Seguidores

domingo, 23 de fevereiro de 2014

PORTO GOLEADO NA ARENA PERNAMBUCO

A má fase do Porto continua no segundo turno do Pernambucano 2014. Jogando na Arena Pernambuco, o Gavião foi goleado pelo o Náutico na tarde deste domingo por 3 a 0. Foi a terceira derrota do Porto em quatro jogos na competição, a equipe ainda tem o pior ataque do hexagonal com apenas dois gols marcados.

Com um início de jogo pouco movimentado, foi do Porto a primeira chance da partida. Com dois minutos, Felipe Almeida recebeu na direita e cruzou rasteiro para Thaciano, que escorou para fora. 

A primeira parte do jogo foi de equilibrio, as duas equipes procuravam valorizar a posse de bola, sem se arriscar muito no ataque. O resultado foi um duelo morno, sem grandes emoções.

O jogo seguiu desta forma. Até que aos 23 minutos, Marcos Vinícius escapou pelo meio, passou por Wallace e tocou no ângulo esquerdo de Emanoel, sem chances de defesa para o goleiro do Porto. 1 a 0 Timbu.

O Náutico ampliou três minutos depois. Pedro Carmona cobrou falta com perfeição no ângulo direito de Emanoel, fazendo a festa da torcida alvirrubra pela segunda vez.

O segundo gol, deixou a equipe do Porto meio atônita, permitindo o domínio do Náutico na última parte da etapa inicial. Aos 35, Elicarlos recebeu um cruzamento da esquerda e rolou para o meio da área, mas após um bate-rebate entre defesa do Porto e ataque do Náutico, Emanoel fez a defesa.

Aos 38, Helder recebeu dentro da área do Porto e deu um leve toque na saída de Emanoel, que falhou ao tentar escolher o lado que a bola iria. 3 a 0 Náutico.

Perdendo por uma diferença de três gols, o técnico Elenilson Santos resolveu mexer na equipe antes do fim do primeiro tempo, promovendo a entrada do atacante Jefinho na vaga do volante Cosme.

O Náutico voltou para o segundo tempo apenas com a intenção de administrar a grande vantagem construída na etapa inicial. O Porto limitava-se apenas em manter a posse de bola, tocando de um lado para o outro.

Sem objetividade, restou ao Porto chegar apenas em três jogadas isoladas de Kiros. Na primeira, uma bola parada que passou perto do gol aos 12 minutos. Na segunda, aos 21, o atacante cabeceou para fora um bom cruzamento de Thaciano.

Mas a melhor chance do Porto surgiu aos 26 minutos. Jefinho encontrou Felipe Almeida na área, o lateral se atrapalhou com a defesa do Náutico e a bola sobrou com Kiros, o atacante soltou a bomba, mas Alessandro salvou o Timbu fazendo uma grande defesa.


Sem ter para onde correr, Elenilson resolveu apostar em seu banco de reservas, promovendo as entradas de Matheus Araripina e Alex Caruaru. Mas o resultado do primeiro tempo foi mantido até o final do jogo.

PORTO ENCARA O NÁUTICO NA ARENA

Após perder no meio de semana para o Sport, o Porto volta a campo neste domingo para enfrentar o Náutico pela quarta rodada do segundo turno do Pernambucano 2014. O jogo será realizado na Arena Pernambuco às 16h.
Com três pontos na competição, o Gavião ocupa a quarta posição na classificação geral e um resultado positivo dará tranquilidade a equipe para o clássico local na próxima quarta-feira.
No Náutico, uma vitória é de fundamental importância para tirar a equipe da crise instalada após a eliminação precoce da Copa Nordeste. O Timbu segue sem vencer no segundo turno, foram dois empates em dois jogos.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

PORTO NÃO SEGURA O SPORT NO LACERDÃO

O Porto perdeu a segunda partida no segundo turno do Pernambucano 2014. Mesmo jogando em casa, o Gavião não foi páreo diante do Sport, perdendo por 2 a 0. Com o resultado, o Porto segue na quarta posição com três pontos, o Sport é líder com seis.

O Sport começou melhor a partida. Logo no primeiro minuto, Erico Júnior escapou pela esquerda e chutou quase sem ângulo, Emanoel mandou para escanteio. O Porto tentava manter a posse de bola, mas quando não conseguia, ficava para a defesa a responsabilidade de segurar o ataque leonino. Aos 10 minutos, Neto Baiano teve uma chance numa cobrança de falta da entrada da área, a bola desviou na defesa e Emanoel mandou para escanteio.

Como o Porto não atacava, o Sport passou a jogar mais em seu campo ofensivo. Aos 22, Ailton fez boa jogada individual e rolou para Patrick. O lateral arriscou de fora da área, Emanoel se esticou todo, mas não conseguiu alcançar. 1 a 0 Sport.

O Porto tentou sair mais para o jogo, mas na medida em que saia abria espaços para o bom toque de bola do Sport. Nos 15 minutos finais, a impressão que se tinha é que o segundo gol rubro-negro sairia a qualquer momento.

Aos 33 minutos, xxx fez boa jogada pelo meio e carimbou o travessão de Emanoel. Três minutos depois, foi a vez de Ananias fazer fila na defesa do Gavião e quase ampliar o placar.

Aos 39, Erico Júnior fez boa jogada na entrada área e tentou chutar colocdo, mas Emanoel estava atento para fazer a defesa.

Se o Sport não conseguiu ampliar no primeiro tempo, foi preciso apenas dois minutos para a rede balançar no segundo. Na falha de marcação da defesa do Porto, Erico júnior encontrou Neto Baiano livre. O atacante invadiu a área e chutou forte no ângulo de Emanoel, que mais uma vez nada pôde fazer.  

Com o resultado negativo, Elenilson Santos tirou Alisson e Thaciano para as entradas de Matheus Araripina e Jefinho. Mas mesmo com mais dois atacantes, o Porto pouco incomodou o goleiro Magrão. Na melhor chance que teve, aos 34, Guego recebeu um cruzamento de Caio da direita e mandou de cabeça, Magrão, bem colocado fez a defesa.

O Sport, no segundo tempo, passou a administrar o resultado, embora superior em campo, também não conseguiu criar grandes chances. E o placar não sofreu alterações.  


terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

PORTO ENCARA O SPORT NESTA QUARTA-FEIRA

O Porto volta a campo nesta quarta-feira para enfrentar o Sport pela terceira rodada do segundo turno do Campeonato Pernambucano. O jogo acontece às 22h no estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. Para este confronto, o técnico Elenilson Santos tem duvidas para escalar o Gavião. É que o lateral esquerdo Jackson e o volante Cosme, estão no departamento e estão praticamente fora do duelo.

Caso não joguem, Elenilson deve improvisar Baiano na lateral e entrar com Alisson na vaga de Cosme. Sendo assim, o Porto deve entrar em campo com: Emanoel, Geninho, Wallace e Alisson. Felipe Almeida, Caio, Evandro, Guego, Thciano e Baiano. Kiros.

O Porto divide a vice-liderança do estadual com o Santa Cruz e o próprio Sport com três pontos. O ingresso para o confronto já tem os preços definidos: arquibancada: R$ 30,00, cadeiras: R$ 50,00 e estudantes: R$ 15,00.


quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

KIROS MARCA DE CABEÇA E PORTO BATE O SANTA CRUZ

Depois de perder na abertura do segundo turno do Pernambucano 2014, o Porto conseguiu a primeira vitória ao bater o Santa Cruz por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, no estádio Luiz Lacerda. O gol da vitória do Gavião foi marcado por Kiros, na etapa complementar da partida. O Porto voltou a vencer um time da capital após três anos de jejum, a última vitória tinha acontecido em 2011 no Lacerdão, contra o Náutico por 2 a 1.

JOGO:

As duas equipes promoveram uma primeira etapa sem grande emoções.  A primeira chance clara de gol surgiu apenas aos 16 minutos. Guego cruzou da esquerda e Tiago Costa afastou para escanteio, dando um susto na torcida do Santa Cruz.

Aos 23, a torcida do Santa Cruz ficou na bronca com o arbitro, Memo cruzou na área e a bola bateu na mão de Cosme, o arbitro entendeu como lance involuntário.

As duas equipes tiveram baixas. O Santa perdeu o meia Renatinho, que saiu machucado para entrada de Jefferson Maranhão, enquanto o Porto perdeu Cosme que saiu machucado para a entrada de Luiz Alberto.

A primeira boa chance do Santa surgiu apenas aos 32 minutos. Raul cruzou na área e numa cabeçada despretensiosa de Caça-Rato, quase engana o goleiro Emanoel, que mandou para escanteio. Dois minutos depois, Nininho tentou numa bola para surpreender Emanoel, mas o goleiro do Porto mais uma vez mandou para escanteio.

O Santa voltou para o segundo tempo com mais objetividade. Logo aos seis minutos, Tiago Costa foi a linha de fundo e cruzou para Caça-Rato, o atacante escorou para o meio da área, mas Memo não conseguiu dominar. No minuto seguinte, Raul recebeu de Nininho, mas acabou chutando na rede pelo lado de fora. O Santa encontrava facilidade para chegar pelo lado direito, aproveitando as subidas de Nininho. Mas Raul, aos 10 e Cassiano no minuto seguinte, não conseguiram aproveitar a chances.

O Porto não demorou para corrigir a marcação, fator que diminuiu as chances corais. Aos 20 minutos, a bola ficou viva na área do Porto, o ataque do Santa tentou três vezes, sem sucesso.

O gol da vitória do Porto saiu aos 26 minutos. Felipe Almeida cobrou escanteio e Kiros subiu mais que todo mundo para cabecear sem chances de defesa para Tiago Cardoso.

Atrás do placar, o Santa foi para frente, mas encontrou uma equipe bem postada na defesa que soube segurar o resultado sem sofrer grande pressão.

Na próxima rodada, o Porto enfrentará o Sport no estádio Luiz Lacerda. O jogo acontece na próxima quarta-feira.


segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

domingo, 9 de fevereiro de 2014

PORTO ESTREIA COM DERROTA NO SEGUNDO TURNO


Em sua estreia no segundo turno, o Porto foi derrotado neste domingo no estádio Cornélio de Barros. Os donos da casa estavam em clima de festa, já que receberam o troféu do primeiro turno momentos antes da partida.

Quando a bola rolou, o Salgueiro não quis saber de brincadeira e abriu o placar com Vitor Caicó aos 34 minutos da etapa inicial. No segundo tempo, Daniel ampliou aos 16 minutos. Felipe Almeida descontou para o Porto aos 26 minutos, dando números finais ao confronto.

O Porto volta a campo na próxima quarta-feira, quando enfrentará o Santa Cruz no Luiz Lacerda. O Salgueiro enfrenta o Sport na Ilhado Retiro.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

PORTO EMPATA E AVANÇA NO PE 2014

Foi uma verdadeira batalha a luta pela terceira vaga no segundo turno do Campeonato Pernambucano. Porto e Serra Talhada travaram um grande duelo na noite desta quarta-feira no estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. O Porto precisava apenas de um empate, e foi o que aconteceu, o Serra saiu na frente com Tobias, mas Kiros garantiu o empate em 1 a 1 e a vaga do Porto na sequencia da competição.

Com Caio cumprindo suspensão, Elenilson Santos optou pela permanência de Jefferson Renan no time titular. Recuando Guego, que jogou a primeira etapa como volante. O Gavião partiu pra cima nos primeiros minutos, mas o maior volume de jogo não se traduziu em grandes jogadas de perigo.

O Serra, por sua vez, tentava chegar ao gol na bola longa, abusando da velocidade de seu ataque. Mas o gol que abriu o placar veio de um cruzamento da esquerda. Aos 11 minutos, Júnior Juazeiro mandou na área, Caixito rolou para Tobias, que apenas colocou no canto esquerdo de Emanoel. 1 a 0 Serra.

O Porto tentou responder no minuto seguinte. Felipe Almeida invadiu a área, mas foi travado na hora da conclusão. O filme que rolava na cabeça do torcedor, era o do jogo do América, quando o Porto perdeu por 1 a 0.

Após o gol, o Serra recuou e dificultou ainda mais a vida do Gavião, que só conseguiu criar outro lance perigoso aos 34 minutos. Nesse tempo, o Porto já havia perdido Jefferson Renan que saiu machucado para entrada de Jefinho, e o Serra perdeu Diogo para entrada de Bebeto. No lance, Felipe Almeida recebeu na entrada da área e mandou a bomba, Carlos espalmou para escanteio.

No segundo tempo, o Porto deu sorte. Logo aos 2 minutos, numa bola alçada na área, Kiros levou a melhor sobre o goleiro Carlos, e de cabeça deixou tudo igual.
O gol deixou a equipe sertaneja desnorteada. Três minutos depois, Jefinho recebeu na área e cabeceou para o meio. A defesa do Serra falhou no corte e Kiros chutou forte, Carlos tirou com a ponta dos dedos.

Aos poucos, o Serra foi se recompondo. O técnico Leivinha apostou em Ricardinho, que entrou na vaga de Elton, para tentar a vitória. E foi do veterano atacante que surgiu uma boa chance aos 13 minutos. Após cruzamento da esquerda, Ricardinho chegou cabeceando com perigo, mas a bola foi por cima do gol de Emanoel. Aos 21, o Serra tentou sua última cartada: Enercino entrou no lugar de Douglas.

Com o Serra saindo para o jogo, as chances do Porto surgiam em contra ataques. Aos 24, Thaciano recebeu na linha da pequena área, fez o giro em cima do marcador, mas na hora de definir, mandou por cima do gol.

O Serra partiu pra cima, enquanto o Porto mantinha uma postura defensiva. Aos 39, Kiros cobrou falta e Carlos foi no canto esquerdo, pegar o chute rasteiro do atacante do Porto.


No fim, a pressão do Serra não foi suficiente para furar o bloqueio do Porto.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

ÚLTIMA COM CLIMA DE DECISÃO PARA PORTO E CENTRAL

Central e Porto decidem seus rumos nesta quarta-feira na última rodada do primeiro turno do Pernambucano 2014. A Patativa ainda sonha com título simbólico de campeão do turno, ao enfrentar o Ypiranga no estádio Otávio Limeira, em Santa Cruz  do Capibaribe. Com 31 pontos, o Central precisa vencer a Máquina de Costura e torcer contra o Salgueiro, que enfrenta o América no mesmo horário, no estádio Cornélio de Barros.

Para esta partida, o técnico Humberto Santos deve colocar um time misto, já pensando na segunda fase da competição. O provável time do Central para este confronto é o seguinte: André, Erick, Anselmo, Alisson e Paulo Rodrigues. Diego Gois, Vagner Rosa, Jaílton e Luiz Fernando. Jonathan Goiano e Deisinho.

No Porto, o clima também é de decisão. Com 23 pontos, o Gavião precisa apenas de um empate contra o Serra Talhada, no estádio Luiz Lacerda, para avançar para segunda fase. O jogo será decisivo, já que o Serra é o adversário direto do Porto pela vaga.

Para este jogo, o técnico Elenilson Santos não poderá contar com o volante Caio. Em seu lugar, deve entrar Rennan. Em compensação, Guego retorna após cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Sendo assim, Jefferson Renan deve voltar ao banco de reservas.

O Porto deve formar com: Emanoel, Felipe Almeida, Wallace, Geninho e Jackson. Cosme, Evandro, Rennan, Guego e Thaciano. Kiros.


Completando a rodada, Chã Grande e Pesqueira duelam no Carneirão às 15hem jogo para apenas cumprir tabela. 

domingo, 2 de fevereiro de 2014

PORTO VENCE EM PESQUEIRA E VOLTA AO G-3

Depois de perder para o América no meio da semana, o Porto se reabilitou no Campeonato Pernambucano ao vencer o Pesqueira fora de casa por 1 a 0. A partida foi válida pela 17ª rodada e foi realizada no estádio Joaquim de Brito. Com o resultado, o Gavião chegou aos 23 pontos, abrindo dois de vantagem para o Serra Talhada, que apenas empatou contra o Salgueiro. Na próxima rodada, as duas equipes se enfrentam, com o Porto precisando de apenas um empate para avançar à próxima fase.

O primeiro tempo começou morno. Embora o Pesqueira tivesse mais volume de jogo, o gramado irregular e o vento forte, atrapalhavam o toque de bola das duas equipes. O Porto assustou primeiro numa bola parada. Aos dois minutos, Kiros cobrou falta de longe, Herbert deu rebote e na sobra, Jackson chutou por cima do gol. O Pesqueira respondeu somente aos 12 minutos. Elton recebeu na entrada da área, fez o corte no defensor do Porto e chutou de perna esquerda, a bola ia em direção ao gol, mas Geninho fez o corte de cabeça.

Embora a partida tivesse uma boa movimentação, os lances de perigo eram poucos. Somente aos 27, o Pesqueira voltou a assustar. Wellington cobrou falta da entrada da área e a bola passou sobre a barreira, mas foi pra fora.

Aos 43, Naldo Petrolina arriscou de fora da área, mas Emanoel mostrou segurança e fez a defesa sem dar rebote.

A primeira etapa parecia que terminaria sem gols. Quando aos 44 minutos, Felipe Almeida cruzou da direita e encontrou Thaciano, que da marca do pênalti, escorou com categoria para abrir o placar para o Gavião.

No segundo, o Porto voltou mais fechado. Mesmo assim, o Pesqueira não conseguia envolver e assustar o gol de Emanoel.

Aos 15, Brown recebeu um passe de Elton e chutou, Emanoel tirou com o pé. O Porto chegou com perigo apenas em uma oportunidade na etapa complementar. Aos 25, Jackson recebeu na área e chutou forte, Herbert mandou para escanteio.


Aos 29, Caio levou o cartão vermelho por uma falta dura no meio campo. Com um homem a mais, o Pesqueira partiu para o tudo ou nada, mas na melhor chance criada, aos 45, Dada chutou forte, a bola desviou na defesa do Gavião e quase enganou Emanoel, que precisou se esticar todo para mandar para escanteio.

sábado, 1 de fevereiro de 2014

PORTO TENTA REABILITAÇÃO EM PESQUEIRA

Após a derrota em casa para o lanterna da competição, o Porto volta a campo neste domingo para enfrentar o Pesqueira. O jogo acontece às 16h no estádio Joaquim de Brito, em Pesqueira. Para este confronto, o técnico Elenilson Santos contará com a volta de Kiros e Emanoel, os dois não atuaram no meio de semana porque estavam suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Outro que deve é retornar é o zagueiro Wallace, o jogador estava no departamento médico desde a sétima rodada, quando se machucou na partida contra o Pesqueira ainda no primeiro turno.

A única baixa do Gavião é o meia Guego, que tomou o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão.

Com 20 pontos na classificação, o Porto precisa conquistar pelo menos mais quatro para não depender de outros resultados. Com a derrota do Vitória para o Central na noite deste sábado por 2 a 1, a briga pela terceira e última vaga no segundo turno do PE2104 deve ficar mesmo entre Porto e Serra Talhada, que também tem 20 pontos. O Vitória tem chances remotas de classificação.

O Porto tem dois cenários diferentes para avançar, mesmo se perder para o Pesqueira, o Gavião terá um confronto direto contra o próprio Serra, na próxima quarta-feira. Caso o Serra vença o Salgueiro, uma vitória simples classifica o Porto, já que o Tricolor de Caruaru tem uma vitória a mais. O outro cenário é a vaga antecipada, o Porto vence o Pesqueira e torce por um tropeço do Serra contra o Salgueiro. Sendo assim, mesmo com uma derrota na última rodada, o Porto avançaria na competição.


O Porto deve atuar neste domingo com seguinte formação: Emanoel, Felipe Almeida, Geninho, Wallace e Jackson. Caio, Evandro, Cosme, Thaciano e Jefferson Renan. Kiros.