Seguidores

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

FPF DÁ MAIS PRAZO PARA O LACERDÃO

A Federação Pernambucana de Futebol resolveu ampliar o prazo dado ao Central para que resolva o estado do gramado do Luiz Lacerda. Hoje seria a data limite imposta pela entidade, mas o vice-presidente da FPF, José Joaquim, decidiu esperar até o dia 8 de janeiro. “Tem gente observando e está vendo que eles estão trabalhando. No dia 8, vamos fazer nova vistoria para decidir se aprovamos ou não”, antecipou o dirigente. Duro e irregular, o gramado do estádio é um dos piores de Pernambuco. Se for vetado, Central e Porto irão mandar seus jogos em Belo Jardim. Outro campo que precisa de cuidados é o de Garanhuns, que vem passando por melhorias.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

PORTO NA COPA SÃO PAULO

Foto do Porto na Copa São Paulo de 2007.
Em sua sexta participação na Copa São Paulo de Futebol Junior, o Porto espera repetir as boas campanhas dos anos anteriores, especialmente em 2007, quando terminou o torneio entre os 16 melhores.
Nesta sexta-feira (1) o Porto embarca para São Paulo para disputar pela sexta vez a Copa São Paulo de Futebol Junior. A trajetória do Porto na competição começou em 2005. Naquele ano o Porto caiu no grupo do Nacional e Portuguesa, dois tradicionais clubes nas categorias de base de São Paulo. Neste ano o Nacional acabou vice-campeão da Copinha perdendo a final para o Corinthians. O Porto perdeu na estréia para o Nacional por 2x1, empatou com o Fortaleza em 2x2 e com a Portuguesa em 1x1.
Em 2006, o Porto teve seu primeiro triunfo na competição vencendo o Vitória-ES por 2x1. Mas perdeu para o Payssandu por 3x0 e empatou com o Força-SP em 3x3. Sendo eliminado na primeira fase.
2007 foi o ano da melhor campanha do Gavião na Copa São Paulo. O empate contra o Palmeiras em 2x2 na estréia, e as vitórias por 3x0 contra o Taubaté e 3x2 contra o Campinense, classificaram o tricolor do agreste para a segunda fase. O Porto venceu o Guarani-SP por 2x1 e foi eliminado na terceira fase pelo Atlético-PR nos pênaltis.
Em 2008 o Porto caiu no grupo de dois tradicionais clubes brasileiros. Venceu o Atlético de Sorocaba na estréia por 2x0, e acabou sendo eliminado de forma invicta após dois empates contra o Paraná e a Portuguesa.
Em 2009 o Porto estreou empatando com o Atlético-PR em 0x0, o time paranaense acabou sendo vice-campeão nesse ano após perder a final para o Corinthians. Na segunda rodada perdeu para o Jacareí por 3x1 e encerrou sua participação vencendo o Paulista por 3x1.

domingo, 27 de dezembro de 2009

EQUIPES DO INTERIOR APOSTAM EM NOVIDADES

Luciano Ribeiro espera supreender na sua volta ao Porto para o estadual de 2010. Treinador já teve passagem pelo time de juniores em 2008, e ano passado, treinador comandou o Petrolina.
Do Jornal do Commercio.
O Campeonato Pernambucano não costuma apresentar muitas novidades em relação a treinadores, sobretudo nos clubes do interior. É comum ver as mesmas caras, que só fazem mudar de time numa espécie de dança das cadeiras. Porém, o Estadual 2010 será um pouco diferente. Alguns times estão investindo em novatos no certame local.
São os casos de Luís Antônio Zaluar, no Sete de Setembro, Paulo Júnior, no Salgueiro, e Williams Rodrigues, do também novato Araripina. Outros dois foram interinos, mas agora estão promovidos, ou melhor, efetivados: Rubens Monteiro, do Ypiranga, e Júnior Caruaru, do Vitória.
Todos entram com um objetivo definido: levar os times que comandam às semifinais da competição. Mas a concorrência não será moleza, uma vez que os novatos vão ter que enfrentar aquelas figurinhas carimbadas quando o assunto são Campeonatos Pernambucanos, como Adelmo Soares (da Cabense), Peu Santos (Vera Cruz), Reginaldo Souza (Central) e Luciano Ribeiro (Porto).

O Araripina, o único debutante na elite nesta edição, está apostando no jovem Williams Rodrigues, de 35 anos. Apesar de sempre querer ser treinador, ele começou na profissão por acaso, em 2006, aos 32, no Potiguar. Rodrigues ainda atuava como volante, quando teve que assumir interinamente, já que o treinador, Soares, havia sido demitido.

Outro representante do Sertão, o Salgueiro tem como comandante Paulo Júnior, 45 anos, que assumiu após a saída de Neco, que deixou a equipe ao final da Série C do Nacional deste ano. “Sei que minha responsabilidade é grande, até porque o Salgueiro fez um bom Pernambucano em 2009 e se manteve na Série C. Para o time fazer uma boa competição, não há segredo, só muito trabalho”, enfatizou o técnico.
Já o carioca Luís Antônio Zaluar, 46 anos, quer abrir um novo mercado – o nordestino – e por isso aceitou o desafio de treinar o Sete de Setembro. Ele já foi vice-campeão do Estadual do Rio com o Americano e bi cearense pelo Fortaleza. Mas a sua carreira foi construída no exterior, mas precisamente no Oriente Médio, onde trabalhou por mais de 22 anos, em equipes do Catar e da Arábia Saudita. “O Campeonato Pernambucano é muito forte. Apesar de já ter enfrentado várias equipes do Estado, nunca havia trabalhado aqui. Agora chegou a hora”, disse.

OUTRO LADO
No time dos “rodados”, destaque para Peu Santos, do Vera Cruz, e Adelmo Soares, da Cabense. O primeiro já trabalhou no Itacuruba, Serrano, Vera Cruz, Vitória e Porto. Já Adelmo passou por Centro Limoeirense, Porto e Central.

domingo, 20 de dezembro de 2009

GRAMADO DO LACERDÃO PREOCUPA


Faltando pouco menos de um mês para estréia de Porto e Central, a situação do gramado do Lacerdão preucupa a direção das duas equipes. O Jornal do Commercio visitou os estádios do interior e fez uma analise da situação dos gramados. Confira a matéria na íntegra:
Aos poucos, os estádios de Pernambuco que serão palco dos jogos do Campeonato Estadual estão se estruturando para a rodada de estreia, marcada para 13 de janeiro de 2010. A reportagem do Jornal do Commercio visitou os estádios da Região Metropolitana do Recife e do interior do Estado para verificar como estão as arenas esportivas.
O que requer mais cuidados é o Luiz Lacerda, em Caruaru, no Agreste, que sediará jogos do Central e do Porto. A grama praticamente não existe. Os problemas começaram a ser corrigidos após a eleição do oposicionista João Batista Tavares, empresário do ramo têxtil, na última terça-feira. “Logo após ser eleito, ele começou a trabalhar para colocar tudo em ordem. Vinte e cinco homens estão trabalhando dia e noite para deixar o campo com o mínimo de condições de sediar os jogos das duas equipes”, explicou José Joaquim Pinto de Azevedo, diretor técnico da Federação Pernambucana de Futebol (FPF).
Por sediar jogos de Central e Porto, o Luiz Lacerda será sobrecarregado. No primeiro turno, apenas na sétima e na 11ª rodada, o estádio não sediará partidas porque as duas equipes jogarão fora de Caruaru. “Voltarei para ver como andam as obras dia 29 de dezembro. Se houver melhora, o campo será liberado. Caso contrário, as partidas de Central e Porto acontecerão em Belo Jardim”, completou José Joaquim.
O estádio Otávio Limeira Alves, casa do Ypiranga, em Santa Cruz do Capibaribe, deve apresentar um nível melhor em 2010. Por conta de um evento de motocross que aconteceu em agosto, o piso recebeu 100 caminhões de areia, o que causou a elevação do terreno em cerca de 20 centímetros. Após a corrida, a grama do estádio foi trocada. A Máquina de Costura vem fazendo os trabalhos com bola em Taquaritinga do Norte e em Brejo da Madre de Deus, a fim de preservar o gramado de seu estádio.
A exemplo do Ypiranga, o Sete de Setembro também está preservando o gramado do Gigante do Agreste e os treinamentos estão acontecendo no quase abandonado Gerson Emery, da rival AGA. Um dos pisos mais duros do interior, o campo do Sete, visto de longe, parece mais cuidado, mas de perto ainda tem muitos pontos irregulares. O clube está se esforçando para melhorar a situação, contratando, inclusive, os serviços de um agrônomo.
Sede dos jogos do Vitória e do Vera Cruz, o Carneirão também passa por reformas, que vão desde uma nova pintura nas dependências do estádio até a colocação de cerâmica nos banheiros. Mas o gramado continua sendo a pior dor de cabeça. Deve, entretanto, estar em ordem para a rodada inaugural, dia 13 de janeiro.
Para receber os jogos da Cabense no Estadual de 2010, o estádio Gileno de Carli, no Cabo de Santo Agostinho, Grande Recife, passou por melhorias no gramado e na infraestrutura. O muro foi aumentado e as entradas das torcidas foram alargadas para diminuir o risco de confusão em situações de emergência.
O Chapadão do Araripe, onde o debutante Araripina mandará seus jogos, é detentor de um dos melhores gramados de Pernambuco. O detalhe é que o estádio ainda não possui iluminação – durante a 2ª Divisão do Pernambucano, o clube não jogou à noite. As seis torres de iluminação chegaram na última quarta-feira, 16 de dezembro. Tudo deve estar instalado até 30 de dezembro.
No estádio Cornélio de Barros, casa do Salgueiro, o gramado melhorou, mas está longe do ideal. Na tarde da última segunda-feira, 14 de dezembro, por exemplo, uma chuva forte de 20 minutos deixou o campo bastante encharcado, com lamas em determinados pontos.
Vale lembrar que, em 2008, uma chuva torrencial suspendeu a partida entre Salgueiro e Náutico, complementada posteriormente e vencida pelo time sertanejo por 1x0. “O campo melhorou, mas não tem drenagem. Temos que torcer para não chover”, finalizou José Joaquim.

sábado, 19 de dezembro de 2009

COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR



Confira a lista, numeração e idade dos jogadores inscritos do Gavião, para a 41ª Copa São Paulo de futebol Júnior:
1. Robson (18)
2. João Carlos (17)
3. Zacarias (17)
4. Júnior (18)
5. Rennan (17)
6. David (16)
7. Evandro (16)
8. Diogo (17)
9. Alex Caruaru (16)
10. Jefferson (16)
11. Sandrinho (16)
12. Tony (16)
13. Dário (16)
14. Alemão (17)
15. Toritama (16)
16. Diego (18)
17. Erasmo (16)
18. Buba (16)
19. Kallebe (18)
20. Allan (17)
21. Jefferson (16)
22. Magrao (16)
23. Ricardo (18)
24. Geninho (16)
25. Handerson (16)
26. Mychael (18)
27. Matheus (16)

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

PORTO NA COPA SÃO PAULO

A Federação Paulista de futebol divulgou a tabela da Copa São Paulo de Futebol, o Porto está no Grupo R sediado na cidade de Leme. A estréia está marcada para o dia 10 de janeiro as 16 horas contra o Bahia e segundo o site da FPF terá transmissão ao vivo pela Record News.
Confira a tabela completa do Grupo R:
1ªrodada/03-Jan
Lemense x Marilia 14h
Bahia x Porto 16h
2ªrodada/07-Jan
Lemense x Porto 19h
Marilia x Bahia 21h
3ªrodada/10/01
Porto x Marilia 19h
Lemense x Bahia 21h

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

PORTO CONHECE ADVERSÁRIOS NA COPINHA

A Federação Paulista de Futebol divulgou nessa quarta-feira a tabela da Copa São Paulo de futebol Junior. O Porto caiu no grupo R ao lado do Lemense-SP, Bahia e Marilia-SP. O grupo R fica na cidade de Leme distante 188km da capital paulista.
As equipes participantes poderão inscrever seus atletas no site da FPF até o dia 30 de novembro para que possam participar da Copa São Paulo.
O prazo é de 30 atletas por clube, número que será diminuído durante o Congresso Técnico que abre a competição, quando o clube deverá escolher os 25 atletas que representarão a equipe em 2010. Para este ano, poderão ser inscritos atletas nascidos em 1991, 1992, 1993 e 1994.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

PORTO CONHECE ADVERSÁRIOS DO PERNAMBUCANO

A Federação Pernambucana de futebol divulgou nessa sexta-feira a tabela do Campeonato Pernambucano 2010. O Porto estréia dia 13 de Janeiro numa quarta-feira, contra o Salgueiro no estádio Cornelio de Barros. E faz seu primeiro jogo diante de sua torcida na segunda rodada dia 17 de Janeiro contra o Vera Cruz.
O Estadual 2010 teve a sua fórmula alterada, em relação à competição deste ano. Em vez de turno e returno, com os vencedores de cada etapa decidindo o título, agora haverá um turno único, com jogos de ida e volta. Os quatro melhores se classificam para as semifinais, em duelos mata-mata, seguindo dois para a grande final. Também em partidas de ida e volta, como nos confrontos da Copa do Brasil.
Na fase classificatória, os dois piores clubes caem para a Segunda Divisão. A intenção da FPF é que em 2011, quatro clubes desçam, para que a competição volte a ser disputada por dez equipes. Confira abaixo a tabela completa:
1ªRODADA
SPORT X ARARIPINA
VERA CRUZ X NAUTICO
CENTRAL X VITÓRIA
SALGUEIR X PORTO
YPIRANGA X CABENSE
SETE X SANTA CRUZ
2ªRODADA
NAUTICO X SALGUEIRO
VITORIA X SPORT
SANTA CRUZ X CENTRAL
PORTO X VERA CRUZ
CABENSE X SETE
ARARIPINA X YPIRANGA
3ªRODADA
SPORT X PORTO
SETE X VITORIA
CABENSE X SANTA CRUZ
YPIRANGA X NAUTICO
CENTRAL X SALGUEIRO
VERA CRUZ X ARARIPINA
4ªRODADA
SANTA CRUZ X VERA CUZ
CENTRAL X SPORT
NAUTICO X SETE
SALGUEIRO X YPIRANGA
VITORIA X PORTO
ARARIPINA X CABENSE
5ªRODADA
CABENSE X VITORIA
NAUTICO X SANTA CRUZ
PORTO X ARARIPINA
VERA CRUZ X CENTRAL
YPIRANGA X SETE
SALGUEIRO X SPORT
6ªRODADA
CENTRAL X CABENSE
SPORT X VERA CRUZ
ARARIPINA X NAUTICO
SETE X SALGUEIRO
PORTO X SANTA CRUZ
VITORIA X YPIRANGA
7ªRODADA
SANTA CRUZ X SPORT
ARARIPINA X CENTRAL
SETE X PORTO
VITORIA X SALGUEIRO
YPIRANGA X VERA CRUZ
CABENSE X NAUTICO
8ªRODADA
SPORT X CABENSE
SANTA CRUZ X YPIRANGA
SALGUEIRO X ARARIPINA
PORTO X CENTRAL
VERA CRUZ X SETE
NAUTICO X VITORIA
9ªRODADA
SALGUEIRO X VERA CRUZ
PORTO X CABENSE
ARARIPINA X SETE
YPIRANGA X SPORT
CENTRAL X NAUTICO
VITORIA X SANTA CRUZ
10ªRODADA
SETE X SPORT
NAUTICO X PORTO
CABENSE X SALGUEIRO
YPIRANGA X CENTRAL
VITORIA X VERA CRUZ
SANTA CRUZ X ARARIPINA
11ªRODADA
PORTO X YPIRANGA
SALGUEIRO X SANTA CRUZ
CENTRAL X SETE
VERA CRUZ X CABENSE
ARARIPINA X VITORIA
SPORT X NAUTICO

domingo, 18 de outubro de 2009

PRESIDENTE VAI REASSUMIR O PORTO

JORNAL DO COMMERCIO 17/10/2009
O presidente do Clube Atlético do Porto, José Porfírio de Oliveira, deve reassumir o clube na próxima semana, já visando ao Campeonato Pernambucano de 2010. Anteontem, ele deixou a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, após 154 dias detido, acusado por sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. De acordo com a Operação Sonho de Valsa, do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), as empresas dele deixaram de arrecadar para os cofres pernambucanos R$ 44 milhões em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). A saída da prisão deveu-se a um habeas corpus concedido pelo Tribunal de Justiça do Estado. Com isso, ele aguardará o julgamento em liberdade. Caso condenado, Porfírio pode pegar até 15 anos de prisão.

domingo, 30 de agosto de 2009

PROFISSIONAIS VOLTAM AINDA ESSE ANO

MATÉRIA PUBLICADA NO JORNAL DO COMMERCIO
O futebol profissional do Clube Atlético do Porto será reativado ainda este ano, tendo em vista a disputa do Campeonato Pernambucano de 2010. A garantia foi dada pelo presidente do time, José Porfírio de Oliveira, que está preso na Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru. Ele aceitou conversar, com a reportagem do Jornal do Commercio, em uma área de convivência do pavilhão A da unidade, mas não sem antes fazer duas exigências: não queria ser fotografado naquele ambiente e também não queria responder perguntas sobre o processo que corre contra ele na Justiça. Os assuntos seriam estritamente futebol e sua vida no cárcere, além das complicações de comandar um clube de dentro da cadeia.

Fundador do Clube Atlético do Porto, em 1993, e um dos empresários mais bem sucedidos do Agreste do Estado, José Porfírio de Oliveira foi preso há 64 dias, acusado de sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. De acordo com a Operação Sonho de Valsa, do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), as empresas dele deixaram de arrecadar para os cofres pernambucanos R$ 44 milhões em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Caso condenado, Porfírio pode pegar até 15 anos de prisão.

Ele se diz adaptado ao dia a dia dentro da Penitenciária de Caruaru. Mas seu olhar abatido e triste revela uma outra realidade. O fundador do Porto está bem mais magro e sem a retórica altiva que lhe caracterizava. Agora, fala manso, em tom baixo e desmotivado, em meio ao ar abafado e sufocante de uma unidade superlotada – 948 presos ocupam a área que seria destinada a apenas 98 detentos.

O empresário dorme em um colchonete dentro da cozinha do presídio e guarda suas coisas em uma sacola plástica que fica pendurada em um prego na parede do corredor do pavilhão A.

“A vida aqui realmente não é fácil, mas estou tranquilo. Não passei noites sem dormir ou parei de me alimentar. Acho que estou me saindo bem, tenho uma cabeça bastante equilibrada”, garantiu José Porfírio, que pretende permanecer à frente do Porto até o fim de seu terceiro mandato, em dezembro de 2011.

A paixão que antes era incondicional pelo futebol também esmoreceu no cárcere. O presidente do Porto não se reuniu uma vez se com os outros detentos, em frente aos poucos aparelhos de televisão que existem na unidade, para acompanhar uma partida.

Segundo ele, falta-lhe motivação. Prefere dedicar seu tempo a “observar o movimento de outros presos dentro da penitenciária”, demonstrando ainda certo receio em meio a homens acusados de homicídios, assaltos e outros crimes.

A principal distração do presidente do Gavião, durante o dia, são as partidas de xadrez com outros três detentos, em um tabuleiro levado pela própria família dele. Em meio ao jogo, José Porfírio confessa que pensa nos obstáculos que terá pela frente para disputar o Campeonato Pernambucano do ano que vem.

Com a sua prisão, em maio, o clube caruaruense deixou de disputar a Série D do Campeonato Brasileiro e, por isso, amargou enormes prejuízos. Patrocinadores e antigos parceiros correram do Porto com medo de ter suas imagens associadas a do empresário. “Será um grande desafio, mas quem disse que a vida é fácil?”, finalizou.


DEMITIR FUNCIONÁRIOS FOI A DECISÃO MAIS DOÍDA
Foi com tristeza estampada no rosto que o presidente do Porto, José Porfírio de Oliveira, falou sobre a decisão que precisou tomar no início deste mês. Com as dívidas do Gavião crescendo, foi obrigado a demitir quase 100 pessoas, entre atletas da base e funcionários do Centro de Treinamento Ninho do Gavião, em Caruaru.
O CT, que é referência no Nordeste, foi erguido em uma área de 18 hectares de propriedade do próprio dirigente. Há cerca de cinco anos, Porfírio doou o terreno para o clube.
“Me cortou o coração ter que demiti-los. Esta nunca foi a política adotada no Porto. Mas chegamos a uma situação insustentável, e precisei tomar esta decisão. Por um instante, esqueci do meu drama aqui dentro e lembrei da situação destas pessoas”, contou José Porfírio.
No Centro de Treinamento Ninho do Gavião, os garotos das divisões de base treinam em dois períodos, acompanhados por treinadores, preparadores físicos e fisiologistas. Os atletas se alimentam no clube, além de terem direito à assistência médica e reforço escolar. Durante a semana, a maioria dorme no CT.
A estrutura do Ninho do Gavião é digna dos principais centros de treinamento do País. São três campos de dimensões oficiais, dois minicampos e três vestiários, além de moderna sala de musculação. Como os investimentos foram feitos ao longo dos 16 anos de fundação do CT, ninguém no clube sabe ao certo precisar quanto foi gasto por lá.
“Sei apenas que oferecemos uma estrutura digna para estes garotos se tornarem atletas profissionais do futebol. Mas, com a minha prisão, este desafio se tornou ainda maior. Só que continuo confiante que tudo dará certo”, concluiu.

DIAS DE VISITA SÃO DIAS DE INFORMAÇÃO
As decisões sobre o destino do Clube Atlético do Porto são tomadas de dentro da Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru. José Porfírio de Oliveira disse que faz questão de estar ciente de tudo o que acontece no clube que fundou em 1993. Cabe ao gerente de futebol, Borges Carvalho, nos dias de visita da unidade, a missão de deixar o mandatário do Gavião do Agreste informado. Foi do pavilhão A do presídio que saiu a ordem, para que comecem a ser compradas as passagens para os garotos que vão disputar a Copa São Paulo de Juniores, em janeiro de 2010, na capital paulista, apesar das dificuldades financeiras enfrentadas pela equipe.
“Independente da minha situação com a Justiça, o Porto estará na disputa da Copa São Paulo de Juniores. Sempre participamos do torneio, para revelarmos talentos para o futebol brasileiros. Destas negociações, é que conseguimos manter toda a nossa estrutura do clube funcionando”, garantiu o presidente José Porfírio, que acompanhou no Porto o nascimento de craques do quilate do volante Josué, do meia Araújo e do lateral-esquerdo Júnior Caruaru.
A decisão de não disputar a Série D do Campeonato Brasileiro, como também a de paralisar as atividades do futebol profissional, foi tomada pelo próprio presidente em sua segunda semana no cárcere. José Porfírio disse que não queria deixar o Porto à deriva, sem a presença de seu mandatário, em uma competição nacional. E foi além: garantiu que conseguiu antever a debandada dos patrocinadores, a partir da divulgação de sua prisão.
Com a desistência do Porto, a outra vaga pernambucana na Série D ficou para o arquirival Central. José Porfírio, inclusive, emprestou oito atletas para a Patativa disputar a competição. Enquanto alguns outros jogadores do elenco foram cedidos a equipes do Nordeste. A minoria que não foi negociada recebeu a ordem de voltar para casa. Eles seguem tendo seus salários pagos pelo clube.
“Foi uma forma encontrada para economizar recursos que serão utilizados nas divisões de base. Os atletas que não foram negociados estão em casa e assim não oneram nas despesas do nosso centro de treinamento”, disse José Porfírio.
O semblante cabisbaixo do presidente do Gavião só mudou quando lembrou orgulhoso dos dois vice-campeonatos pernambucanos conquistados pelo Porto, em 1997 e 1998. Feito que segue até hoje sem ser repetido por uma outra equipe do interior do Estado.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

PORTO DESISTE DA SÉRIE D

Como já era esperado o Porto acabou desistindo e participar da Serie D do campeonato Brasileiro. O fato foi motivado pelos problemas enfrentados na esfera judicial pelo presidente José Porfirio. A vaga que era do Porto fica com o Central que terminou o Pernambucano na sexta posição.

terça-feira, 19 de maio de 2009

CORINTHIANS-AL FECHA GRUPO A4

N esse final de semana ficou decidido o último adversário do Porto e Santa Cruz na luta por uma vaga na Série C. O Corinthians-AL foi beneficiado pelo empate de 2x2 entre ASA e Coruripe, na decisão do segundo turno do Campeonato Alagoano. Com o resultado o ASA levou o segundo turno e como já tinha conquistado o primeiro tornou-se campeão Alagoano.
O Corinthians ficou com o vice-campeonato por ter melhor campanha geral, e leva a vaga na Série D porque o ASA já tem vaga garantida na Série C.
Vale lembrar que como a Série D é uma competição deficitária o Corinthians ainda não confirmou a presença no torneio.
PORTO
O Gavião deve estreiar com um time bem diferente daquele que terminou o estadual. Gonçalves e Thiago Laranjeira acertaram com o Santa Cruz. Rogério e Romulo devem se transferir pro futebol europeu. O goleiro Marcelo Silva foi para o Salgueiro e Danilo para o Futebol sergipano, outros que também nao tem presença garantida é o atacante Joelson e o lateral esquedo Airton.
A direção está a procura de reforços que devem chegar nos próximos dias.
CORINTHIANS-AL
O Corinthians tem de fato se consolidado entre as principais forças de Alagoas, sobretudo por conta do declínio de CRB e CSA, mais tradicionais e de maior torcida. Criado em 1991, foi campeão local em 2004 e vice em 2007 e 2009. A maior proeza da jovem equipe foi alcançada no ano passado, quando caiu nas quartas de final da Copa do Brasil, depois de eliminar Atlético-PR, Paranavaí-PR e Juventude-RS. Comandado pelo empresário João Feijó, o clube de Maceió possui um estádio próprio e dois centros de treinamentos, um para os profissionais e outro para a base.
SERGIPE
O Sergipe, o outro adversário de Santa Cruz e Porto que virá de fora do Estado na Série D do Campeonato Brasileiro, vive um dos momentos mais importantes da sua história. A equipe alvirrubra está na temporada onde completará 100 anos (fundação em 17 de outubro de 1909). Mas vem de um baque considerável. Perdeu a final da competição local justamente para o Confiança, rival histórico. Mesmo assim, conseguiu a vaga na Quarta Divisão. O atual campeão sergipano vai disputar a Terceira Divisão.
O momento atual no elenco do clube é de reformulação. Na tarde da última sexta-feira, a diretoria do Sergipe dispensou seis jogadores. Saíram os laterais-direitos Jamesson (revelado pelo Santa Cruz), Suélinton e Marcelo D’Paula, o lateral-esquerdo Cleiton, o volante Wilson e o atacante Amauri. Todos os esforços estão sendo concentrados na tentativa de manutenção do técnico Quintino Barbosa, do goleiro Érico e da dupla de ataque Fabinho Cambalhota e Hugo Henrique.
Hexacampeão estadual entre os anos de 1991 e 1996 (são 21 títulos estaduais ao todo), a última grande temporada do Sergipe foi a de 2000, quando se sagrou bicampeão local e terminou na terceira colocação da Copa do Nordeste. Desde então, perdeu a hegemonia no Estado, vencendo apenas em 2003, e vem observando a ascensão do rival Confiança. Em 2008, o Dragão foi o 53º na Série C.
SANTA CRUZ
Assim como o Porto o Santa Cruz perdeu peças importantes do seu elenco para a Série D, o treinador Marcio Bitencourt saiu para entrar Sergio China, o tricolor ainda perdeu o atacante Marcelo Ramos artilheiro do estadual.
O tricolor da capital reforçou a equipe com jogadores que se destacaram no estadual: Gonçalves, e Thiago Laranjeira(ambos vieram do Porto), Fabinho Vitória(Cabense) e Aleandro(Vitória).

quarta-feira, 6 de maio de 2009

CBF DIVULGA TABELA DA SÉRIE D

A CBF divulgou nessa quarta feira a tabela da Série D, o campeonato terá 40 clubes na primeira fase divididos em 10 grupos de 4. Na primeira fase os jogos serão de ida e volta classificando as duas melhores eqpuipes para segunda fase. O Porto ficou no grupo 4 ao lado do Santa Cruz, Sergipe e mais o representante de Alagoas. A estréia do gavião está marcado para o dia 5 de julho contra o Sergipe em Caruaru no José Luis Lacerda.
Confira os jogos do grupo 4:
1ªrodada
PORTO X SERGIPE 05/07/2009 dom
AL X SANTA CRUZ 05/09/2009 dom
2ªrodada
SANTA CRUZ X PORTO 11/07/2009 sab
SERGIPE X AL 12/07/2009 dom
3ªrodada
SERGIPE X SANTA CRUZ 18/07/2009 sab
PORTO X AL 19/07/2009 dom
4ªrodada
SANTA CRUZ X SERGIPE 25/07/2009 sab
AL X PORTO 26/07/2009 dom
5ªrodada
PORTO X SANTA CRUZ 02/08/2009 dom
AL X SERGIPE 02/07/2009
6ªrodada
SERGIPE X PORTO 09/08/2009 dom
SANTA CRUZ X AL 09/08/2009 dom
REGULAMENTO DA SÉRIE D
a) 1ª Fase: os quarenta clubes, divididos em dez grupos de quatro clubes cada, jogam entre si em turno e returno, dentro de cada grupo, classificando-se os dois primeiros lugares em cada grupo para a fase seguinte;
b) 2ª Fase: os vinte clubes classificados na 1ª fase, divididos em dez grupos de dois clubes cada, jogam entre si em ida e volta, dentro de cada grupo, classificando-se os clubes vencedores de cada grupo para a fase seguinte;
c) 3ª Fase: os dez clubes classificados na 2ª fase, divididos em cinco grupos de dois clubes cada, jogam entre si em ida e volta dentro de cada grupo, classificando-se os clubes vencedores de cada grupo e mais os três clubes melhores classificados como segundos dentre os disputantes da 3ª fase;
d) 4ª Fase: os oito clubes classificados na 3ª fase, divididos em quatro grupos de dois clubes cada, jogam entre si em ida e volta, dentro de cada grupo, classificando-se os vencedores de cada grupo para a fase seguinte;
e) 5ª Fase: os quatro clubes classificados na 4ª fase, divididos em dois grupos de dois clubes cada, jogam entre si em ida e volta, dentro de cada grupo, classificando-se os vencedores de cada grupo para a fase seguinte;
f) 6ª Fase: os dois clubes classificados na 5ª fase jogam entre si em ida e volta, decidindo o título de Campeão Brasileiro da Série D de 2009.

terça-feira, 28 de abril de 2009

PORTO PLANEJA SEGUNDO SEMESTRE

O Porto inicia o planejamento para Série D do nacional que começa em julho, os jogadores estão de férias e retornam aos trabalhos no dia 11 de maio. Enquanto isso as especulações sobre possiveis transferencias continuam. Rogério e Romulo que foram titulares no Pernambucano devem se transferir para o futebol europeu. Outro que pode sair, é o jovem atacante Caio, 17 anos, existe clubes interessados no futebol do atleta.
O jogador fez apenas duas partidas pelo time profissional no estadual mas vem se destacando no time de juniores do Gavão.
O gerente de futebol do clube Borges Carvalho confirmou essa semana que o Porto vai continuar mandando seus jogos no estadio José Luiz Lacerda e que o vai continuar apostando no trabalho de base para Serie D.
Sobre a situação do treinador Peu Santos, não tem nada definido,"Peu foi liberado para que encontre uma proposta melhor de outro time, até pelo excelente trabalho feito (no Estadual). Se ele encontrar algo, a gente libera. Senão, continuará trabalhando conosco",explicou Borges.

segunda-feira, 20 de abril de 2009

FICHA DO JOGO


YPIRANGA 4X2 PORTO
LOCAL Otavio Limeira(Santa Cruz do Capibaribe)
DATA 19/04/2009
ÁRBITRO Neilson Nogueira
ASSISTENTES Albert Junior e Clovis Amaral
GOLS Joelson, Guego, Fagner, Wilson Surubim, Assis e Marcelo.
CARTÕES AMARELOS Porto: Thiago Laranjeira, Rodolfo Potiguar, Gonçalves, Wagner Rosa e Baiano. Ypiranga: Valnei.
RENDA R$ 3.042,80
PUBLICO 646
YPIRANGA
Geday, Joãozinho, Luis Fernando, Valnei e Marcelo Piaui. Pio, Wilson Surubim, Fagner(Jair) e Junior Xuxa(Ila). Assis(Serjão) e Juninho Borborema. Tecnico: Rubens Monteiro.
PORTO
Marcelo Silva, Gonçalves, Leonardo(Kiros) e Romero. Baiano, Wagner Rosa, Romulo(Rodolfo Potiguar), Guego e Airton. Thiago Laranjeira(Paulista) e Joelson. Tecnico: Peu Santos.

PORTO ENCERRA ESTADUAL COM DERROTA

O Porto encerrou sua participação neste domingo em Santa Cruz do Capibaribe perdendo para o Ypiranga por 4x2. O resultado deixou o Gavião em quinto no geral, e em segundo lugar no interior, ficando atrás do Salgueiro que empatou com a Cabense.
O porto começou o jogo na frente, Joelson abriu o placar e Guego cobrando penalti sofrido por Thiago Laranjeira, fizeram 2x0 para o Porto.
O Ypiranga virou o placar com gols de Fagner, Wilson Surubim(de penalti), Assis e Marcelo.
Essa foi a quinta derrota consecutiva do Porto para o Ypiranga em jogos validos pelo Estadual, o que já vem se tornando uma tendencia quando o Porto enfrenta a Maquina de costura.

sábado, 18 de abril de 2009

FICHA DO JOGO

PORTO 0X1 NAUTICO
LOCAL Luís Lacerda(Caruaru)
DATA 12/04/2009
ÁRBITRO Fernando Rogério
ASSISTENTES Erick Bandeira e Jossemar Diniz
GOL Gilmar
CARTÕES AMARELO Porto; Joelson, Romulo e Stanley. Náutico: Derlei.
PUBLICO 4.476
RENDA R$ 26.040,00
PORTO
Marcelo Silva, Gonçalves, Stanley e Romero. Baiano, Romulo(Marlos), Wagner Rosa, Guego e Airton(Val). Joelson e Thiago Laranjeira(Rogério). Técnico: Peu Santos.
NÁUTICO
Eduardo; Gladstone, Vágner e Asprilla; Galiardo, Derley, Johnny, Carlinhos Bala (Kuki) e Altemar (Juliano); Gilmar e Adriano Magrão (Daniel Gonzáles). Técnico: Waldemar Lemos.

domingo, 12 de abril de 2009

PORTO PERDE MAS GARANTE VAGA

O Porto foi derrotado pelo Náutico por 1x0 no Lacerdao, mas garantiu a vaga na Serie D pois o Central, adversario pela vaga perdeu para o Sport por 2x1 na Ilha do Retiro. O Gavião manteve 5 pontos de vantagem e não pode ser alcançado pelo time patativa.
O jogo começou bem movimentado com as equipes se estudando, o primeiro lance de perigo aconteceu aos 17 num chute de Thiago Laranjeira defendido por Eduardo. Aos 20 Wagner Rosa chutou fraco sem perigo.
Aos 22 outra jogada de perigo do Porto, Joelson não aproveitou a falha da zaga alvirubra.
O porto veio chegar com perigo outra vez no final do primeiro tempo, Guego se aproveitou de outro erro da zaga do Náutico e cruzou errado para Joelson que não aproveitou, na volta Guego perdeu o gol.
O segundo tempo começa bem movimentado, Guego chuta no travessão logo no primeiro minuto. Aos 9 Carlinhos Bala bateu falta com perigo.
Aos 15 o Náutico abriu o marcador numa cobrança de escanteio de Carlinhos Bala, Gilmar fez 1x0.
O Porto tentou ir pra cima do time timbu mas sem oferecer perigo ao Náutico que nessa altura se preocupava em manter o resultado.
O Porto volta a jogar proximo domingo contra o Ypirnga em SAnta Cruz do Capibaribe.

terça-feira, 7 de abril de 2009

FICHA DO JOGO

PORTO 0X0 CABENSE
DATA 05/04/2009
LOCAL Luís Lacerda(Caruaru)
ÁRBITRO Wilson de Souza
ASSISTENTES Marcelo Neves e Marcelino Castro.
CARTÃO AMARELO Cabense: Filipe.
PUBLICO 1.587
RENDA R$ 7.616,00
PORTO
Marcelo Silva, Gonçalves, Stanley(Leonardo) e Romero. Baiano, Romulo(Rodolfo Potiguar), Wagner Rosa, Guego(Thiago Laranjeira) e Airton. Rogério e Joelson. Tecnico: Peu Santos.
CABENSE
Ibson, Evanilson(Ivson), Léo Gama e Alexandre. Novito, Ailton, Fabinho, Cleber Pereira e Eduardo. Fabinho Recife e Filipe(Thiago). Tecnico: Rogério Zimermann

domingo, 5 de abril de 2009

FICHA DO JOGO

SETE DE SETEMBRO 0X1 PORTO
LOCAL Gigante do Agreste(Garanhuns)
DATA 02/04/2009
ÁRBITRO Carlos Costa
ASSISTENTES Aldir Pereira e Charles Rosas
GOL Joelson
CARTÕES AMARELOS Porto: Oziel, Gonçalves e Wagner Rosa. Sete: Israel, Ney Carioca, Nego Pai e Mondragon.
PUBLICO 2.555
RENDA R$ 12.292,00
SETE DE SETEMBRO
Mondragon, Israel, Ney Carioca, Oliveira e Douglas. Williams, Zaqueu, Jailton e Nego Pai. Rodrigão(João Paulo) e Marcelo Paraíba. Tecnico: Lourival Silva.
PORTO
Marcelo Silva, Gonçalves, Stanley e Romero. Baiano, Wagner Rosa, Thiago Laranjeira(Marlos), Guego e Airton. Joelson(Kiros) e Rogério(Rodolfo Potiguar). Tecnico: Peu Santos.

PORTO COM UM PÉ NA SERIE D

O Porto deu outro passo muito importante rumo a classificação para Serie D, mesmo com o empate diante da Cabense(0x0) neste domingo no Lacerdão, o Gavião foi beneficiado pela derrota do Central para o Vitória, e tem agora 5 pontos de vatagem para o alvinegro, restando apenas 2 rodadas.
O jogo foi tecnicamente fraco com as duas equipes errando muitos passes e criando poucas chances de gol. Na primeira tentativa do Porto aos 3 minutos de jogo, Joelson se livrou de um marcador e chutou por cima da meta do goleiro Ibson. Mas foi a Cabense que mandou no primeiro tempo, aos 14 Fabinho Vitória chutou forte para boa defesa de Marcelo. Aos 17 em outro ataque da Cabense Gonçalves afastou o perigo.
O Porto ainda chegou duas vezes com perigo. Aos 19 com Guego e aos 27 com Joelson que escorou um cruzamento de Rogério para boa defesa de Ibson.
O segundo tempo começou com um com a Cabense quase abrindo o marcador, Fabinho Recife cara a cara com Marcelo chutou pra fora. Apesar do dominio da Cabense o Porto teve dois gols anulados pelo árbitro Wilson de Souza.
Nos minutos finais, as duas equipes se mostraram satisfeitas com o resultado e passaram apenas a toca a bola de lado esperando o final do jogo.

terça-feira, 31 de março de 2009

PORTO VENCE E ABRE 4 PONTOS DE VANTAGEM

Na briga caseira por uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro, melhor para o Porto. O Gavião do Agreste foi até Garanhuns e venceu o Sete de Setembro por 1x0, ontem à noite, gol de Joelson cobrando penalti, abrindo quatro pontos de vantagem sobre o Central na classificação geral do Campeonato Pernambucano, que dá vaga no Nacional. Os centralinos tropeçaram em casa.
Com a vitória no Gigante do Agreste, o Porto foi a 31 pontos, assumindo a quarta colocação geral. O Central, que ficou no 1x1 com o Ypiranga, em Caruaru, foi a 27, caindo para sexto.
O Porto pode garantir a vaga já no próximo domingo se vencer a Cabense no Luís Lacerda e o Central tropeçar diante do Vitória no Carneirão.

FICHA DO JOGO

VITÓRIA 0X4 PORTO
DATA Carneirão(Vitoria de Santo Antão)
LOCAL 29/03/2009
ÁRBITRO Gleidson Leite
ASSISTENTES Eric Bandeira e Roberto José
GOLS Guego, Airton, Rogério e Joelson
CARTÕES AMARELOS Vitória: Sandro Miguel. Porto: Romulo e Airton.
PUBLICO 2.068
RENDA R$ 9.360,00

VITORIA
Fernando, Edson Mendes(Fausto), Cleyton, Rosinaldo e Sandro MiguelGildenor). Cristiano, Batata, Jorge Guerra e Dinda(Marquinhos Vitória). Alexandro e Eduardinho. Técnico: Pedro Manta.
PORTO
Marcelo Silva, Romero, Gonçalves e Stanley. Baiano, Wagner Rosa(Rodolfo Potiguar), Romulo, Guego(Neilson) e Airton. Rogério(Thiago Laranjeira) e Joelson. Técnico: Peu Santos.

segunda-feira, 30 de março de 2009

PORTO GOLEIA E SEGUE NA LUTA PELA SÉRIE D

O Porto, de Caruaru, vai rodada a rodada se aproximando do principal objetivo que foi traçado no início da temporada. Conquistar uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro. Ontem, após mais uma vitória, os caruaruenses se mantiveram na quarta colocação geral do Campeonato pernambucano, com 28 pontos. O Gavião também é quarto colocado no segundo turno, agora com 12 pontos conquistados.
Na partida de ontem, o Porto foi até Vitória de Santo Antão para enfrentar o Vitória, que vive uma situação não muito boa e briga apenas contra o rebaixamento. Opostos na tabela, as duas equipes também apresentaram um futebol completamente diferente dentro de campo. O porto foi muito superior durante toda a partida e acabou vencendo por 4x0.
Conhecedor do futebol apresentado pelo vitória, o treinador Peu Santos, do Porto, que treinou o adversário durante todo o primeiro turno, usou de seus conhecimentos para definir a estratégia de jogar nos contra-ataques. Deu tanto certo, que foi assim que o tricolor de Caruaru abriu o placar. O meia Guego, aos 21, mandou a bola para o fundo das redes de Fernando Henrique e deu início na goleada.
Depois do primeiro gol o Porto se fechou ainda mais na defesa na espera de uma reação da equipe do Vitória, que não veio. Aos 34, o lateral-esquerdo Aírton ampliou o placar: 2x0. O time de Peu Santos fez seu terceiro gol ainda no primeiro tempo e foi para o intervalo com uma ótima vantagem no placar. Rogério marcou aos 43.
Com um futebol igual ao apresentado na primeira etapa, a equipe do Vitória não conseguiu a reação na partida. Pedro Manta tentou mudar o time, mas a situação só piorou.
Aos 34 do segundo tempo, o atacante Joélson deu o golpe final no Taboquito e fez 4x0 para o Porto. Na próxima rodada a equipe de Vitória de Santo Antão vai enfrentar o Náutico, nos Aflitos. O Porto sai para jogar contra o Sete de Setembro.

sexta-feira, 27 de março de 2009

FICHA DO JOGO

PORTO 3X0 SALGUEIRO
LOCAL Luís Lacerda(Caruaru)
DATA 25/03/2009
ÁRBITRO Ricardo Tavares
ASSISTENTES Roberto José e Luís Fernando Coelho
GOLS Baiano, Joelson e Airton.
CARTÕES AMARELOS Stanley e Aldair.
PUBLICO 1.671
RENDA 8.048,00
PORTO
Marcelo Silva, Leonardo(Oziel), Stanley e Romero. Baiano, Romulo(Rodolfo Potiguar), Guego, Thiago Laranjeira(Anderson) e Airton. Marlos e Joelson. Tecnico: Peu Santos
SALGUEIRO
Luciano, Moreilandia(Aldair), Alisson, Henrique e Marcos Mendes. Vitor Caicó, Tiago(Jean Carlos) e Elvis. Gilson Costa e Paulo Rangel. Tecnico: Neco.

quinta-feira, 26 de março de 2009

FICHA DO JOGO

SPORT 3X0 PORTO
LOCAL Ilha do retiro(Recife)
DATA 22/03/2009
ÁRBITRO Emerson Sobral
ASSISTENTES Pedro Vanderley e Alcides Lira
GOLS Romero(contra), Vandinho e Paulo Baier.
CARTÕES AMARELOS Porto: Baiano, Gonçalves, Wagner Rosa, Joelson e Rogério. Sport: Bruno Telles, Cesar Lucena, Jonas e Andrade.
PUBLICO 19.109
RENDA R$ 117.180,00
SPORT
Magraõ, Igor, Elias(Andrade) e Cesar. Moacir(Jonas), Hamilton, Daniel Paulista, Paulo Baier e Bruno Telles. Wilson e Vandinho(Guto). Técnico: Nelsinho Baptista.
PORTO
Marcelo Silva, Romero, Gonçalves e Stanley. Baiano. Romulo(Rodolfo Potiguar), Wagner Rosa, Guego(Thiago Laranjeira) e Airton. Rogério(Paulista) e Joelson. Técnico: Peu Santos.

PORTO VENCE E JOELSON MARCA GOL 500

O Porto não tomou conhecimento do Salgueiro e venceu o duelo de ontem por 3x0, no estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. O Gavião retomou a quarta posição na classificação geral, agora com 25 pontos, dois a mais do que o Central, derrotado pelo Serrano.
Se o campeonato acabasse agora, o Porto estaria garantido na Série D do Brasileiro. Já o Salgueiro caiu para a sexta posição, com 23. No entanto, o Carcará já está assegurado na Terceira Divisão Nacional.
O Gavião mandou no jogo desde o começo e abriu o placar, aos 32. Numa jogada pela direita, Rômulo tocou para Baiano, que acertou um bom chute cruzado. Aos 40, Joélson aproveitou o bate-rebate e empurrou para o fundo da rede, esse foi o gol de número 500 do Porto em campeonatos pernambucano. Na etapa complementar, o Porto voltou mais recuado aproveitando os contra-ataques e Airton marcou o terceiro gol do tricolor caruaruense. Vale ressaltar a grande atuação do goleiro Marcelo Silva do Porto que segurou a pressão do Salgueiro no segundo tempo.
O Porto volta a campo próximo domindo contra o Vitória em Vitória de Santo Antão.

domingo, 22 de março de 2009

SPORT 3X0 PORTO

O Porto perdeu para o Sport por 3x0 hoje a tarde na Iha do Retiro e se complica na luta pela vaga na Serie D. O Gavião soma 22 pontos na classificaçao geral contra 23 do Central.
O Sport abriu o placar logo no início do jogo. Aos 4 minutos, Romero marcou gol contra do Porto, num rebote do goleiro Marcelo numa tentativa do rubro-negro Bruno Teles. Com a vantagem, os rubro-negros passaram a se posicionar melhor ao longo da etapa, depois de o Gavião dominar o meio-de-campo. Apesar das investidas - principalmente por parte do meia Paulo Baier em bolas paradas -, o placar não mudou até o intervalo.
O segundo tempo começou com um susto. Aos 6 minutos, o zagueiro Elias, do Sport, caiu em campo depois de por a mão no peito. O jogador, substituído por Andrade, foi atendido na ambulância e reanimado. Segundo o médico do Sport, o zagueiro teve "dificuldade de respirar e recebeu oxigênio".
Aos 17 minutos, a arbitragem marcou impedimento no gol que seria o do empate do Porto. Dois minutos depois, o Sport ampliou o marcador - na estreia como titular na equipe, Vandinho, de cabeça, fez 2x0. Aos 45 minutos, depois de tentativas frustradas em bolas paradas, Paulo Baier assinala no marcador 3x0 para o Sport, numa jogada de Daniel Paulista.
O Porto tem uma maratona dificil e decisiva pela frente. Quarta (25) recebe o Salgueiro. Domingo(29) pega o Vitória fora de casa e na quarta(1) o Sete de Setembro. O Gavião precisa somar pontos se quiser que o ano não acabe cedo demais.

segunda-feira, 16 de março de 2009

FICHA DO JOGO

PORTO 2X1 CENTRAL
DATA 15/03/2009
LOCAL Luiz Lacerda(Caruaru)
ÁRBITRO Claudio Mercante
ASSISTENTES Jossemar Diniz e Alcides Lira.
CARTÕES AMARELOS Porto: Marcelo, Romero e Wagner Rosa. Central: Bebeto, Ely e Edu Xiquita.
GOLS Rogério, Fábio Silva e Joelson.
PUBLICO 4.140
RENDA 22.340,00
PORTO
Marcelo, Gonçalves, Stanley e Romero. Baiano, Romulo(Rodolfo Potiguar), Wagner Rosa, Guego(Neilson) e Airton. Rogerio(Paulista) e Joelson. Técnico: Peu Santos.
CENTRAL
Davi, Ely(Careca), Sidney, Bebeto e Cícero Cesar(Igor). Fernando, Marcio, Edu Xiquita e Ailton. Fábio Silva e Cláudio(Gil). Tecnico: Roberto de Jesus.

FICHA DO JOGO

PETROLINA 1X0 PORTO
LOCAL Paulo de Souza Coelho(Petrolina)
DATA 11/03/2009
ÁRBITRO Emerson Sobral
ASSISTENTES Elan Viera e Marcelino Castro
CARTÕES AMARELOS Porto: Oziel, Gonçalves, Kiros e Wagner Rosa. Petrolina:Ronaldo, Wando, Luiz Paulo e Odilon.
GOL Nildo
PUBLICO 1,918
RENDA R$ 9.085,60
PETROLINA
Ary, Daniel(Nanau), Ronaldo Baltazar e Cuinha. Wando, Neto Maranhão, Alex Imbiribeira(Alex Silva) e Nildo(Everton). Luiz Paulo e Odilon. Técnico: Luciano Ribeiro.
PORTO
Danilo, Gonçalves, Stanley e Romero. Baiano, Romulo(Thiago Laranjeira), Wagner Rosa, Guego(Marlos) e Oziel. Joelson e Rogerio(Kiros). Técnico: Peu Santos.

PORTO BATE CENTRAL E TOMA QUARTO LUGAR GERAL

JORNAL DO COMMERCIO
O Porto levou a melhor no clássico da Capital do Agreste e venceu o Central, por 2x1, em jogo realizado na tarde de ontem, no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. Importante na briga pelas duas vagas pernambucanas na recém-criada Série D do Brasileiro, o resultado do jogo ajudou o Gavião a ultrapassar a Patativa na classificação geral do Estadual.
Agora, o tricolor tem 22 pontos, na quarta posição geral, enquanto o alvinegro caiu para quinto, com 20. Ambos brigam principalmente com o Santa Cruz (3º, com 31) por assento na quarta divisão nacional. Mais atrás estão Cabense (com 19), Ypiranga e Sete de Setembro (com 15). O Salgueiro (com 20) já tem vaga na garantida na Série C.
O Porto criou as melhores oportunidades de gol, principalmente no primeiro tempo. Os jogadores do Gavião se aproveitavam principalmente da desorganização da defesa rival, desfalcada de alguns titulares, para chegar ao gol do Central.
A pressão começou logo no começo da partida e depois de duas investidas Rogério abriu o placar. Aos três minutos, ele penetrou na área e soltou uma bomba no ângulo superior direito, sem defesa para o goleiro Davi.
O Gavião seguiu no ataque e quase ampliou o placar, aos 17 minutos, quando Joelson chutou, e Davi segurou. Outro lance de perigo surgiu na marca dos 21. Num cruzamento de Rômulo, Guego chutou, e Davi espalmou para fora.
O gol de empate do Central veio aos 25, num pênalti cobrado com perfeição por Fábio Silva, cada vez mais vivo na briga pela artilharia, agora, com 10 tentos, um a menos do que Ciro, do Sport, o líder da lista.
O segundo tempo foi mais equilibrado, com as duas equipes criando boas oportunidades de gol. O Porto também começou botando pressão com duas investidas perigosas. Aos 16, foi a vez de o Central levar perigo ao gol adversário, com um chute forte de Ely. Dois minutos depois Cláudio bateu para defesa de Marcelo Silva. O Gavião perdeu outra chance aos 29, com Paulista, e a Patativa aos 32, com Gil.
O gol da vitória do Porto saiu aos 36 minutos. Depois de um cruzamento de Rodolfo, Joelson fez 2x1, de cabeça. Em vantagem, o time fez marcação cerrada e conseguiu segurar o placar até o fim.
Na próxima rodada, domingo, os caruaruenses pegam os líderes. O Central recebe o Náutico, enquanto o Porto visita o Sport.

domingo, 15 de março de 2009

PORTO VENCE E VOLTA A ZONA DE CLASSIFICAÇÃO

Em um jogo de muitos gols perdidos o Porto voltou a vencer no estadual, 2x1 em cima do Central. Com o resultado o Gavião volta a zona de classificação para a Serie D. O Porto soma 22 pontos contra 20 do central.
O Porto começou o jogo se aproveitando da desorganização do Central que jogava com vários desfalques e fez 1x0 com Rogério logo aos 4 minutos. Mesmo ganhando a equipe tricolor continuou em cima perdendo chances de gols com Joelson e Rogério.
A partir da metade do primeiro tempo o Central conseguiu equilibrar o jogo pressionando a saida de bola do Porto. E numa Saida errada de Gonçalves, a bola tocou na mão de Romero. Penalti marcado por Claudio Mercante. Fabio Silva cobrou e empatou a partida.
O segundo tempo foi marcado pelas duas equipes jogando pra ganhar e muitas chances perdidas pelas duas equipes. Mas aos 35 Joelson fez 2x1 Porto e sacramentou a vitória do Gavião.
O Porto volta a jogar próximo domingo na Ilha do Retiro contra Sport.

quinta-feira, 12 de março de 2009

CINCO DERROTAS EM SEIS JOGOS

O Porto perdeu ontem de 1xo para o Petrolina confirmando a má fase do time que não consegue vencer fora de casa, foi a setima derrota do Gavião. Nos seis últimos jogos foram cinco derrotas. O Gavião agora ocupa a quinta posição geral e ver o sonho de disputar a Série D cada vez mais longe. O gol do Petrolina foi marcado pelo meia Nildo aos 17 do primeiro tempo. Domingo o Porto enfrenta o Central e uma nova derrota praticamente tira o Porto do pareo por uma vaga na Série D.

domingo, 8 de março de 2009

PORTO JOGA MAL E PERDE NO RECIFE

Em tarde pouco inspirada, errando muitos passes o Gavião não foi pareo para o Santa Cruz e perdeu por 2x0. O Porto segue com 3 pontos no segundo turno e vai a Petrolina enfrentar o time local próxima quarta.
O Santa começou o jogo assustando, mas a sua própria torcida. Com pouco mais de um minuto o goleiro André Zuba repôs a bola nos pés de Rogério. Ele entrou na área e chutou rasteiro, mas Sandro apareceu para interceptar. Na sobra, Vágner Rosa chutou de fora da área e Zuba compensou o erro ao espalmar para escanteio.
No entanto, depois disso só deu o Santa. Aos seis minutos, Thiago Matias aventurou-se ao ataque - coisa que já fizera pouco antes - e se deu bem. Ele recebeu na área e livrou-se de Danilo para chutar rasteiro para o fundo das redes. Aos dez foi a vez de Márcio tentar. O atacante soltou uma bomba no travessão e, no rebote, Parral chutou para fora.
No minuto seguinte foi a vez de Pedro Henrique desperdiçar o que poderia ser o 2x0 ao receber cruzamento rasteiro e dar uma "furada" na bola. Depois dessa pressão mais forte pós-gol, o Santa diminuiu um pouco o ritmo mas sem deixar o Porto tomar conta das ações.
A próxima boa chance dos corais surgiu apenas aos 21. Pedro Henrique cruzou rasteiro e Márcio antecipou-se à defesa mas concluiu para fora. O Porto, com um time mais leve, teve muita dificuldade para vencer o paredão tricolor formado por três volantes - Bilica, Wagner e Anderson - mais os zagueiros Thiago Matias, Leandro Camilo e Sandro. Nos últimos dez minutos, os corais recuaram mais do que deviam e o Porto começou a tocar mais a bola. Quando encontrou espaço para o contra-ataque, Pedro Henrique chutou para boa defesa de Danilo aos 41.
No segundo tempo, o Porto mostrou mais disposição nos primeiros minutos, tanto que o Santa só conseguiu passar da linha que divide o meio do campo aos quatro minutos. Porém, chegou mais perto do gol que o Gavião. Aos seis, Márcio desviou de cabeça apra a pequena área. Thiago Matias, cara a cara com o goleiro e em posição legal, completou para fora.
A partir daí, o Santa apertou a marcação na saída de bola do adversário e foi chegando com mais perigo. Aos nove, Danilo saiu da área para impedir a progressão de Pedro Henrique. Ele rolou para Anderson que tentou mandar para o gol sem goleiro, mas encontrou a cabeça de Vágner Rosa na trajetória da bola.
Dois minutos depois, Leo recuou a bola para Danilo e Márcio partiu para dividir com o goleiro. Leo fez falta e foi expulso. Com o adversário inferiorizado o tricolor pôde soltar mais seu time e Thiago Matias aproveitou bem. Aos 17 ele recebeu de Parral e chutou cruzado no canto direito de Danilo para fazer 2x0.
Como já estava com um a menos, o Porto não encontrou forças para esboçar reação. Já o técnico do Santa, Márcio Bittencourt pareceu satisfeito com o placar, pois não mexer no esquema tático para tentar um placar mais elástico como a torcida esperava.

FICHA DO JOGO

Santa Cruz 2x0 Porto
Local: Estádio do Arruda.
Árbitro: Cláudio Mercante.
Assistentes: Júlio César Bezerra e Ubirajara Ferraz.
Gols: Thiago Matias, aos seis do primeiro. Thiago Matias, aos 17 do segundo.
Cartões amarelos: Leandro Camilo, Anderson, Thiago Laranjeira, Romero e Gonçalves.
Expulsão: Leo.
Renda: R$ 19.752.
Público: 14.738.
Santa Cruz:
André Zuba; Leandro Camilo (Daniel), Sandro e Thiago Matias; Parral, Bilica, Wagner, Anderson (Elder) e Adílson; Pedro Henrique (Thomas Anderson) e Márcio Barros. Técnico: Márcio Bittencourt.
Porto:
Danilo, Gonçalves, Romero e Leo; Baiano, Rodolfo, Vágner Rosa, Guego (Neílson) e Aírton; Thiago Laranjeira (Anderson) e Rogério (Marlos). Técnico: Peu Santos.

quarta-feira, 4 de março de 2009

PORTO PRÓXIMO DO GOL 500

O Porto está bem próximo de atingir a marcar de 500 gols em campeonatos Pernambucano, segundo o Pesquisador Carlos Celso Cordeiro em ranking divulgado pelo Jornal do Commercio no dia 11/01/2009.
O Gavião contabilizava 477 gols antes de começar o estadual desse ano e com 19 gols marcados em 12 jogos o Porto chega a marca de 496 gols, faltando apenas 4 para o gol 500.
Fica a expectativa para que o Gavião atinja a marca nos próximos jogos.

terça-feira, 3 de março de 2009

FICHA DO JOGO

PORTO 2X0 SERRANO
LOCAL Luís Lacerda(Caruaru)
DATA 01/03/2009
ÁRBITRO Sebastião Rufino Filho
ASSISTENTES Marcelino Castro e Ricardo Chianca
GOLS Rodolfo Potiguar e Thiago Laranjeira
CARTÕES AMARELOS- Porto: Danilo, Stanley e Romulo. Serrano: Alex Costa, Souza, Junior Moura e Petroleo.
EXPULSÃO Stanley
PUBLICO 2,508
RENDA R$ 12.045,00
PORTO
Danilo, Val(Baiano), Stanley, Gonçalves, Romero e Airton. Rodolfo Potiguar, Romulo e Guego. Thiago Laranjeira(Marlos) e Rogério(Anderson). Tecnico: Peu Santos.
SERRANO
Luciano, Saulo(Didiu), Souza, Alex Costa e Luciano Minho. Marcondes(Petroleo), Junior Moura, Robson Carioca e Piva. Caio e Paulinho. Tecnico: Erasmo Forte

segunda-feira, 2 de março de 2009

BOA ESTRÉIA DE PEU SANTOS

Depois de um fim de primeiro turno irregular, a equipe do Porto conseguiu reencontrar o caminho das vitórias na estreia do novo treinador Peu Santos, que chegou, mudou o esquema da equipe e viu seus comandados corresponderem em campo. O tricolor caruaruense derrotou o Serrano por 2x0, ontem, no Luiz Lacerda.
O primeiro gol do Porto saiu já no primeiro tempo, aos 32 com o volante Rodolfo cobrando uma falta de muito longe e sem chances para o goleiro Luciano. No final do primeiro tempo o Gavião ainda teve o zagueiro Stanley expulso com o segundo amarelo.
No segundo tempo com um homem a mais, o Serrano tentou pressionar, mas foi o Porto Que ampliou para 2x0. O atacante Tiago Laranjeira recebeu bom passe de Val e só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes para fechar o placar.
O Porto volta a jogar próximo domingo contra o Santa Cruz no Arruda.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

FICHA DO JOGO

PORTO 1X2 YPIRANGA
DATA 15/02/2009
LOCAL Luís Lacerda(Caruaru)
ÁRBITRO Claudio Mercante
ASSISTENTES Albert Junior e Roberto José
GOLS: Fagner, Guego(penalti) e Assis.
CARTÕES AMARELOS Porto: Airton, Wagner Rosa e Caio. Ypiranga: Mauricio, Lima, Júlio Cesar, Junior Xuxa e Fagner.
RENDA 18.875,00
PUBLICO 3.920
PORTO
Danilo, Val, Gonçalves, Stanley e Airton(Baiano). Romulo, Wagner Rosa(Kiros), Guego e Thiago Laranjeira. Marlos(Caio) e Rogério. Técnico: Adelmo Soares.
YPIRANGA
geday, Bruno Paraíba, Maricio, Lima e Joãozinho. Pio, Júlio Cesar(Tiago), Jair(João Paulo) e Fagner(Ila). Junior Xuxa e Assis. Técnico: Marcelus Almeida.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

PEU SANTOS ASSUME O PORTO

O Tecnico Adelmo Soares foi dispensado nessa quinta-feira pela direção do Porto. apõs um bom começo de ano a equipe caiu de rendimento e terminou o primeiro turno acumulando 5 derrotas.
Em 11 jogos oficiais Adelmo conquistou: 5 vitórias, 1 empate e perdeu 5 vezes.
Durante a tarde o presidente José Porfirio anunciou Peu Santos como novo treinador do Gavião, Peu tem boas passagens como treinador no futebol pernambucano, em 2003 ele conseguiu um terceiro lugar com o modesto Itacuruba e em 2007 foi quarto com o Vera Cruz.

domingo, 15 de fevereiro de 2009

3 DERROTAS SEGUIDAS!!!

Em mais um jogo decepcionante o Porto perde dentro de casa para o Ypiranga e termina o turno em quarto, essa foi a terceira derrota seguida da equipe e a quinta na competição. O Porto volta a jogar dia 1 de Março contra o Serrano aqui em Caruaru.
Jogando o mesmo futebol apatico, o Porto tinha o dominio do jogo, mas não tinha criatividade para executar jogadas que oferecessem perigo ao gol do Ypiranga. E como sempre vem acontecendo nos jogos em Caruaru acabou tomando o gol num contra-ataque. Depois do gol o Gavião tentou acordar, sempre com Val pela direita que em duas oportunidades chutou forte para a defesa do goleiro Geday do Ypiranga.
O segundo tempo parecia que o Porto vinha determinado a mudar a história do jogo, logo aos 3 minutos Rogério foi derrubado dentro da area, penalti que Guego converteu. Não demorou muito para o time de Santa Cruz empatar, Assis aos 6 minutos recebeu dentro da area virou em cima de Stanley que fez 2x1 para o Ypiranga.
O técnico Adelmo Soares voltou a insistir com Kiros que entrou no segundo tempo e mais uma vez não agradou.
Com esse resultado o Porto acumulou quatro derrotas seguidas para o Ypiranga em jogos validos pelo campeonato Pernambucano e pelo futebol que vem apresentando a tão sonhada vaga para Série D vai ficar cada vez mais distante.

sábado, 14 de fevereiro de 2009

FICHA DO JOGO

NAUTICO 1X0 PORTO
LOCAL Aflitos(Recife)
DATA 11/02/2009
ÁRBITRO Emerson Sobral
ASSISTENTES Luciano Cruz e Elan Viera
GOL Gilmar(penalti)
CARTÕES AMARELOS Nautico: Nunes, Vagner, Jhonny,Carlinhos Bala e Gladstone. Porto: Rodolfo, Wagner Rosa, Rogério e Guego.
PUBLICO 7.299
RENDA R$ 43.268,00
NAUTICO
Eduardo, Carlinhos, Vagner, Gladstone e Edson Miolo. Nunes(Gallardo), Jhonny e David. Carlinhos Bala, Gilmar e Kuki(Dinda). Técnico: Roberto Fernandes.
PORTO
Danilo, Val, Gonçalves, Stanley e Oziel(Marlos). Romulo, Wagner Rosa, Rodolfo(Neilson) e Guego. Thiago Laranjeira e Rogério(Caio). Técnico: Adelmo Soares.

FICHA DO JOGO

CABENSE 2X1 PORTO
LOCAL Glieno de Carli(Cabo de Santo Agostinho)
DATA 08/02/2009
ÁRBITRO Gleydson Leite
ASSISTENTES Luís Fernando Coelho e Eduardo Alcantara
GOLS: Alexandre(C), Contra(P) e Novito(C)
CARTÕES AMARELOS: Cabense- Evanilson e Ailton. Porto- Airton e Thiago Laranjeira.
EXPULSÃO Evanilson
PUBLICO 1.340
RENDA R$ 5.880,00
CABENSE
Ibson, Cleber Pereira, Marcio Silva, Alexandre e Ailton. Fabinho(Neto), Coringa, Filipe(Marcio Machado) e Evanilson. Fabinho Recife(Novito) e Eduardo. Técnico: Rogério Zimermann
PORTO
Danilo, Val(Neilson), Gonçalves, Stanley e Airton(Kiros). Romulo, Wagner Rosa, Rodolfo e Guego. Thiago Laranjeira e Rogério(Marlos). Técnico: Adelmo Soares.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

PORTO PERDE DE NOVO

Com um gol de pênalti logo aos 2 minutos de jogo, cobrado pelo atacante Gilmar, o Porto perdeu por 1x0 para o Nautico nos Aflitos. O resultado mantém o Timbu na 3ª colocação do primeiro turno do Campeonato Pernambucano, vencido ontem pelo Sport, adversário alvirrubro no Clássico dos Clássicos do sábado, na Ilha do Retiro. Já o Gavião permanece em 4º, com 16, mas agora divide a posição com a Cabense, levando a melhor no saldo de gols (9x3).
Querendo apagar a imagem que havia ficado do jogo contra o Petrolina, o Náutico mostrou atitude logo no início, indo para cima do Porto. E em menos de 1 minuto, conseguiu um pênalti, com Johnny, que foi derrubado na área por Rodolfo, após tabela com Carlinhos Bala. Gilmar cobrou no canto direito do goleiro, abrindo o placar.
A blitz alvirrubra continuou aos 7, com Johnny chutando de longe, com perigo, após rebote da zaga. Aos poucos, o ímpeto foi diminuindo e o time só voltou a assustar aos 18. Gilmar trocou passes com David e entrou na área com condições de fazer o gol, mas rolou para Kuki, que perdeu a chance embaixo da barra, chutando por cima.
Com o passar do tempo, o Timbu voltou a errar passes, tentando ligação direta com o ataque na base de chutões, irritando a torcida. Por outro lado, o Gavião começava a chegar com perigo, principalmente em contra-ataques, mas sem oportunidades claras.
Aos 39, Gladstone empurrou o atacante Rogério na área e o árbitro Émerson Sobral marcou pênalti. No entanto, o assistente Luciano Cruz, que estava sendo muito pressionado pela torcida por conta de outros lances, disse ao juiz que o jogador tinha se jogado e Sobral inverteu a marcação, dando cartão amarelo ao jogador caruaruense por simulação.
Tentando melhorar a saída de bola, o treinador Roberto Fernandes colocou Galiardo na vaga de Nunes na volta para o segundo tempo. A mudança não surtiu o efeito esperado e o time continuou cedendo espaços e tendo dificuldades na ligação com o ataque.
O Porto assustava pouco. Aos 24, Vágner Rosa chutou de longe, para defesa de Eduardo. O troco alvirrubro veio aos 35, quando Dinda – que havia entrado no lugar de um apagado Kuki – desceu pela esquerda, puxou para o meio e bateu no travessão.
Nos acréscimos em falta cobrada por Guego, aos 47, Eduardo garantiu o resultado. Na torcida, um misto de aplausos aliviados pela vitória e vaias, pelo futebol apresentado.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

PORTO PERDE E AGORA É 4º

Cabense e Porto fizeram uma partida bastante disputada na tarde de ontem, no estádio Gileno de Carli, no Cabo de Santo Agostinho. Depois de um primeiro tempo bastante nivelado, a equipe de Caruaru apresentou um melhor futebol durante a segunda etapa, mas acabou sendo punida pela enorme quantidade de gols perdidos e foi derrotado por 2x1 para o time da casa.
A derrota fez com que o time do Porto desse adeus de vez ao distante sonho do título. Com 16 pontos e na 4ª colocação, já que foi ultrapassado pelo Náutico, a equipe caruaruense agora está distante nove pontos do líder Sport e restam apenas seis a serem disputados no torneio. A Cabense passou o Salgueiro e agora assume a 6ª colocação.
O JOGO
A primeira etapa foi marcada pelo equilíbrio entre as duas equipes, que abusaram dos gols perdidos, mas curiosamente foi nela que saíram dois dos três gols da partida.
A equipe do Cabo de Santo Agostinho abriu o placar aos 37 minutos do primeiro tempo com o zagueiro Alexandre, mas a vitória parcial durou pouco. O volante Evanílson marcou contra, aos 45 da primeira etapa e empatou a partida. As equipes foram para o segundo tempo em igualdade e voltaram para escrever uma história completamente diferente.
O Porto voltou muito superior e mais uma vez abusou de perder gols. O volante Vágner Rosa e o meia Guego colocaram uma bola na trave cada e tiveram muito perto de virar a partida para o tricolor caruaruense.
A única chance da Cabense durante toda a segunda etapa só aconteceu aos 35 minutos e ao contrário do que fazia o Porto, a bola foi parar no fundo das redes. Depois de um erro na saída de bola, Novito ganhou a disputa e entrou sozinho para tocar na saída do goleiro Danilo.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

FICHA DO JOGO

PORTO 1X0 SETE DE SETEMBRO
LOCAL Luis Lacerda(Caruaru)
DATA 04/02/2009
ÁRBITRO Patricio Souza
ASSISTENTES Paulo Sergio Steffanello e José Bonifacio Neto
GOL Val
CARTÕES AMARELOS: Porto-Val e Wagner Rosa. Sete-Ney Carioca, Zaqueu, Josa, Nego Pai e Poli.
PUBLICO 3,015
RENDA R$ 14.475,00

PORTO
Danilo, Val, Gonçalves, Romero e Airton. Cosme(Romulo), Wagner Rosa, Rodolfo e Guego(Neilson). Thiago Laranjeiras e Rogério(Paulista). Técnico: Adelmo Soares.
SETE
Mondragon, Paulinho, Douglas, Ney Carioca e Josa. Zaqueu, Jailton(Jefferson), Vinicius(Poli) e Marcelo Capanema. Nego Pai e João Paulo(Marcelo Paraiba). Técnico: Lourival Silva.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

PORTO VOLTA A VENCER E SE MANTÉM VIVO

Gavião faz seu dever de casa e ganha do Sete de Setembro, por 1x0, após três partidas sem triunfar. Tricolor segue em terceiro, agora com 16 pontos, e ainda sonha com título do turno
Após três rodadas, o Porto voltou a vencer no Campeonato Pernambucano. Jogando no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru, o Gavião do Agreste derrotou o Sete de Setembro por 1x0, gol marcado pelo lateral-direito Val, o destaque da partida.
Com o resultado, o tricolor caruaruense se firma na terceira colocação, com os mesmos 16 pontos do Náutico, o 4º colocado. Porém leva vantagem por ter uma vitória a mais (5x4).
Já o Sete de Setembro, que vinha de três jogos invictos (dois empates e uma vitória) segue ameaçado de rebaixamento. Na décima colocação, possui apenas seis pontos, um a mais do que a Acadêmica Vitória, equipe que abre a zona de queda.
No próximo domingo, pela nona rodada, o Porto encara a Cabense, no Gileno de Carli. Já o Sete joga no Gigante do Agreste contra o Salgueiro.
O JOGO
O Porto começou a fazer as pazes com a vitória aos 14 minutos do primeiro tempo. Em boa jogada pela esquerda, o atacante Guego lançou Airton, que cruzou para a área. Como elemento surpresa, o lateral-direito Val apareceu e empurrou para o gol vazio.
A vantagem no marcador fez jus ao melhor futebol apresentado pelo Gavião. Durante todo o encontro, o time de Caruaru teve as melhores chances – só Val desperdiçou outras duas boas chances.
Pelo lado do Sete de Setembro, a melhor oportunidade veio aos 28 minutos do segundo tempo, quando Marcelo Paraíba entrou sozinho na área, mas, apesar de cara a cara com o goleiro Danilo, não conseguiu concluir.
O lado curioso da partida foi a renda divulgada. Apenas R$ 75. Por outro lado, o público foi de exatos 3.500 pessoas. Vale lembrar que cada time intermediário tem direito a 3.900 ingressos do programa governamental Todos com a Nota.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

FICHA DO JOGO

PORTO 0X1 VITÓRIA
LOCAL Luís Lacerda(Caruaru)
HORARIO 16h
ÁRBITRO Nielson Nogueira
ASSISTENTES Elan Viera e Charles Rosa
GOL Marquinho
CARTÕES AMARELOS Porto- Romulo. Vitória-Marquinho, Felipe e Marcio
EXPULSÃO Stanley
PUBLICO 3.220
RENDA R$ 15.480,00
PORTO
Danilo, Baiano(Anderson), Gonçalves, Stanley e Oziel. Rodolfo, Romulo, Guego e Thiago Laranjeira(Daniel). Marlos e Kiros(Rogério). Técnico: Adelmo Soares.
VITÓRIA
Fernando, Adriano, Cleiton, Marcão e Sandro Miguel. Marcio, Marcos Paulo, Marquinho, Dinda(Felipe). Eduardinho(Antonio Carlos) e Lima(Nininho). Técnico: Peu Santos.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

GAVIÃO FAZ A FESTA NO AGRESTE

GERALDO (AO CENTRO) FAZ A FESTA NO JOGOS DO PORTO

JORNAL DO COMMERCIO 01/02/2009
Líder das primeiras rodadas do Campeonato Pernambucano, se o Porto não é a sensação de Caruaru, onde ainda predomina a torcida do Central, ao menos faz alegria da seus fiéis admiradores, especialmente de um ilustre torcedor, Geraldo Goberto. Ele não frequenta apenas o estádio, mas arrasta quantos torcedores forem possíveis para empurrar o Porto para cima dos adversários. Só este ano ele já distribuiu mais de 480 camisas do time caruaruense. Além de torcedor símbolo, Geraldo, 46, ainda se autodenomina historiador do clube e foi responsável pela criação da carteirinha de sócio-torcedor, que já conta com 2.860 associados. Com ela, associados pagam metade do preço dos ingressos.
Apesar da animação do início do campeonato, Geraldo é realista quanto às expectativas do Porto na competição e não falou em título. “A filosofia do Porto é revelar jogadores e permanecer na primeira divisão. Agora o objetivo é alcançar a classificação para a série D do Campeonato Brasileiro”, afirmou o torcedor. Enquanto o time faz bonito em campo, o seu torcedor símbolo e fundador da Torcida Pé de Serra do Gavião, vai incentivando novos caruaruenses a torcerem pelo o clube. “Não somos torcedores, somos admiradores. Nossa torcida não tem nada de confusão, vamos ao estádio para fazer alegria”, comentou Geraldo. Além de levar os torcedores para o estádio, ele ainda se dá ao trabalho de providenciar o lanche no intervalo dos jogos. Distribui mil pacotes de pipocas e mil pastilhas para a torcida. O custo do lanche do intervalo sai do bolso do torcedor símbolo e de alguns patrocinadores. Como ele é praticamente uma torcida organizada ambulante, tem até site com sua trajetória de torcedor e diversas fotos com personagens ilustres do futebol brasileiro e do mundo artístico. Entre as celebridades que já vestiram a camisa do Porto, ao menos para as fotos de Geraldo, estão Josué, Araújo, Nildo, Biro Biro, o ex-corredor Robson Caetano, além dos cantores Reginaldo Rossi e Netinho.
CRAQUES
Geraldo faz a festa na arquibancada, mas dentro de campo quem está fazendo a festa da torcida é o meia Guego. Aos 22 anos, o jogador, que é caruaruense e está no clube desde 2003, já briga pela artilharia do Campeonato Pernambucano. Apesar de ser da cidade, ele revela que não torcia para nenhum clube da região. “Eu sempre gostei do Porto, mas nunca fui de ir a campo, até começar a jogar no time”, comentou o atleta. Apesar disso, Guego reconhece que a campanha do clube pode trazer um maior número de torcedores, principalmente entre os mais jovens. “Essa campanha incentiva os meninos da cidade a gostarem do Porto. Se não ganharmos jogos, não tem como trazer torcedor.”
Ter um prata da casa como estrela do time não é novidade para o tricolor do Agreste. O time que já revelou Josué, ex-São Paulo e Goiás, hoje no Wolfsburg da Alemanha, e Araújo, que já jogou no Cruzeiro, Goiás, Shimizu S-Pulse e Gamba Osaka (ambos do Japão) e está no Al-Gharafa, do Catar. Até o treinador Adelmo Soares, que já comandou diversos times do interior, antes de trabalhar com os profissionais, dirigiu por seis meses as categorias de base do Clube. “É uma experiência muito boa trabalhar com jogadores jovens. Eles são mais focados e estão mais dispostos a aprender. No mundo da bola tem muita gente, quem pisca o olho acaba ficando para trás”, destacou Adelmo Soares.
Esse ano, o Porto ampliou as instalações do Ninho do Gavião, um Centro de Treinamento com uma estrutura invejável para apoiar o time profissional e desenvolver ainda mais os jogadores jovens. No CT, o Porto investe em torno de R$ 25 mil por mês, para manutenção administrativa.
» Serviço: Site oficial da torcida www.torcidapedeserradogaviao.com

PORTO PERDE EM CASA DO EX-LANTERNA

Mesmo jogando em casa, o Porto perdeu por 1x0 para o Vitória, que estava na lanterna da competição, ontem no Luiz Lacerda. Com o resultado, o time de Caruaru segue em terceiro, com 13. Já o time de Vitória subiu para a vice-lanterna, com 5.
O Gavião do Agreste nem parecia aquele time que empolgou no início da competição, quando chegou a golear o Santa Cruz. Sem empolgação, a equipe poderia ter perdido por um placar mais elástico, já que o Vitória apresentou um futebol mais organizado, sobretudo, na etapa final.
No primeiro tempo, as equipes apresentaram um futebol sem muita criatividade e com poucas boas jogadas. Bom para o tricolor das Tabocas que fez o único gol da partida, aos 17 minutos. Depois de um cruzamento da direita, Marquinhos aproveitou a bobeira da defesa e colocou a bola para dentro da rede.
A segunda etapa foi mais movimentada, com as equipes criando boas oportunidades de gol, mas sem conseguir a finalização. Logo aos cinco, Marquinhos perdeu um gol feito para o Vitória.
O Porto ficou com um jogador a menos aos 11 minutos, quando Stanley fez falta dura em Eduardinho e recebeu o cartão vermelho. Com um jogador a mais, o Vitória foi para cima, mas sem conseguir ampliar.
O Porto ainda tentou uma reação no fim do jogo, fazendo pressão em cima dos visitantes, mas sem sucesso.

domingo, 1 de fevereiro de 2009

QUE VERGONHA!!

O Porto perdeu uma grande de voltar a vice liderança do pernambucano ao ser derrotado pelo Vitória, lanterna da competição por 1x0, em jogo realizado no José Luis Lacerda. Jogando um futebol mediocre o Gavião não apresentou a mesma desenvoltura das primeiras rodadas e acumula agora 3 jogos sem vencer e sem marcar gols. O destaque negativo ficou por conta do atacante Kiros que mais uma vez não jogou bem e foi substituido no intervalo do jogo e da ineficiencia de Oziel e Romulo que não substituiram a altura os suspensos Airton e Wagner Rosa.
O Gavião volta a campo quarta-feira contra o Sete de Setembro no José Luís Lacerda em Caruaru.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

PRINCIPAIS ARTILHEIROS/PERNAMBUCANO 2009

17rodadas
MARCELO RAMOS 12
CIRO- SPORT 11
FABIO SILVA-CENTRAL 11
GILMAR-NÁUTICO 10
CARLINHOS-NAUTICO 8
GUEGO-PORTO 6
ASSIS-YPIRANGA 6
PAULO RANGEL-SALGUEIRO 6
MARCIO-SANTA CRUZ 6
ALISON-SALGUEIRO 5
CORINGA-CABENSE 5
ALEANDRO- VITORIA 5

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

PERNAMBUCANO 2009






JOGOS DO 1ºTURNO-PERNAMBUCANO 2009


1ªrodada


SPORT 4X0 VITÓRIA


SERRANO 0X3 PORTO


NAUTICO 2X2 CABENSE


CENTRAL 1X2 SALGUEIRO


YPIRANGA 4X2 PETROLINA


SETE 0X1 SANTA CRUZ


2ªrodada


SALGUEIRO 0X2 SPORT


SERRANO 0X1 NAUTICO


PETROLINA 0X2 CENTRAL


PORTO 4X0 SANTA CRUZ


CABENSE 1X0 YPIRANGA


VITÓRIA 1X1 SETE


3ªrodada


NAUTICO 2X2 SALGUEIRO


SPORT 3X0 SERRANO


PORTO 4X0 PETROLINA


SANTA CRUZ 2X1 CENTRAL


SETE 0X2 CABENSE


YPIRANGA 2X1 VITÓRIA


4ªrodada


SPORT 1X0 SETE


YPIRANGA 3X4 NAUTICO


SERRANO 1X2 VITÓRIA


CENTRAL 2X3 PORTO


SALGUEIRO 1X2 SANTA CRUZ


CABENSE 2X0 PETROLINA


5ªrodada


PORTO 0X1 SPORT


NAUTICO 1X0 CENTRAL


SANTA CRUZ 3X1 YPIRANGA


PETROLINA 2X3 SETE


VITÓRIA 1X1 SALGUEIRO


SERRANO 1X0 CABENSE


6ªrodada


YPIRANGA 1X4 SPORT


SALGUEIRO 0X0 PORTO


SETE 1X1 NAUTICO


CENTRAL 1X1 SERRANO


VITORIA 0X2 PETROLINA


CABENSE 0X1 SANTA CRUZ
7ªrodada


SPORT 3X1 PETROLINA


NAUTICO 2X2 SANTA CRUZ


CABENSE 1X2 CENTRAL


PORTO 0X1 VITÓRIA


SALGUEIRO 3X1 YPIRANGA


SERRANO 1X1 SETE


8ªrodada


SPORT 2X0 CABENSE


PORTO 1X0 SETE


YPIRANGA 0X3 CENTRAL


VITÓRIA 1X5 NAUTICO


SANTA CRUZ 7X1 SERRANO


PETROLINA 1X SALGUEIRO


9ªrodada


NAUTICO 2X1 PETROLINA


SANTA CRUZ 1X1 SPORT


CABENSE 2X1 PORTO


CENTRAL 2X0 VITÓRIA


SETE 1X0 SALGUEIRO


SERRANO 2X3 YPIRANGA


10ªrodada


CENTRAL 1X3 SPORT


NAUTICO 1X0 PORTO


YPIRANGA 0X3 SETE


PETROLINA 2X3 SANTA CRUZ


SALGUEIRO 1X1 SERRANO


VITÓRIA 0X2 CABENSE


11ªrodada


SANTA CRUZ 1X1 VITÓRIA


SPORT 2X0 NAUTICO


PORTO 1X2 YPIRANGA


SETE 1X1 CENTRAL


PETROLINA 3X0 SERRANO


SALGUEIRO 1X0 CABENSE



2

PORTO EMPATA NO SERTÃO E CAI PARA 3º

Gavião segura 0x0 com o Salgueiro, fora de casa, mas perde a vice-liderança para o Santa Cruz. Tricolor do Agreste tem agora 13 pontos. Já o Carcará está na oitava posição, com seis.
Jogando para tentar apagar o futebol apresentado na última rodada do Campeonato Pernambucano, quando acabaram sendo derrotados, as equipes de Salgueiro e Porto entraram em campo ontem, no estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro, mas não conseguiram tirar o zero do placar.
O empate acabou fazendo com que os dois times vissem suas pretensões na rodada ficarem para trás. Com o empate o time do Salgueiro agora soma seis pontos e continua estacionado na oitava posição, enquanto o Porto, pela segunda rodada consecutiva, perde uma posição na tabela.
A vitória do Santa Cruz sobre a Cabense, no Cabo de Santo Agostinho fez com que o tricolor da capital assumisse a segunda colocação, com 15 pontos, e ultrapassasse o tricolor do Agreste, que agora soma 13 pontos.
O jogo não fugiu muito do que vem acontecendo com as duas equipes desde o início do estadual.
Enquanto o Carcará joga bem e não tem conseguido sorte nas finalizações, o Porto novamente começa mal a partida. Nas últimas rodadas a equipe caruaruense havia conseguido acordar no segundo tempo, mas em Salgueiro isso não aconteceu e os tricolores tiveram que se contentar mesmo com o empate em 0x0.
Assim como na partida passada, quando perdeu para o Sport, a equipe do Porto não voltou a apresentar o futebol das primeiras quatro rodadas do torneio e viu o Salgueiro mandar na partida.
A equipe do Sertão teve cinco chances claras interceptadas pelo goleiro Danilo, do Porto, que acabou sendo o destaque da equipe caruaruense.
O Gavião ainda perdeu o lateral-esquerdo Aírton, aos 20 minutos do segundo tempo. Ele recebeu o segundo cartão amarelo na partida e acabou tendo que assistir o restante da partida dos vestiários.

FICHA DO JOGO
SALGUEIRO 0X0 PORTO
LOCAL Cornélio de Barros(Salgueiro)
DATA 28/01/2009
ÁRBITRO Emerson Sobral
ASSISTENTES Jossemmar Diniz e Wilton Lins
CARTÕES AMARELOS Porto: Airton, Kiros e Wagner Rosa. Salgueiro:Rogério, Henrique, Henrique Yroche e Vitor Caicó.
CARTÃO VERMELHO Airton
PUBLICO 4.543
RENDA R$ 20.820,00
SALGUEIRO
Luciano, Rogério, Alisson, Henrique e Henrique Yroche. Marcos Mendes, Wendel, Vitor Caicó(Rodrigo) e Oliveira(Mauro). Patrick(Tiago) e Leonardo. Tecnico: Neco.
PORTO
Danilo, Baiano, Gonçalves, Stanley e Airton. Cosme, Wagner Rosa, Guego e Thiago Laranjeira(Neilson). Marlos e Kiros(Rogerio). Tecnico: Adelmo Soares.

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

FICHA DO JOGO

PORTO 0X1 SPORT
Data: 25/01/2009
Local: Luiz Lacerda (Caruaru).
Árbitro: Cláudio Mercante.
Assistentes: Júlio César Bezerra e Ubirajara Ferraz.
Gols: Guto, aos três do primeiro.
Cartões amarelos: Vágner Rosa, Rogério e Durval.
Público: 8.188
Renda:R$ 91.750,00
PORTO
Danilo; Baiano (Neílson), Stanley, Gonçalves e Airton (Rômulo); Rodolfo, Vágner Rosa, Thiago Laranjeira e Guego; Kiros (Rogério) e Marlos. Técnico: Adelmo Soares.
SPORT
Magrão; César, Igor e Durval; Sidny, Hamilton, Sandro Goiano (Andrade), Paulo Baier (Fumagalli) e Dutra; Guto e Ciro (Luciano Henrique). Técnico: Nelsinho Batista.

FICHA DO JOGO

CENTRAL 2X3 PORTO
LOCAL José Luiz lacerda
DATA 21/01/2009
ÁRBITRO Wilson de Souza
ASSISTENTES Ricardo Menezes e Paulo Steffanello
CARTÕES AMARELOS Central- Cezar Baiano, Davi e Russo
GOLS Adeildo(C), Cláudio(C), Guego(P), Rogério(P) e Guego(P)
PÚBLICO 7,352
RENDA R$ 41.540,00
CENTRAL
Davi, Russo, Bebeto, Sidney e Adeildo. Cezar Baiano(Jardel)(Fernando), Macio, Danilo(Juninho) e Djalma. Ailton e Cláudio. Técnico: Lourival Santos
PORTO
Danilo, Baiano(Cleiton), Gonçalves, Stanley e Airton(Val). Rodolfo, Wagner Rosa, Guego e Thiago Laranjeira. Marlos e Kiros(Rogério). Técnico: Adelmo Soares.

domingo, 25 de janeiro de 2009

PORTO PERDE PARA O SPORT


O Sport soube segurar bem o Porto e assumiu a liderança isolada do primeiro turno do Campeonato Pernambucano com a vitória por 1x0 diante do Porto, neste domingo (25), no estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. O gol da vitória foi marcado logo aos três minutos de partida, por intermédio de Guto. Os rubro-negros chegaram aos 15 pontos e deixam o Gavião com 12.
A postura do Porto ficou bem definida tão logo a bola começou a rolar: marcar o Sport na saída de bola. No entanto, o Sport foi mais esperto e, na primeira jogada trabalhada conseguiu seu gol. Sandro Goiano dominou e fez o lançamento longo para Guto. Ele percebeu a saída de Danilo e, de cabeça, mandou por cobertura para abrir o placar.
A desvantagem no placar não mudou a postura do Porto em fazer pressão nos zagueiros, o que obrigou o Sport a fazer "ligação direta" - a bola saída da defesa para o ataque sem passar pelo setor de criação, o meio-de-campo. Além disso, a má jornada de Ciro, não dominava as jogadas, fez com que a defesa do Gavião sempre levasse vantagem.
Por outro lado, o trio de zaga do Sport, reforçado pela boa atuação do volante Hamilton não deixava o ataque do Porto entrar na área. As tentativas dos caruaruenses eram de longe, e sempre sem pontaria. Assim, só a bola parada resolveria. E, aos 25, Paulo Baier bateu falta da direita e Igor cabeceou forte. Danilo defendeu e a trave também ajudou. No rebote, o mesmo Igor chutou torto, para fora.
Os donos da casa só conseguiram levar perigo efetivo aos 35 minutos. Depois de uma cobrança de falta bater na barreira leonina, Thiago Laranjeira ficou com a sobra, mas chutou na rede, pelo lado de fora. O rubro-negro respondeu outra vez na bola parada. Paulo Baier bateu escanteio e César cabeceou raspando a trave direita. O único chute do Porto em direção ao gol saiu aos 43. Vágner Rosa mandou fraco, fácil para Magrão.
Os dois times voltaram para a etapa final com alterações, por coincidência, ambas nos respectivos setores ofensivos. Luciano Henrique assumiu o posto de Ciro pelo Sport; e Rogério entrou na vaga de Kiros, pelo Porto. Mas foram as posturas dos dois times foram opostas. O time da Ilha recuou seu meio-de-campo, enquanto o Gavião teve mais posse de bola.
Mas o primeiro lance de perigo veio apenas aos 12 minutos. Rogério dominou a bola dentro da grande área e chutou para fora. Durante grande parte dos 45 minutos finais o jogo deu-se no campo defensivo rubro-negro, porém a grande fase dos defensores - o time ainda não tomou gol nos cinco confrontos - atrapalhou as pretensões do Porto.
O Sport só veio finalizar aos 24 minutos, com Hamilton. Mas o chute foi fraco, sem grande dificuldade para Danilo. A essa altura, Fumagalli já entrara no lugar de Paulo Baier, bastante cansado. Dois minutos depois da tentativa de Hamilton, a bola parada voltou a ajudar o Leão. Andrade bateu de longe e Danilo defendeu em dois tempos.
Somente nos dez minutos finais é que o Porto chegou em condições de finalizar com mais perigo. Mas quando a zaga não conseguiu conter, apareceu a figura de Magrão. Aos 45 minutos, Thiago Laranjeira bateu escanteio e Rogério cabeceou livre. O goleiro do Sport mandou a escanteio e garantiu a vitória.
Na próxima quarta-feira (28), o Sport volta a atuar fora de casa. O adversário será o Ypiranga, em Santa Cruz do Capibaribe. Já o Porto encara o Salgueiro, no Cornélio de Barros.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

GUEGO E CIRO NEGAM DUELO PARTICULAR

JORNAL DO COMMERCIO 23.01.2009
Jovens goleadores do Estadual adotam discurso de humildade e tiram o peso da briga pela artilharia
Por Lucas Liausu
O jogo entre Porto e Sport, que acontece no próximo domingo, no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru, está sendo muito aguardado pelos dois times estarem dividindo a liderança da competição desde a primeira rodada, com a equipe caruaruense hoje na frente pelo saldo de gols (12x10). Além do confronto entre os líderes, a partida também marcará o duelo entre os dois maiores goleadores dessa edição do estadual.
O meia Guego, do Porto, e o atacante Ciro, do Sport, disputam rodada a rodada a liderança do prêmio máximo individual da competição. Assim como na classificação, o tricolor do Agreste também leva uma pequena vantagem em relação ao rubro-negro da capital. Guego marcou cinco gols, enquanto Ciro balançou as redes quatro vezes.
Um ponto que chama a atenção entre os atletas é a idade. Fugindo da regra dos últimos quatro anos, quando os artilheiros do Pernambucano foram jogadores mais experientes – como Geraldo, Marcelo Ramos, Carlinhos Bala e Kuki – Guego, 22 anos, e Ciro, 19, são jovens promessas do futebol pernambucano e, talvez por isso, não estejam pondo a artilharia como o primeiro objetivo – ao contrário dos “medalhões”.
Apesar de não se conhecerem pessoalmente, Guego e Ciro parecem ter combinado o discurso quando o assunto é a artilharia da competição. “Eu não entro em campo só pensando em ser o artilheiro. Claro que jogo para fazer gols e ajudar meu time, mas a artilharia não é meu objetivo principal”, diz Guego. Para Ciro, a principal meta é o título. “Jogo sempre para ajudar o Sport. Minha intenção é ser um jogador operário e estar lá na frente batalhando pela bola. Tento sempre fazer meus gols, mas penso primeiro no grupo.”
Sobre o duelo particular que travariam em busca da artilharia na partida, eles também desconversam. “A imprensa pode falar que é duelo, mas não vejo dessa maneira”, comenta Guego. Ciro também não quis saber da disputa. “Não tem isso. Entro em campo para ajudar o Sport e é o que vou fazer domingo. Se puder fazer gols, ótimo.”
Artilheiro do Pernambucano de Juniores, em 2008, o rubro-negro classifica como dura a briga pela artilharia de 2009 entre os profissionais. “Há muitos jogadores de qualidade, e o futebol jogado é outro. Acho difícil (ser o goleador máximo).”
Guego pode ser o terceiro artilheiro por um time do interior no Estadual, juntando-se a Kelson, do Itacuruba (2004), e Lêniton, do próprio Porto (1998). Ele, porém, não se deslumbra. “Seria ótimo entrar para a história, mas abro mão de meus objetivos pessoais em prol do grupo. Sem os meus companheiros eu não estaria fazendo gols.”

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

HINO DO PORTO

clique no link para baixar o hino do gavião http://www.4shared.com/file/24280521/d9d2db2e/porto_-_pe.html/

PORTO VIRA E AQUECE JOGO CONTRA O SPORT

Porto vira e aquece jogo com o SportPublicado em 22.01.2009
Gavião perdia do Central por 2x0, mas virou com categoria para 3x2, com ajuda do artilheiro do Estadual: Guego. Resultado mantém o tricolor na ponta e apimenta a partida de domingo

JORNAL DO COMMERCIO 22/01/2009
Foi um Clássico Matuto como há muito tempo não se via. Estádio cheio, muitos gols e uma vitória emocionante do Porto, fizeram a alegria do torcedor que compareceu ao Lacerdão na noite de ontem. O Tricolor do Agreste começou a partida perdendo de 2x0, conseguindo uma grande reação e virando o placar no pagar das luzes. O resultado deixa o Gavião com 100% de aproveitamento e a liderança isolada ao lado do Sport, mas a equipe de Caruaru lidera no saldo de gols (14x13). No próximo domingo, o Porto pega o Leão em Caruaru no grande tira-teima deste turno.
O começo do jogo foi alucinante com as duas equipes buscando o gol assim que a bola rolou. O primeiro ataque perigoso foi do Gavião do Agreste, aos dois minutos. O meia Tiago Laranjeira tabelou com Guego, que chutou forte por cima da meta de Davi. A bola raspou a trave antes de sair. A resposta da Patativa veio logo em seguida com Cláudio. O atacante recebeu cruzamento de Russo e acertou um belo chute de fora da área. Davi fez uma grande defesa espalmando para escanteio.
Enquanto o Tricolor procurava utilizar a velocidade de seus atletas para dominar a partida, o alvinegro chegava ao gol adversário através do toque de bola e com mais perigo. O primeiro gol saiu aos nove minutos. Depois de um bate rebate dentro da área, a bola sobrou para Adeildo abrir o placar de cabeça: Central 1x 0. O segundo tento veio aos 12 minutos depois de um contra-ataque mortal da Patativa. A defesa centralina tomou a bola na intermediária, Russo avançou pela direita, driblou um adversário e tocou para Djalma que chutou forte. O goleiro rebateu e Cláudio bem colocado fez 2x0.
Reação- O Gavião resolveu mostrar as garras e partiu para cima. Logo no primeiro ataque após tomar o segundo gol, o time comandado por Adelmo Soares conseguiu diminuir o marcador, através de um pênalti. Tiago Laranjeira foi derrubado na entrada da área e Guego bateu para fazer seu quinto tento na competição. No segundo tempo o Porto voltou mais ligado na partida e soube aproveitar sua melhor condição física pressionando a saída de bola do Central. Depois de tanto insistir, o empate acabou chegando com Rogério, numa bela cabeçada.
O gol da virada veio já no final da partida e quando o Central buscava a vitória. Os garotos do Porto tomaram a bola na intermediária alvinegra e no contra-ataque, Guego marcou o gol da virada: Porto 3x2. Com o resultado a equipe de Caruaru mantém os 100% de aproveitamento e a liderança isolada. Guego assumiu a artilharia com seis tentos, uma média de 1,5 gol por jogo.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

DE VIRADA É MAIS GOSTOSO

O Porto venceu o Central por 3x2 de virada e segue na liderança do Pernambucano. O Porto começou jogando em velocidade criando mais chances que o Central, mas foi foi Central que abriu o marcador com Adeildo e fez 2x0 com Cláudio em menos de 15 minutos de jogo. O que parecia o ínicio de uma goleada tomou forma diferente quando aos 16 minutos Guego cobrando penalti diminuiu.
O segundo tempo começou com o dominio do Porto, a pressão valeu e logo o Gavião empatou com Rogério de cabeça.
Depois de levar o gol, o Central resolveu sair pro jogo e abriu espaço pro Porto contra-atacar e num desses contra-ataques o Porto virou o placar com Guego escorando o cruzamento. Placar final 3x2 Porto.
Domingo o Porto enfrenta o Sport pela liderança do Pernambucano( os dois tem 12 pontos) no José Luis lacerda. Nesse jogo o Porto espera quebrar um tabu de 14 anos sem ganhar da equipe rubro negra em Caruaru, a última vitória foi em 1995. Vale lembrar que em 2005 o Porto venceu o Sport por 2x1 na Ilha do Retiro.

FICHA DO JOGO

PORTO 4X0 PETROLINA
LOCAL José Luis Lacerda
DATA 18/01/2009
ÁRBITRO Carlos Costa
ASSISTENTES Alcides Lira e marcelino Castro
CARTÕES AMARELOS: PORTO- Kiros, Airton e Stanley. Petrolina- Neto Maranhão e Wando
CARTÕES VERMELHOS: PORTO- Cosme. PETROLINA- Kelly e Wando.
GOLS Kiros, Rogério, Rogério e Guego.
PUBLICO 3.982
RENDA R$: 19.095,00

PORTO
Danilo, Baiano, Gonçalves, Stanlei e Airton(Oziel). Cosme, Wagner Rosa, Guego e Thiago Laranjeira. Marlos(Rogério) e Kiros(Rodolfo). Técnico: Adelmo Soares.
PETROLINA
Ary, Gustavo, Paulo Ricardo, Rafael e Cuinha. Wando, Alisson(Baltazar), Neto Maranhão e Nildo(Everton). Douglas(Kelly) e Alex. Técnico: Luciano Ribeiro.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

PORTO FAZ MAIS UMA VÍTIMA

Jogando um futebol ofensivo e de muita marcação, o Porto conseguiu sua terceira goleada consecutiva e se manteve na liderança isolada do Campeonato Pernambucano ao derrotar o Petrolina por 4x0, ontem, no Estádio Luiz Lacerda. O Gavião do Agreste, possui os mesmos nove pontos do Sport, mas lidera no saldo de gols (11 x 9). O próximo jogo do Porto é o clássico contra o Central, no Larcerdão.
Para manter a liderança e os 100% de aproveitamento o Porto não teve muito trabalho diante do Petrolina. O Gavião utilizou a mesma tática das partidas anteriores: muita correria no primeiro tempo e marcação sob pressão durante os 90 minutos. Até que no primeiro tempo o Petrolina tentou segurar o adversário e igualar as ações, só tomando um gol. Kiros, aos 24 minutos, marcou depois de uma falha na saída de bola da equipe sertaneja.
Na segunda etapa, o Petrolina cansou e, aos poucos, cedeu espaço no meio de campo. Aos 24 minutos, Rogério aproveitou a falha do goleiro na saída bola, ganhou do zagueiro Paulo Ricardo com o drible da vaca, driblou Ari e fez o gol mais bonito da partida: Porto 2x0.
O terceiro gol veio aos 34, com o mesmo Rogério, que recebeu pela direita e mais uma vez tocou na saída do goleiro. Um minuto depois Guego perdeu uma chance na cara do gol, chutando por cima quando estava na frente do goleiro. Aos 39 ele teve a chance de se redimir quando Tiago Laranjeira foi derrubado dentro da área: pênalti. Guego bateu com categoria e fez 4x0, fechando o placar.