninho (Guego), Fernando Mineiro e Marlon.
Técnico: Erasmo Forte.
CENTRAL
Hudson, Celso, Humberto, Bebeto e Xavier, Jair Baía, Williams, Doda (Júnior Paulista) e Alanzinho (Franco), Fábio Silva e João Neto.
Técnico: Marcelo Vilar.
Local: Antônio Inácio, em Caruaru.
Árbitro: Salmo Valentim.
Assistentes: Josemar Diniz e Júlio César Bezerra.
Gol: Fábio Silva, aos 21 do 1º.
Cartões amarelos: Jair Baia, Williams e Fábio Silva (C) e Val, Leonardo, Romero, Vagner Rosa, Rômulo e Juninho (P).
Expulsão: Jair Baía.
Público: 3.055.
Renda: R$ 4.195.
Juniores: Porto 3x2 Central.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

FICHA DO JOGO: PORTO 3X3 SANTA CRUZ

JOGO PORTO 3X3 SANTA CRUZ
LOCAL Antonio Inácio (Caruaru)
DATA 20/2/2008
ÁRBITRO Patricio Souza
ASSISTENTES Erick Bandeira e Marcelino Castro
PUBLICO 2532
RENDA R$ 12,215,00
GOLS Arlindo, Stanlei, Juninho,Anderson, Carlinhos PB e Chiquinho.
CARTÕES AMARELOS POrto: Gonçalves, Stanlei, Wagner Rosa, Fernando Mineiro e Cosme. Santa Cruz: Memo, Carlinhos PB, Nildo, Josemar e George.
EXPULSÃO Stanlei

PORTO Danilo, Val(Anderson), Gonçalves, Stanlei e Arlindo. Wagner Rosa(Cosme), Marcio, Romulo e Juninho. Fernando Mineiro(Romero) e Marlos. Tecnico: Erasmo Forte
SANTA CRUZ Paulo Musse, William(George), Josemar, Anderson e Chiquinho. Memo(Gilberto), Alexandre Oliveira, Nildo e Carlinhos Paraiba.Rafael e Diogo Tilico(Thomas Anderson). Tecnico: Fito Neves