Seguidores

terça-feira, 31 de março de 2009

PORTO VENCE E ABRE 4 PONTOS DE VANTAGEM

Na briga caseira por uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro, melhor para o Porto. O Gavião do Agreste foi até Garanhuns e venceu o Sete de Setembro por 1x0, ontem à noite, gol de Joelson cobrando penalti, abrindo quatro pontos de vantagem sobre o Central na classificação geral do Campeonato Pernambucano, que dá vaga no Nacional. Os centralinos tropeçaram em casa.
Com a vitória no Gigante do Agreste, o Porto foi a 31 pontos, assumindo a quarta colocação geral. O Central, que ficou no 1x1 com o Ypiranga, em Caruaru, foi a 27, caindo para sexto.
O Porto pode garantir a vaga já no próximo domingo se vencer a Cabense no Luís Lacerda e o Central tropeçar diante do Vitória no Carneirão.

FICHA DO JOGO

VITÓRIA 0X4 PORTO
DATA Carneirão(Vitoria de Santo Antão)
LOCAL 29/03/2009
ÁRBITRO Gleidson Leite
ASSISTENTES Eric Bandeira e Roberto José
GOLS Guego, Airton, Rogério e Joelson
CARTÕES AMARELOS Vitória: Sandro Miguel. Porto: Romulo e Airton.
PUBLICO 2.068
RENDA R$ 9.360,00

VITORIA
Fernando, Edson Mendes(Fausto), Cleyton, Rosinaldo e Sandro MiguelGildenor). Cristiano, Batata, Jorge Guerra e Dinda(Marquinhos Vitória). Alexandro e Eduardinho. Técnico: Pedro Manta.
PORTO
Marcelo Silva, Romero, Gonçalves e Stanley. Baiano, Wagner Rosa(Rodolfo Potiguar), Romulo, Guego(Neilson) e Airton. Rogério(Thiago Laranjeira) e Joelson. Técnico: Peu Santos.

segunda-feira, 30 de março de 2009

PORTO GOLEIA E SEGUE NA LUTA PELA SÉRIE D

O Porto, de Caruaru, vai rodada a rodada se aproximando do principal objetivo que foi traçado no início da temporada. Conquistar uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro. Ontem, após mais uma vitória, os caruaruenses se mantiveram na quarta colocação geral do Campeonato pernambucano, com 28 pontos. O Gavião também é quarto colocado no segundo turno, agora com 12 pontos conquistados.
Na partida de ontem, o Porto foi até Vitória de Santo Antão para enfrentar o Vitória, que vive uma situação não muito boa e briga apenas contra o rebaixamento. Opostos na tabela, as duas equipes também apresentaram um futebol completamente diferente dentro de campo. O porto foi muito superior durante toda a partida e acabou vencendo por 4x0.
Conhecedor do futebol apresentado pelo vitória, o treinador Peu Santos, do Porto, que treinou o adversário durante todo o primeiro turno, usou de seus conhecimentos para definir a estratégia de jogar nos contra-ataques. Deu tanto certo, que foi assim que o tricolor de Caruaru abriu o placar. O meia Guego, aos 21, mandou a bola para o fundo das redes de Fernando Henrique e deu início na goleada.
Depois do primeiro gol o Porto se fechou ainda mais na defesa na espera de uma reação da equipe do Vitória, que não veio. Aos 34, o lateral-esquerdo Aírton ampliou o placar: 2x0. O time de Peu Santos fez seu terceiro gol ainda no primeiro tempo e foi para o intervalo com uma ótima vantagem no placar. Rogério marcou aos 43.
Com um futebol igual ao apresentado na primeira etapa, a equipe do Vitória não conseguiu a reação na partida. Pedro Manta tentou mudar o time, mas a situação só piorou.
Aos 34 do segundo tempo, o atacante Joélson deu o golpe final no Taboquito e fez 4x0 para o Porto. Na próxima rodada a equipe de Vitória de Santo Antão vai enfrentar o Náutico, nos Aflitos. O Porto sai para jogar contra o Sete de Setembro.

sexta-feira, 27 de março de 2009

FICHA DO JOGO

PORTO 3X0 SALGUEIRO
LOCAL Luís Lacerda(Caruaru)
DATA 25/03/2009
ÁRBITRO Ricardo Tavares
ASSISTENTES Roberto José e Luís Fernando Coelho
GOLS Baiano, Joelson e Airton.
CARTÕES AMARELOS Stanley e Aldair.
PUBLICO 1.671
RENDA 8.048,00
PORTO
Marcelo Silva, Leonardo(Oziel), Stanley e Romero. Baiano, Romulo(Rodolfo Potiguar), Guego, Thiago Laranjeira(Anderson) e Airton. Marlos e Joelson. Tecnico: Peu Santos
SALGUEIRO
Luciano, Moreilandia(Aldair), Alisson, Henrique e Marcos Mendes. Vitor Caicó, Tiago(Jean Carlos) e Elvis. Gilson Costa e Paulo Rangel. Tecnico: Neco.

quinta-feira, 26 de março de 2009

FICHA DO JOGO

SPORT 3X0 PORTO
LOCAL Ilha do retiro(Recife)
DATA 22/03/2009
ÁRBITRO Emerson Sobral
ASSISTENTES Pedro Vanderley e Alcides Lira
GOLS Romero(contra), Vandinho e Paulo Baier.
CARTÕES AMARELOS Porto: Baiano, Gonçalves, Wagner Rosa, Joelson e Rogério. Sport: Bruno Telles, Cesar Lucena, Jonas e Andrade.
PUBLICO 19.109
RENDA R$ 117.180,00
SPORT
Magraõ, Igor, Elias(Andrade) e Cesar. Moacir(Jonas), Hamilton, Daniel Paulista, Paulo Baier e Bruno Telles. Wilson e Vandinho(Guto). Técnico: Nelsinho Baptista.
PORTO
Marcelo Silva, Romero, Gonçalves e Stanley. Baiano. Romulo(Rodolfo Potiguar), Wagner Rosa, Guego(Thiago Laranjeira) e Airton. Rogério(Paulista) e Joelson. Técnico: Peu Santos.

PORTO VENCE E JOELSON MARCA GOL 500

O Porto não tomou conhecimento do Salgueiro e venceu o duelo de ontem por 3x0, no estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. O Gavião retomou a quarta posição na classificação geral, agora com 25 pontos, dois a mais do que o Central, derrotado pelo Serrano.
Se o campeonato acabasse agora, o Porto estaria garantido na Série D do Brasileiro. Já o Salgueiro caiu para a sexta posição, com 23. No entanto, o Carcará já está assegurado na Terceira Divisão Nacional.
O Gavião mandou no jogo desde o começo e abriu o placar, aos 32. Numa jogada pela direita, Rômulo tocou para Baiano, que acertou um bom chute cruzado. Aos 40, Joélson aproveitou o bate-rebate e empurrou para o fundo da rede, esse foi o gol de número 500 do Porto em campeonatos pernambucano. Na etapa complementar, o Porto voltou mais recuado aproveitando os contra-ataques e Airton marcou o terceiro gol do tricolor caruaruense. Vale ressaltar a grande atuação do goleiro Marcelo Silva do Porto que segurou a pressão do Salgueiro no segundo tempo.
O Porto volta a campo próximo domindo contra o Vitória em Vitória de Santo Antão.

domingo, 22 de março de 2009

SPORT 3X0 PORTO

O Porto perdeu para o Sport por 3x0 hoje a tarde na Iha do Retiro e se complica na luta pela vaga na Serie D. O Gavião soma 22 pontos na classificaçao geral contra 23 do Central.
O Sport abriu o placar logo no início do jogo. Aos 4 minutos, Romero marcou gol contra do Porto, num rebote do goleiro Marcelo numa tentativa do rubro-negro Bruno Teles. Com a vantagem, os rubro-negros passaram a se posicionar melhor ao longo da etapa, depois de o Gavião dominar o meio-de-campo. Apesar das investidas - principalmente por parte do meia Paulo Baier em bolas paradas -, o placar não mudou até o intervalo.
O segundo tempo começou com um susto. Aos 6 minutos, o zagueiro Elias, do Sport, caiu em campo depois de por a mão no peito. O jogador, substituído por Andrade, foi atendido na ambulância e reanimado. Segundo o médico do Sport, o zagueiro teve "dificuldade de respirar e recebeu oxigênio".
Aos 17 minutos, a arbitragem marcou impedimento no gol que seria o do empate do Porto. Dois minutos depois, o Sport ampliou o marcador - na estreia como titular na equipe, Vandinho, de cabeça, fez 2x0. Aos 45 minutos, depois de tentativas frustradas em bolas paradas, Paulo Baier assinala no marcador 3x0 para o Sport, numa jogada de Daniel Paulista.
O Porto tem uma maratona dificil e decisiva pela frente. Quarta (25) recebe o Salgueiro. Domingo(29) pega o Vitória fora de casa e na quarta(1) o Sete de Setembro. O Gavião precisa somar pontos se quiser que o ano não acabe cedo demais.

segunda-feira, 16 de março de 2009

FICHA DO JOGO

PORTO 2X1 CENTRAL
DATA 15/03/2009
LOCAL Luiz Lacerda(Caruaru)
ÁRBITRO Claudio Mercante
ASSISTENTES Jossemar Diniz e Alcides Lira.
CARTÕES AMARELOS Porto: Marcelo, Romero e Wagner Rosa. Central: Bebeto, Ely e Edu Xiquita.
GOLS Rogério, Fábio Silva e Joelson.
PUBLICO 4.140
RENDA 22.340,00
PORTO
Marcelo, Gonçalves, Stanley e Romero. Baiano, Romulo(Rodolfo Potiguar), Wagner Rosa, Guego(Neilson) e Airton. Rogerio(Paulista) e Joelson. Técnico: Peu Santos.
CENTRAL
Davi, Ely(Careca), Sidney, Bebeto e Cícero Cesar(Igor). Fernando, Marcio, Edu Xiquita e Ailton. Fábio Silva e Cláudio(Gil). Tecnico: Roberto de Jesus.

FICHA DO JOGO

PETROLINA 1X0 PORTO
LOCAL Paulo de Souza Coelho(Petrolina)
DATA 11/03/2009
ÁRBITRO Emerson Sobral
ASSISTENTES Elan Viera e Marcelino Castro
CARTÕES AMARELOS Porto: Oziel, Gonçalves, Kiros e Wagner Rosa. Petrolina:Ronaldo, Wando, Luiz Paulo e Odilon.
GOL Nildo
PUBLICO 1,918
RENDA R$ 9.085,60
PETROLINA
Ary, Daniel(Nanau), Ronaldo Baltazar e Cuinha. Wando, Neto Maranhão, Alex Imbiribeira(Alex Silva) e Nildo(Everton). Luiz Paulo e Odilon. Técnico: Luciano Ribeiro.
PORTO
Danilo, Gonçalves, Stanley e Romero. Baiano, Romulo(Thiago Laranjeira), Wagner Rosa, Guego(Marlos) e Oziel. Joelson e Rogerio(Kiros). Técnico: Peu Santos.

PORTO BATE CENTRAL E TOMA QUARTO LUGAR GERAL

JORNAL DO COMMERCIO
O Porto levou a melhor no clássico da Capital do Agreste e venceu o Central, por 2x1, em jogo realizado na tarde de ontem, no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. Importante na briga pelas duas vagas pernambucanas na recém-criada Série D do Brasileiro, o resultado do jogo ajudou o Gavião a ultrapassar a Patativa na classificação geral do Estadual.
Agora, o tricolor tem 22 pontos, na quarta posição geral, enquanto o alvinegro caiu para quinto, com 20. Ambos brigam principalmente com o Santa Cruz (3º, com 31) por assento na quarta divisão nacional. Mais atrás estão Cabense (com 19), Ypiranga e Sete de Setembro (com 15). O Salgueiro (com 20) já tem vaga na garantida na Série C.
O Porto criou as melhores oportunidades de gol, principalmente no primeiro tempo. Os jogadores do Gavião se aproveitavam principalmente da desorganização da defesa rival, desfalcada de alguns titulares, para chegar ao gol do Central.
A pressão começou logo no começo da partida e depois de duas investidas Rogério abriu o placar. Aos três minutos, ele penetrou na área e soltou uma bomba no ângulo superior direito, sem defesa para o goleiro Davi.
O Gavião seguiu no ataque e quase ampliou o placar, aos 17 minutos, quando Joelson chutou, e Davi segurou. Outro lance de perigo surgiu na marca dos 21. Num cruzamento de Rômulo, Guego chutou, e Davi espalmou para fora.
O gol de empate do Central veio aos 25, num pênalti cobrado com perfeição por Fábio Silva, cada vez mais vivo na briga pela artilharia, agora, com 10 tentos, um a menos do que Ciro, do Sport, o líder da lista.
O segundo tempo foi mais equilibrado, com as duas equipes criando boas oportunidades de gol. O Porto também começou botando pressão com duas investidas perigosas. Aos 16, foi a vez de o Central levar perigo ao gol adversário, com um chute forte de Ely. Dois minutos depois Cláudio bateu para defesa de Marcelo Silva. O Gavião perdeu outra chance aos 29, com Paulista, e a Patativa aos 32, com Gil.
O gol da vitória do Porto saiu aos 36 minutos. Depois de um cruzamento de Rodolfo, Joelson fez 2x1, de cabeça. Em vantagem, o time fez marcação cerrada e conseguiu segurar o placar até o fim.
Na próxima rodada, domingo, os caruaruenses pegam os líderes. O Central recebe o Náutico, enquanto o Porto visita o Sport.

domingo, 15 de março de 2009

PORTO VENCE E VOLTA A ZONA DE CLASSIFICAÇÃO

Em um jogo de muitos gols perdidos o Porto voltou a vencer no estadual, 2x1 em cima do Central. Com o resultado o Gavião volta a zona de classificação para a Serie D. O Porto soma 22 pontos contra 20 do central.
O Porto começou o jogo se aproveitando da desorganização do Central que jogava com vários desfalques e fez 1x0 com Rogério logo aos 4 minutos. Mesmo ganhando a equipe tricolor continuou em cima perdendo chances de gols com Joelson e Rogério.
A partir da metade do primeiro tempo o Central conseguiu equilibrar o jogo pressionando a saida de bola do Porto. E numa Saida errada de Gonçalves, a bola tocou na mão de Romero. Penalti marcado por Claudio Mercante. Fabio Silva cobrou e empatou a partida.
O segundo tempo foi marcado pelas duas equipes jogando pra ganhar e muitas chances perdidas pelas duas equipes. Mas aos 35 Joelson fez 2x1 Porto e sacramentou a vitória do Gavião.
O Porto volta a jogar próximo domingo na Ilha do Retiro contra Sport.

quinta-feira, 12 de março de 2009

CINCO DERROTAS EM SEIS JOGOS

O Porto perdeu ontem de 1xo para o Petrolina confirmando a má fase do time que não consegue vencer fora de casa, foi a setima derrota do Gavião. Nos seis últimos jogos foram cinco derrotas. O Gavião agora ocupa a quinta posição geral e ver o sonho de disputar a Série D cada vez mais longe. O gol do Petrolina foi marcado pelo meia Nildo aos 17 do primeiro tempo. Domingo o Porto enfrenta o Central e uma nova derrota praticamente tira o Porto do pareo por uma vaga na Série D.

domingo, 8 de março de 2009

PORTO JOGA MAL E PERDE NO RECIFE

Em tarde pouco inspirada, errando muitos passes o Gavião não foi pareo para o Santa Cruz e perdeu por 2x0. O Porto segue com 3 pontos no segundo turno e vai a Petrolina enfrentar o time local próxima quarta.
O Santa começou o jogo assustando, mas a sua própria torcida. Com pouco mais de um minuto o goleiro André Zuba repôs a bola nos pés de Rogério. Ele entrou na área e chutou rasteiro, mas Sandro apareceu para interceptar. Na sobra, Vágner Rosa chutou de fora da área e Zuba compensou o erro ao espalmar para escanteio.
No entanto, depois disso só deu o Santa. Aos seis minutos, Thiago Matias aventurou-se ao ataque - coisa que já fizera pouco antes - e se deu bem. Ele recebeu na área e livrou-se de Danilo para chutar rasteiro para o fundo das redes. Aos dez foi a vez de Márcio tentar. O atacante soltou uma bomba no travessão e, no rebote, Parral chutou para fora.
No minuto seguinte foi a vez de Pedro Henrique desperdiçar o que poderia ser o 2x0 ao receber cruzamento rasteiro e dar uma "furada" na bola. Depois dessa pressão mais forte pós-gol, o Santa diminuiu um pouco o ritmo mas sem deixar o Porto tomar conta das ações.
A próxima boa chance dos corais surgiu apenas aos 21. Pedro Henrique cruzou rasteiro e Márcio antecipou-se à defesa mas concluiu para fora. O Porto, com um time mais leve, teve muita dificuldade para vencer o paredão tricolor formado por três volantes - Bilica, Wagner e Anderson - mais os zagueiros Thiago Matias, Leandro Camilo e Sandro. Nos últimos dez minutos, os corais recuaram mais do que deviam e o Porto começou a tocar mais a bola. Quando encontrou espaço para o contra-ataque, Pedro Henrique chutou para boa defesa de Danilo aos 41.
No segundo tempo, o Porto mostrou mais disposição nos primeiros minutos, tanto que o Santa só conseguiu passar da linha que divide o meio do campo aos quatro minutos. Porém, chegou mais perto do gol que o Gavião. Aos seis, Márcio desviou de cabeça apra a pequena área. Thiago Matias, cara a cara com o goleiro e em posição legal, completou para fora.
A partir daí, o Santa apertou a marcação na saída de bola do adversário e foi chegando com mais perigo. Aos nove, Danilo saiu da área para impedir a progressão de Pedro Henrique. Ele rolou para Anderson que tentou mandar para o gol sem goleiro, mas encontrou a cabeça de Vágner Rosa na trajetória da bola.
Dois minutos depois, Leo recuou a bola para Danilo e Márcio partiu para dividir com o goleiro. Leo fez falta e foi expulso. Com o adversário inferiorizado o tricolor pôde soltar mais seu time e Thiago Matias aproveitou bem. Aos 17 ele recebeu de Parral e chutou cruzado no canto direito de Danilo para fazer 2x0.
Como já estava com um a menos, o Porto não encontrou forças para esboçar reação. Já o técnico do Santa, Márcio Bittencourt pareceu satisfeito com o placar, pois não mexer no esquema tático para tentar um placar mais elástico como a torcida esperava.

FICHA DO JOGO

Santa Cruz 2x0 Porto
Local: Estádio do Arruda.
Árbitro: Cláudio Mercante.
Assistentes: Júlio César Bezerra e Ubirajara Ferraz.
Gols: Thiago Matias, aos seis do primeiro. Thiago Matias, aos 17 do segundo.
Cartões amarelos: Leandro Camilo, Anderson, Thiago Laranjeira, Romero e Gonçalves.
Expulsão: Leo.
Renda: R$ 19.752.
Público: 14.738.
Santa Cruz:
André Zuba; Leandro Camilo (Daniel), Sandro e Thiago Matias; Parral, Bilica, Wagner, Anderson (Elder) e Adílson; Pedro Henrique (Thomas Anderson) e Márcio Barros. Técnico: Márcio Bittencourt.
Porto:
Danilo, Gonçalves, Romero e Leo; Baiano, Rodolfo, Vágner Rosa, Guego (Neílson) e Aírton; Thiago Laranjeira (Anderson) e Rogério (Marlos). Técnico: Peu Santos.

quarta-feira, 4 de março de 2009

PORTO PRÓXIMO DO GOL 500

O Porto está bem próximo de atingir a marcar de 500 gols em campeonatos Pernambucano, segundo o Pesquisador Carlos Celso Cordeiro em ranking divulgado pelo Jornal do Commercio no dia 11/01/2009.
O Gavião contabilizava 477 gols antes de começar o estadual desse ano e com 19 gols marcados em 12 jogos o Porto chega a marca de 496 gols, faltando apenas 4 para o gol 500.
Fica a expectativa para que o Gavião atinja a marca nos próximos jogos.

terça-feira, 3 de março de 2009

FICHA DO JOGO

PORTO 2X0 SERRANO
LOCAL Luís Lacerda(Caruaru)
DATA 01/03/2009
ÁRBITRO Sebastião Rufino Filho
ASSISTENTES Marcelino Castro e Ricardo Chianca
GOLS Rodolfo Potiguar e Thiago Laranjeira
CARTÕES AMARELOS- Porto: Danilo, Stanley e Romulo. Serrano: Alex Costa, Souza, Junior Moura e Petroleo.
EXPULSÃO Stanley
PUBLICO 2,508
RENDA R$ 12.045,00
PORTO
Danilo, Val(Baiano), Stanley, Gonçalves, Romero e Airton. Rodolfo Potiguar, Romulo e Guego. Thiago Laranjeira(Marlos) e Rogério(Anderson). Tecnico: Peu Santos.
SERRANO
Luciano, Saulo(Didiu), Souza, Alex Costa e Luciano Minho. Marcondes(Petroleo), Junior Moura, Robson Carioca e Piva. Caio e Paulinho. Tecnico: Erasmo Forte

segunda-feira, 2 de março de 2009

BOA ESTRÉIA DE PEU SANTOS

Depois de um fim de primeiro turno irregular, a equipe do Porto conseguiu reencontrar o caminho das vitórias na estreia do novo treinador Peu Santos, que chegou, mudou o esquema da equipe e viu seus comandados corresponderem em campo. O tricolor caruaruense derrotou o Serrano por 2x0, ontem, no Luiz Lacerda.
O primeiro gol do Porto saiu já no primeiro tempo, aos 32 com o volante Rodolfo cobrando uma falta de muito longe e sem chances para o goleiro Luciano. No final do primeiro tempo o Gavião ainda teve o zagueiro Stanley expulso com o segundo amarelo.
No segundo tempo com um homem a mais, o Serrano tentou pressionar, mas foi o Porto Que ampliou para 2x0. O atacante Tiago Laranjeira recebeu bom passe de Val e só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes para fechar o placar.
O Porto volta a jogar próximo domingo contra o Santa Cruz no Arruda.