Seguidores

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

PORTO PERDE PARA O CENTRAL

O Porto perdeu mais um jogo no campeonato pernambucano, dessa vez para o Central dentro de casa. Com esse resultado o Gavião do Agreste continua em 10º lugar, com oito pontos, e luta contra o rebaixamento no hexagonal da morte.
Neste segundo Clássico Matuto da competição (o primeiro ficou em 1x1), as duas equipes foram em busca da vitória e o Porto até que criou mais chances, principalmente no primeiro tempo. Já o Central aproveitou uma oportunidade para abrir o placar e soube segurar a vantagem.
Tentando melhorar sua classificação na tabela, o Porto começou o jogo indo para cima da rival e, logo no primeiro minuto, Fernando Mineiro meteu uma bola na trave. O primeiro chute do Central só veio aos sete minutos, mas sem muito perigo para o goleiro Marquinhos.
O Gavião continuava melhor, e aos 13, Márcio soltou um foguete, mas a bola passou por cima da trave. Aos 16, Juninho, numa cobrança de falta, obrigou o goleiro Hudson, um dos melhores em campo, a fazer uma boa defesa com a ponta dos dedos.
Mas foi o Central quem abriu o placar. Aos 21 minutos, Williams roubou uma bola na saída do Porto e passou para Leonardo, que deu de bandeja para Fábio Silva fazer 1x0, chutando no canto esquerdo, na saída do goleiro Marquinhos. O gol animou os centralinos. Num contra-ataque, aos 23, Doda chutou de bico e a bola bateu na trave do Porto.
O Gavião, no entanto, seguia criando boas chances. Aos 28, com Arlindo, e, aos 31, com Juninho. Outro lance de perigo veio aos 43, quando Rômulo chutou, mas Hudson segurou.
Na etapa complementar, o Gavião voltou ainda mais organizado, levando mais perigo ao gol do Central. Aos 9 minutos, Guego fez uma boa jogada, chutando para outra boa defesa de Hudson. A Patativa também investia e, aos 12, Alanzinho tentou encobrir Marquinhos, mas a bola subiu muito.
O Central voltou ao ataque aos 23, quando Celso tocou para Fábio Silva, que cabeceou com perigo, botando a bola pela linha de fundo. Aos 28, outra investida da Patativa obrigou o goleiro Marquinhos a fazer uma boa defesa.
Aos 41, o Central ficou com um jogador a menos, com a expulsão de Jair Baia. O Gavião se aproveitou da situação para fazer pressão, mas o placar não se alterou.
FICHA DE JOGO
PORTO
Marquinhos, Val, Leonardo, Romero e Arlindo, Vagner Rosa (Paulista), Márcio, Rômulo (Cosme) e Juninho (Guego), Fernando Mineiro e Marlon.
Técnico: Erasmo Forte.
CENTRAL
Hudson, Celso, Humberto, Bebeto e Xavier, Jair Baía, Williams, Doda (Júnior Paulista) e Alanzinho (Franco), Fábio Silva e João Neto.
Técnico: Marcelo Vilar.
Local: Antônio Inácio, em Caruaru.
Árbitro: Salmo Valentim.
Assistentes: Josemar Diniz e Júlio César Bezerra.
Gol: Fábio Silva, aos 21 do 1º.
Cartões amarelos: Jair Baia, Williams e Fábio Silva (C) e Val, Leonardo, Romero, Vagner Rosa, Rômulo e Juninho (P).
Expulsão: Jair Baía.
Público: 3.055.
Renda: R$ 4.195.
Juniores: Porto 3x2 Central.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

FICHA DO JOGO: PORTO 3X3 SANTA CRUZ

JOGO PORTO 3X3 SANTA CRUZ
LOCAL Antonio Inácio (Caruaru)
DATA 20/2/2008
ÁRBITRO Patricio Souza
ASSISTENTES Erick Bandeira e Marcelino Castro
PUBLICO 2532
RENDA R$ 12,215,00
GOLS Arlindo, Stanlei, Juninho,Anderson, Carlinhos PB e Chiquinho.
CARTÕES AMARELOS POrto: Gonçalves, Stanlei, Wagner Rosa, Fernando Mineiro e Cosme. Santa Cruz: Memo, Carlinhos PB, Nildo, Josemar e George.
EXPULSÃO Stanlei

PORTO Danilo, Val(Anderson), Gonçalves, Stanlei e Arlindo. Wagner Rosa(Cosme), Marcio, Romulo e Juninho. Fernando Mineiro(Romero) e Marlos. Tecnico: Erasmo Forte
SANTA CRUZ Paulo Musse, William(George), Josemar, Anderson e Chiquinho. Memo(Gilberto), Alexandre Oliveira, Nildo e Carlinhos Paraiba.Rafael e Diogo Tilico(Thomas Anderson). Tecnico: Fito Neves

MARCOS PARANÁ TEM DEDO DECEPADO

O meia-atacante do Porto Marcos Paraná, de 22 anos, perdeu parte do dedo médio da mão direita num acidente ocorrido, no final da tarde de ontem, no Ninho do Gavião, centro de treinamento do time de Caruaru.
De acordo com testemunhas, o treino já havia acabado e o jogador estava realizando cobranças de faltas.
“Uma parte da rede estava solta e ele foi ajeitar. No primeiro salto conseguiu prender um parte. Quando pulou, novamente, caiu gritando. Foi um desespero. Todo mundo correu para ver o que havia acontecido”, relatou o massagista do clube, Eraldo Lucena.
Após o salto, a falange do dedo médio do jogador, onde estava a sua aliança, foi decepada, pois ficou presa em dos ganchos que segura a rede. Paraná foi socorrido pelo massagista e por colegas.
O goleiro Danilo chegou a colocar a parte decepada do dedo em um copo com gelo, pensando na possibilidade de um reimplante. Paraná foi levado para o hospital Santa Efigênia, onde passou por uma cirurgia.
De acordo com o médico Marcelo Capela, a situação não permitiu a realização de uma cirurgia de reimplante.
"Ele já chegou aqui com parte do dedo amputado e não houve condição de fazer o reimplante. A intervenção cirúrgica teve como objetivo fazer a regularização do coto (extremidade do membro amputado)", explicou o médico.
Paraná vai ficar em observação nos próximos dias. Segundo os médicos, ele ficará afastado dos gramados por cerca de 30 dias.
Em 2004, um outro caso parecido ocorreu na Europa – o meia Paulo Diogo, do suíço Servette, teve o dedo anular da mão esquerda amputado após prender a aliança no alambrado do estádio ao comemorar um gol.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

PORTO DEIXA ESCAPAR VITÓRIA FACIL

DEPOIS DE ESTAR GANHANDO DE 3X0 O PORTO DEIXA O SANTA EMPATAR

O Santa Cruz correu o risco ontem à noite, em Caruaru, de levar uma goleada histórica. Mas, depois de sair perdendo por 3x0 para o Porto, o Santa Cruz mostrou poder de reação e conseguiu buscar um empate heróico, por 3x3, no Antônio Inácio de Souza, pela antepenúltima rodada da segunda fase do primeiro turno da Série A1 do Campeonato Pernambucano.
O time permanece na sétima colocação, agora com 13 pontos contabilizados. Perde para o sexto, o Central, no critério de saldo de gols (4x1). A equipe de Caruaru, entretanto, vai entrar em campo hoje. O Central enfrenta o Ypiranga (quinto, com 14) no Luiz Lacerda, também em Caruaru. . O Porto, que continua na décima colocação, com oito pontos, volta a jogar domingo, no clássico local contra os centralinos, em casa.
O Santa iniciou o jogo de ontem acuado pelo Porto, que ganhou o meio-de-campo e esteve sempre mais perto de marcar. A pressão, porém, só deu resultado, aos 32 minutos, quando Arlindo tabelou com Fernando e mandou para a rede.
O segundo tempo começou eletrizante para os donos da casa. Aos 3, Stanley fez o segundo. Apenas cinco minutos depois, Juninho aumentou para 3x0. A partir daí, o Porto se esqueceu de jogar, enquanto o Santa tratou de fazer pressão. Aos 15, Anderson diminuiu. Carlinhos Paraíba marcou o segundo, aos 23. Por fim, depois da expulsão de Stanley, Chiquinho empatou, aos 35. Os visitantes ainda desperdiçaram uma série de chances de virar.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

PRÓXIMOS JOGOS

O Porto tem três jogos importantes pela frente, dois deles em casa, é preciso somar pontos já que no hexagonal da morte os pontos do primeiro turno seram mantidos:

PORTO X SANTA CRUZ
quarta-20/2/2008-Antonio Inácio-21h45min.
PORTO X CENTRAL
domingo-Antonio Inácio24/2/2008-16h
YPIRANGA X PORTO
domingo-Antonio Inácio-2/3/2008-16h

FICHA DO JOGO: CENTRAL 1X1 PORTO

CENTRAL 1X1 PORTOLOCAL Estádio Luís Lacerda (Caruaru)
DATA 17/02/2008
PUBLICO 4,970
RENDA R$ 9,760,00
ÁRBITRO Gilberto Castro Júnior
ASSISTENTES Albert Junior e João Marcelo Albert
GOLS Marlos e Leonardo
CARTÕES AMARELOS Central:Márcio. Porto:Marquinhos, Cosme, Maxwell, Marlos, Romero e Anderson
CARTÕES VERMELHOS Xavier e Damião.

CENTRAL
Hudson, Celso(Doda), Bebeto, Marcio e Xavier. Williams(Fábio Silva), Moacir, Edu Chiquita e João Neto. Cláudio(Alanzinho) e Leonardo.Tecnico: Flávio Barros.
PORTO
Marquinhos, Damião, Gonçalves, Stanlei e Maxwell(Romero).Cosme, Marcio, Romulo e Juninho.Fernando Mineiro(Bibi) e Marlos(Anderson).Tecnico: Erasmo Forte.

GAVIIÃO EMPATA COM CENTRAL


MESMO COM COM O ÁRBITRO MARCANDO UM PENALTI QUE NÃO EXISTIU E AS PÉSSIMAS CONDIÇÕES DO GRAMADO O EMPATE FOI BOM PARA O GAVIÃO

No clássico do Agreste, Central e Porto ficaram no empate por 1x1, em jogo realizado ontem à tarde, no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. As emoções da partida só vieram no segundo tempo, quando aconteceram os dois gols, já que na primeira etapa as duas equipes não mostraram um bom futebol. Quem abriu o placar, aos 13 minutos, foi o Gavião, com Marlos. A Patativa desperdiçou um pênalti no início da partida, mas empatou aos 35, com Leonardo.
O placar tira o Porto da zona de rebaixamento, com 7 pontos, subindo do 11º para o 10º lugar. Já o Central chegou aos 13, mas caiu duas posições, ficando agora em 6º.
Com menos de um minuto de jogo o arbitro Gilberto Castro Júnior errou ao marcar um pênalti que não existiu em cima do atacante Cláudio. Quem bateu foi o veterano Leonardo, que chutou forte no lado direito do goleiro Marquinhos, que foi na bola e botou para fora.
A Patativa começou no ataque e até os 15 minutos esteve melhor em campo, criando mais oportunidades. Como a boa cabeçada de Bebeto, aos 10. Na marca dos 17, quem tentou foi Fernando Mineiro, que recebeu um cruzamento, mas chutou fraco. Um minuto depois as duas equipes ficaram com um jogador a menos. Por causa de uma discussão, o Porto perdeu Damião e o Central, Xavier.
A primeira jogada de perigo do Porto só veio aos 28, quando Rômulo chutou forte, obrigando o goleiro Hudson a fazer uma boa defesa. O Gavião fez pressão e um minuto depois foi a fez de Gonçalves bater de primeira, mas a bola subiu demais. Outra chance do Gavião veio aos 36, dessa vez com Fernando Mineiro, que chutou para a defesa de Hudson.
Na etapa complementar o jogo foi mais emocionante e as duas equipes criaram mais oportunidades de gols. Aos sete minutos Bebeto deixou João Neto na cara do gol, mas o chute dele bateu na zaga. Quem abriu o placar, aos 13, foi o Gavião. Marlos recebeu uma bola pela direita, aproveitou uma falha da defesa, e botou a bola no canto esquerdo do goleiro Hudson.
As duas equipes continuavam procurando o caminho do gol e, aos 35 Leonardo, aproveitando um rebote, empatou para o Central. O gol centralino acordou a torcida, mas o Gavião não se entregou. Aos 40, Romero chutou de longe, mas a bola foi para fora. No resto da partida o Central teve mais presença em campo enquanto que o Porto tentava principalmente nos contra-ataques, mas o placar não se alterou.
GRAMADO- Absurdo mesmo foi as péssimas condições do gramado do Central, que como disse o ex-tecnico do Sport ano passado Galo, parece um pasto mesmo, cadê o pessoal da federação que não ver isso?
Quem foi ver o jogo viu que o gramado não tem a menor condição. E ainda vai ter jogo pela Copa do Brasil.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

FICHA DO JOGO: PORTO 0X1 YPIRANGA

ESTÁDIO: Antonio Inácio de Souza
DATA: 7/2/2008
ARBITRO: Andrea Amorim
ASSISTENTES: Wilton Lins e Luís Fernando Coelho
GOL: Laercio
CARTÕES AMARELOS: Stanlei, Juninho, Pierre (Porto). Rogério, Laércio, Netinho (Ypiranga)
PÚBLICO: 2530
RENDA: R$ 2.530,00

PORTO
Marquinhos, Val(Marlos), Stanley, Gonçalves e Arlindo. Romulo, Marcio, Junninho(Pierre) e Leandro(Andeson). Bibi e Fernando Mineiro.
YPIRANGA
Romero, Bruno, Netinho, Rogerio(Clayton) e Adeildo. Iarle, Ione, Juninho(Nonato) e Laercio. Marcelo Santos(Assis) e Edmundo

PORTO 2X2 SANTA CRUZ EM RECIFE

O Santa Cruz cedeu o empate em 2x2 para o Porto, então penúltimo colocado no Campeonato Pernambucano 2008 no Arruda, pela segunda rodada do Grupo E do Primeiro Turno do Estadual. O empate foi o terceiro do Santa Cruz, depois de ter perdido na rodada anterior para o Central, e agora soma 12 pontos. O empate também foi o terceiro do Porto, que passa para seis pontos.
Jogando em casa, o Santa Cruz abriu o marcador logo aos 5 minutos, com Chiquinho, que balançou as redes depois de driblar Damião. Após o gol, o Porto se tornou mais aguerrido e, aos 31 minutos, numa cobrança de falta de Marlos, a equipe empatou. Aos 43, o Tricolor voltou mais uma vez à frente no marcador, com Marcelo Heleno fazendo 2x1, de cabeça, ao receber a bola de escanteio de Carlinhos Paraíba. O Santa Cruz começou o segundo tempo com mudanças. E logo no primeiro minuto, Thomas Anderson, que havia entrado no lugar de Roma, levantou a torcida, com um bonito drible. No meio da etapa, o Porto também alterou a equipe, e com efeito. Um minuto após entrar em campo, substituindo Juninho, Guego empatou aos 23 minutos. Aos 29, o time dirigido por Erasmo Forte teve a grande chance de vencer, com ataques seguidos de Guego e Márcio, defendidos por Paulo Musse. A três minutos do fim do jogo, Vágner Rosa foi expulso, mas o Santa Cruz não conseguiu tirar proveito de ter um homem a mais em campo.
Na próxima rodada, o Santa Cruz vai enfrentar, dia 17, o Ypiranga, às 16h, em Santa Cruz do Capibaribe. Já o Porto enfrentará o Central, no mesmo horário, em Caruaru.

FICHA DO JOGO: SANTA CRUZ 2X2 PORTO

SANTA CRUZ
Paulo Musse; William, Marcelo Heleno, Anderson e Chiquinho; Genalvo, Alexandre (Gilberto), Carlinhos Paraíba e Rosembrik (Nildo); Roma (Thomas Anderson) e Rafael Rebelo. Técnico: Zé do Carmo.
PORTO
Marquinhos; Damião, Gonçalves, Romero e Maxwell (Arlindo); Vágner Rosa, Márcio, Rômulo e Fernando Mineiro (Bibi); Juninho (Guego) e Marlos Técnico: Erasmo Forte.
LOCAL: Arruda (Recife)
DATA: 9/2/2008
ARBITRO: Ricardo Tavares
ASSISTENTES: José Pedro Wanderley e Sebastião Rufino Filho
GOLS: Chiquinho(SC), Marlos(P), Marcelo Heleno(SC), Guego(P).
CARTÕES AMARELOS: Porto - Rômulo (Porto) - 36min (2T), Marquinhos - 33min (2T), Damião - 28min (2T), Vágner Rosa - 10min (2T), Maxwell - 42min (1T), Márcio - 37min (1T)Santa Cruz - Nildo - 32min (2T), Carlinhos Paraíba - 15min (1T)
EXPULSÃO: Wagner Rosa
GOLS:
Público total: 12.834
Renda: R$ 13.310

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

FICHA DO JOGO: PORTO 2X0 CENTRO

LOCAL: Antonio Inácio
DATA: 30/01/2008
ARBITRO: Ricardo Tavares
ASSISTENTES Ricardo Menezes e Marcelino Castro
GOLS: Fernando Mineiro (2)
CARTÕES AMARELOS: Marcio, Juninho e Wagner Rosa
PUBLICO: 1215

PORTO
Marquinhos, Val, Stanley, Gonçalves e Arlindo. Wagner Rosa, Marcio, Juninho(Leite) e Marcos Paraná(Pierre). Bibi e Fernando Mineiro(Rômulo).
CENTRO
Gilbrto, Paulo Ricardo, Ricardo(Sabará), Douglas e Edson. Bartô(Marcelo), Wanderson, Nego(Flavio), Mauricio. Buiu e Marcelinho.

FICHA DO JOGO: PORTO 0X1 SERRANO

LOCAL: Antonio Inácio (caruaru)
DATA:27/01/2008
ARBITRO: Antonio Justino Jr.
BANDEIRAS: José Pedro Wanderley e Luís Fernando Coelho.
PUBLICO: 1554 Total.
RENDA:7.479,20
CARTÕES AMARELOS:Gonçalves, Romero, Arlindo, Bibi e Marcos Paraná. Minho,Marcondes, Edivan e Edu Mattos.
EXPULSÃO:Minho.
GOL: Jr Xuxa

PORTO
Marquinhos, Val, Gonçalves, Stanley, Romero(Bibi) e Arlindo(Maxwell). Rômulo(Bruno), Wagner Rosa, Juninho e Marcos Paraná. Fernando Mineiro
SERRANO
Luciano, Rogério, Edu Mattos, Jacó e Minho. Marcondes, Nal(Givaldo) Roberval(Flavio) e Carlos Alberto. Fabian e Jr Xuxa(Edivan).

PORTO PERDE PARA O YPIRANGA

O Porto perdeu mais uma no campeonato pernambucano nessa quinta feira, mostrando um futebol apático e sem objetividade o gavião escapou de levar uma goleada do Ypiranga.
O jogo começou equilibrado e bem movimentado com as duas equipes criando algumas chances, porém o Ypiranga chegava com mais perigo e perdeu pelo menos três chances claras de gols ainda no primeiro tempo, quando o Porto parecia que ia equilibrar a partida levou um gol numa cobrança de falta de Laércio, Marquinhos nem saiu do lugar.
No Final do primeiro tempo o Ypiranga ainda perdeu outra grande chance.
O segundo tempo é quase uma repetição do primeiro, o Porto tem o domínio da bola mas o Ypiranga é mais objetivo e consegue parar os homens de meio do gavião. Juninho e Leandro quase não tocavam na bola e Bibi sempre que era acionado não conseguia produzir nada. A única chance que o Porto teve no segundo tempo foi com um belo chute de Márcio da entranda da área defendido por Romero. O Ypiranga poderia ter feito mais gols mas parou na ineficiência dos seus atacantes.No Final o Porto tentou chegar na base do desespero, mas sem perigo para o adversário.
O Porto segue na vice-lanterna com apenas 5 pontos e praticamente fora do hexagonal final.

sábado, 2 de fevereiro de 2008

Porto estréia na segunda fase quinta contra Ypiranga

A segunda fase do Primeiro Turno do Campeonato Pernambucano 2008 começa com algumas mudanças. O sistema de disputa permanece o mesmo. Mas, a grande alteração está na ordenação dos times nos novos grupos. Náutico, Santa Cruz e Sport permanecem como cabeça de chave. Outra novidade é a contagem dos pontos, que não zera e segue como está até o momento.
As partidas dessa nova fase serão com as equipes do mesmo grupo jogando entre si em partidas de ida e volta. Dessa forma, o Náutico, cabeça de chave do grupo D, ficou ao lado do Petrolina (6º), Centro Limoeirense (9º) e Sete de Setembro (12º). O Santa Cruz, no D, está com o Central (5º), Ypiranga (8º) e Porto (11º). Por fim, o Sport, Serrano (3º), Salgueiro (7º) e Vera Cruz (10º) compõem o grupo F.
Não se sabe ao certo qual critério a Federação Pernambucana de Futebol utilizou para estabelecer essa nova divisão. É bom lembrar que sagra-se campeão do turno o time que ao término dessas duas fases somar o maior número de pontos.
CLÁSSICO MATUTO
A boa notícia é que pelo menos dois clássicos o futebol pernambucano terá nessa segunda fase do primeiro turno. As equipes do Porto e Central, ambas de Caruaru, no Agreste do estado, estão no mesmo grupo e se enfrentarão em duas oportunidades.
Com a nova distribuição, os grupos ficaram da seguinte forma
Grupo D
NáuticoPetrolina (6º)Centro Limoeirense (9º)Sete de Setembro (12º)
Grupo E
Santa CruzCentral (5º)Ypiranga (8º)Porto (11º)
Grupo F
SportSerrano (3º)Salgueiro (7º)Vera Cruz (10º)

RODADA
A primeira rodada dessa nova fase será realizada na próxima quarta-feira de Cinzas (6) e na quinta-feira (7). Os primeiros jogos serão: Centro Limoeirense x Náutico, Sete de Setembro x Petrolina, Central x Santa Cruz e Serrano x Salgueiro. Na quinta, o Sport enfrenta na Ilha do Retiro o Vera Cruz e Porto X Ypranga.
Da Redação do pe360graus.com