Seguidores

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

PORTO DEMITE PORTUGUÊS DANIEL NERI


O técnico Daniel Neri não seguirá mais no comando do Gavião. A decisão foi tomada na tarde desta segunda-feira pela direção do clube. O português dirigiu o Porto em seis partidas do Pernambucano 2014, conquistando oito pontos, sendo duas vitórias, dois empates e duas derrotas.


Em seu lugar, a direção anunciou o nome de Elenilson Santos, que dirigiu o Gavião em duas oportunidades. Em 2007, Elenilson levou o Porto a quarta posição do estadual e em 2009, o treinador comandou a equipe de juniores na Copa São Paulo de Futebol Júnior, sendo eliminado na primeira fase.

domingo, 29 de dezembro de 2013

PORTO NÃO PASSA PELO AMÉRICA E SE DISTANCIA DO G-3

Jogando nos Aflitos, Porto e América empataram em 1 a 1 pela sétima rodada do Campeonato Pernambucano. O resultado deste domingo não foi bom para as pretensões de nenhuma das equipes, que continuam se distanciando do G-3. O Porto permanece na quarta posição, agora com oito pontos. Já o América é o oitavo com cinco pontos.

O Gavião abriu o placar aos 44 minutos do primeiro tempo com Thaciano. O empate do América saiu aos 21 da etapa complementar com Kássio.


PORTO TENTA VITÓRIA PARA NÃO PERDER G-3 DE VISTA

Depois do bom começo no Pernambucano 2014, o Porto busca reabilitação neste domingo no estádio dos Aflitos diante do América. As duas equipes vivem momentos semelhantes na competição. Tanto o Porto quanto o América, vêm de derrotas na últimas rodadas. O Porto perdeu seus últimos dois confrontos, saindo do G-3 para ocupar a quarta posição na tabela. Já o Alviverde, também não vive um bom momento, o América ocupa a oitava posição na tabela, mas sofreu três derrotas nos últimos três jogos.

Para este confronto, a novidade no banco do América será a presença de Laelson Lima. O ex-treinador do próprio Porto e do Altinho, tem a missão de colocar o clube esmeraldino nos eixos. O jogo está marcado para às 15h.


Além deste confronto, mais três jogos completam a sétima rodada: Serra Talhada x Chã Grande (no Onildo Almeida), Pesqueira x Salgueiro (no Joaquim de Brito) e Vitória x Ypiranga (no estádio Otávio Limeira).

domingo, 22 de dezembro de 2013

MELHORES MOMENTOS: PORTO 0X1 PORTO

PORTO JOGA BEM, MAS É DERROTADO PELO SALGUEIRO

Texto por Allyson Rodrigues com a colaboração de Danilo Mendes

Jogando no estádio Luiz Lacerda, o Porto foi derrotado pelo Salgueiro por 1 a 0. A partida foi válida pela quinta rodada do PE 2014. Foi a segunda derrota seguida do Gavião, que agora ocupa a quarta posição com sete pontos, ficando fora da zona de classificação para segunda fase.

O Porto começou bem a partida. Tocando a bola com paciência e esperando o melhor momento, as chances foram saindo naturalmente. A primeira delas aos 5 minutos, Marcelinho recebeu na área e chutou para defesa de Mondragon. Aos 12, Kiros fez boa jogada individual pela esquerda e soltou a bomba da entrada da área. A bola atingiu o poste direito de Mondragon. O Salgueiro respondeu apenas aos 18 minutos. Fabrício Ceará tabelou com Kanu e recebeu dentro da área, mas o atacante não conseguiu dominar na forma ideal para finalizar, sendo desarmado por Baiano.

Aos 24, Caio tentou sair jogando na entrada da área e acabou sendo desarmado por Fabrício Ceará, que rapidamente rolou para Kanu. O atacante do Carcará chutou, mas Emanoel fez a defesa. O gol do Carcará saiu no minuto seguinte, Daniel pegou a sobra de fora da área e arriscou o chute, Emanoel deu rebote nos pés de Fabrício Ceará, que tentou duas vezes antes de empurrar para o fundo da rede.

O gol desconcentrou o Porto, que passou a errar passes em demasia e perder o domínio da partida. Somente aos 41, o Gavião conseguiu colocar a bola no chão e assustar novamente a meta defendida por Mondragon. Kiros deixou Marcelinho na cara do gol, mas o meia do Porto chutou pra fora.

Mesmo precisando reverter o placar, o Porto voltou para o segundo tempo no mesmo ritmo da etapa inicial. Aos 13, Guego rolou para Kiros que invadiu a área e chutou rasteiro, Modragon mandou para escanteio. Na cobrança, Guego subiu livre e mandou à esquerda do gol. Aos 21, Guego apareceu bem novamente. O meia acertou um belo lançamento no meio da defesa do Salgueiro, Jefferson Renan surgiu livre, mas acabou chutando fraco para defesa de Mondragon. 

Aos 48, o Porto teve mais uma boa chance para empatar. Jefinho invadiu a área e tinha a opção de tocar para o meio onde estavam Jefferson Renan e Guego, mas o atacante quis resolveu sozinho e acabou chutando para fora a última chance da partida.

O Porto volta a campo no próximo domingo quando enfrentará o América nos Aflitos.

PORTO É CAMPEÃO NO SUB-15, MAS PERDE NO SUB-20


Neste domingo pela manhã, o estádio Luiz Lacerda foi palco de duas finais de Campeonato Pernambucano. A primeira, na categoria Sub-15, foi vencida pelo Porto. Já a segunda, pelo Sub-17, deu Sport.  A equipe leonina acabou vencendo o Gavião de goleada.

Com 100% de aproveitamento, o Porto venceu o Santa Cruz por 2x1, com dois gols de Danilo. Os corais descontaram com Lucas Santos. O Porto terminou o Estadual com 11 vitórias e mostraram em campo o domínio que tiveram na competição. Com mais volume de jogo, o Gavião foi para cima do Santa Cruz no primeiro tempo. Sempre no ataque, o time de Caruaru conseguiu abrir o placar com Danilo. Os caruaruenses criaram algumas oportunidades claras de gol, mas desceram para o intervalo vencendo por 1x0.

Logo na volta do segundo tempo, Danilo fez uma bela jogada individual, driblou o goleiro e ampliou o placar. Com 2x0, o Porto passou a administrar o resultado. Contudo, o Santa Cruz foi para cima e conseguiu diminuir o placar com Lucas Santos. Os corais ainda pressionaram no final, mas acabaram sofrendo a primeira derrota no Estadual e perdendo o título.

Já no Sub-17, o Sport teve uma atuação impecável e acabou conquistando o título invicto do Campeonato Pernambucano Sub-17. Os gols foram marcados por Anderson Felipe (2), Gabriel Arraes e Rogerinho. Até a final, o Gavião do Agreste estava com 100% de aproveitamento.


O Sport terminou o Estadual com 10 vitórias e um empate. Na decisão, o Leão abriu o placar no começo do jogo, com gol de Gabriel Arraes. Na desvantagem, o Porto saiu mais para jogo, mas não conseguiu criar jogadas de perigo. No final da segunda etapa, o Sport marcou mais três, com Anderson Felipe (2) e Rogerinho.

QUATRO JOGOS NESTE DOMINGO PELO PE2014

Quatro jogos irão movimentar a quarta rodada do Campeonato Pernambucano neste domingo. Em Caruaru, o Porto encara o Salgueiro no jogo que vale a liderança da competição. As duas equipes dividem a liderança da competição com o Vitória, os três times têm sete pontos.

Para este confronto, o técnico Daniel Neri não deverá contar com os laterais Felipe Almeida e Jackson, que continuam no departamento médico, enquanto o meia Evandro cumpre suspensão.

Sendo assim, Baiano será o titular na vaga de Felipe Almeida e Cosme entra na vaga de Evandro. A única dúvida seria a lateral esquerda, com o treinador podendo deslocar Fabrício da zaga para lateral e promover a entrada de Luiz Alberto, assim como fez no encontro contra o Chã Grande. Ou entrar com Weverton na lateral, mantendo a dupla de zaga titular.

Em Pesqueira, o Central irá promover a estreia de dois zagueiro na estreia dos donos da casa em seu estádio. Alisson e Lúcio estão regularizados e devem formar um trio defensivo com Paulo Maranhão. Sendo assim, Thallys deve ficar como opção no banco de reservas. Quem também não joga é o volante Fernando Pires, vetado pelo departamento médico. Vagner Rosa fica com a vaga. Vale lembrar que o jogo começa às 15h.

No reencontro de Humberto Santos com seu ex-clube, o central deve formar com: Juninho, Paulo Maranhão, Alisson e Lúcio. João Paulo, Diego Telles, Vagner Rosa, Danilo Pires e Jean Batista. Wanderley e Danilo Lins.


Mais dois jogos completam a rodada: América x Vitória, nos Aflitos (15h) e Serra Talhada e Ypiranga no estádio Nildo Pereira (16h). 

sábado, 21 de dezembro de 2013

BASE: PORTO EM DUAS DECISÕES NESTE DOMINGO NO LACERDÃO

As finais do Campeonato Pernambucano Sub-15 e Sub-17 serão realizadas neste domingo (22), no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. A primeira decisão será entre Porto x Santa Cruz, às 8h30, pela Sub-15. Na sequencia, às 10h, o Gavião do Agreste enfrentará o Sport. As duas partidas terão transmissão ao vivo, em vídeo, pelo site da Federação Pernambucana de Futebol (FPF).

Os jogos serão em Caruaru porque o Porto fez a melhor campanha nas duas categorias. O Gavião teve 100% de aproveitamento na competição, com 10 vitórias. Contudo, os adversários ainda estão invictos. No Sub-15, o Santa Cruz tem sete vitórias e três empates e no Sub-17, o Sport tem nove vitórias e um empate.

Para chegar à decisão, o Porto eliminou o Náutico nas duas categorias. No Sub-15 venceu por 4x0 e no Sub-17 por 2x1. Já o Santa Cruz empatou com o Sport por 1x1 e ganhou no pênaltis por 4x2. Já no Sub-17, o Leão se classificou nas penalidades. Empatou por 1x1 com o Veneza e venceu por 9x8 nas penalidades. Caso haja empate nas partidas, a decisão será nos pênaltis.

Vale lembrar que no Sub-15, o jogo é disputado em dois tempos de 35 minutos. No Sub-17, a partida é jogada em dois tempos de 35 minutos.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

PORTO JOGA MAL E PERDE PARA O CHÃ GRANDE

O Porto perdeu sua invencibilidade no Pernambucano 2014 ao ser derrotado pelo Chã Grande por 2 a 1. O jogo foi realizado na noite desta quarta-feira, no estádio Severino Candido Carneiro, em Vitória de Santo Antão. Depois de um primeiro tempo sem gols, o Chã Grande voltou melhor para etapa complementar e decidiu a partida em duas bolas paradas.

O primeiro tempo foi bastante truncado, com as duas equipes errando muitos passes em demasia e com poucas finalizações. Vale ressaltar que as condições do gramado não favoreciam a boa pratica do futebol. A única chance clara de gol surgiu em favor da Raposa aos 22 minutos. Roni cruzou da esquerda e Nona subiu entre dois zagueiros cabeceando por cima do gol.

Se as duas equipes não apresentaram um bom futebol, no segundo tempo o Chã Grande mostrou outra atitude, enquanto o Porto permaneceu  com o mesmo futebol apático da etapa inicial. Aos 10, Nona fez boa jogada individual e chutou cruzado para defesa de Emanoel, que mandou para escanteio.

Com as oportunidades surgindo, o gol do Chã Grande parecia questão de tempo, e ele veio aos 15 minutos após cobrança de escanteio. Palhinha levantou na área, a defesa do Porto tentou afastar e Tiago Lima cabeceou para o gol. Mesmo em vantagem, o Chã Grande manteve a mesma postura e não demorou para ampliar. Aos 27, Palhinha novamente cobrou escanteio e Tiago Lima apareceu para marcar seu segundo gol na partida.

Após o gol, o Porto tentou esboçar uma reação, mas conseguiu apenas diminuir com Joelson aos 40 minutos. Kiros acertou um belo passe para o artilheiro, que ficou livre dentro da área e tocou com categoria na saída do goleiro Dida.


Mesmo com a derrota, o Porto ainda divide a liderança da competição com Salgueiro e Vitória, os três com sete pontos. No próximo domingo, o Gavião terá um bom pega contra o Carcará no estádio Luiz Lacerda. O duelo será pela liderança da competição.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

PORTO EM BUSCA DA LIDERANÇA ISOLADA

O Porto pode chegar alcançar a liderança isolada do Campeonato Pernambucano 2014 nesta quinta-feira (19), quando enfrenta o Chã Grande, às 20h, no Estádio Severino Cândido Carneiro, em Vitória de Santo Antão. O Gavião iniciou a quarta rodada da competição dividindo a liderança com o Salgueiro, que folgou esta semana e entrará em campo apenas no domingo. Assim, caso vença a Raposa, o Tricolor do Agreste abrirá pelo menos três pontos de vantagem para os adversários. Sem ainda ter vencido no Estadual, o Chã Grande quer reagir. A Raposa está na última colocação do torneio, com um ponto.

domingo, 15 de dezembro de 2013

KIROS MARCA E PORTO DIVIDE LIDERANÇA COM SALGUEIRO


O Porto venceu o Vitória por 1 a 0 na tarde deste domingo pela terceira rodada do Pernambucano 2014. O gol de Kiros deixou a Gavião na liderança da competição, junto com o Salgueiro, ambos com sete pontos, o Carcará, porém, leva vantagem no saldo de gols.

Os poucos torcedores que compareceram ao estádio Luiz lacerda viram um primeiro tempo com poucas emoções. As duas equipes entraram em campo mais preocupadas em se defender do que em atacar.

O Primeiro lance de perigo surgiu numa bola parada aos 11 minutos. Cris cobrou escanteio e Fabinho Vitória subiu livre de cabeça, levando perigo à meta defendida de Emanoel. O Porto assustou apenas aos 20, Jackson cruzou da esquerda, mas Guego cabeceou por cima do gol.

Aos 26, Felipe Almeida tabelou com Kiros, invadiu a área e chutou cruzado para defesa parcial de Preto. Na sobra, a defesa do Vitória aliviou o perigo.

Ainda no primeiro tempo, o Porto perdeu Felipe Almeida que saiu machucado para entrada de Baiano. E foi do Porto a última chance de gol na etapa inicial. Aos 43 minutos, Jefferson Renan recebeu na intermediaria, invadiu a área e quase sem ângulo chutou para mais uma intervenção de Preto.

Na etapa complementar, o Porto voltou com uma postura diferente. Com mais volume de jogo, o Gavião quase abre o placar aos quatro minutos. Wallace fez o lançamento do campo de defesa, Kiros resvalou de cabeça e deixou Joelson e Jefferson Renan com apenas um marcador adversário. Joelson deu o passe, mas faltou calma a Renan para definir, sendo desarmado por Preto. O Porto assustou novamente aos 19, Kiros recebeu na intermediaria, fez o giro e chutou rasteiro no canto direito, Preto mandou para escanteio.

O Porto seguia construindo oportunidades, beneficiado pelo Vitória que abdicava do ataque, procurando apenas se defender e ver o tempo passar. Numa rara subida da equipe vitoriense, o Porto quase viu todo seu esforço ir por agua abaixo. Aos 30, Renan cruzou na linha de fundo para Robertinho, livre de marcação na área do pênalti, mas o atacante do Vitória foi travado por Guego na hora da definição.

Dois minutos depois, Kiros cobrou falta de longe, e acertou um belo chute no canto esquerdo de Preto. 1 a 0 Porto.

Atrás no placar, o Vitória partiu para o ataque nos minutos finais, mas acabou encontrado o Gavião bem posicionado na defesa. Apesar da insistência dos vitorienses, o placar não sofreu mais alterações.


O Porto volta a campo na próxima quinta-feira, quando enfrentara o Chã Grande em Vitória de Santo Antão.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

OS GOLS DE YPIRANGA 0X2 PORTO

DUPLA DE ATAQUE MARCA E PORTO VENCE YPIRANGA FORA DE CASA


Jogando fora de casa, o Porto conseguiu a primeira vitória na competição ao vencer o Ypiranga por 2 a 0 nesta quarta-feira. O jogo marcou a reestreia de Joelson com a camisa do Gavião após passagem pelo Brasil de Pelotas. O resultado deixou o Gavião com quatro pontos, dividindo a liderança da competição com Salgueiro, Central e Vitória.

Após um primeiro tempo sem gols. Kiros abriu o placar aos 31 minutos da partida após passe de Felipe Almeida. O segundo gol surgiu nos acréscimos num pênalti cometido por Diego em cima de Jefferson Renan. Joelson cobrou e deu números finais ao confronto.


No próximo domingo, o Porto enfrentará o Vitória no estádio Luiz Lacerda. Já o Ypiranga encara o Chã Grande, em Vitória de Santo Antão.

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

PORTO JOGA FORA DE CASA EM BUSCA DA PRIMEIRA VITÓRIA

Pela segunda rodada do Campeonato Pernambucano, o Porto vai até Santa Cruz do Capibaribe para enfrentar o Ypiranga. O duelo será nesta quarta-feira, às 20h, no estádio Otávio Limeira. Mais uma vez, o Gavião não contará com o atacante Joelson, que ainda não foi regularizado.


Sendo assim, o técnico Daniel Neri deve repetir o mesmo time da estreia contra o Central: Emanoel, Felipe Almeida, Wallace, Fabrício e Jackson. Caio, Evandro, Marcelinho e Guego. Jefferson Renan e Kiros.

domingo, 8 de dezembro de 2013

PORTO ARRANCA EMPATE NOS MINUTOS FINAIS

Porto e Central empataram em 1 a 1 neste domingo pela abertura do Campeonato Pernambucano 2014. O resultado final teve sabor diferente para as duas torcidas. A do Central saiu com gosto amargo, já que estava na frente até aos 45 do segundo tempo. Já a torcida do Porto saiu feliz com o gol de Guego no final da partida.

A partida começou com o Central melhor em campo. Mais consciente no jogo, a Patativa tocava melhor a bola e os lances de perigo foram saindo naturalmente. Aos cinco minutos, Jonathan Goiano fez boa jogada pela direita na cabeça de Wanderley, Emanoel espalmou para escanteio. Aos 12, após cobrança de escanteio, Wanderley escorou para o meio da área, mas Jonathan Goiano cabeceou por cima do gol.

Apesar de está melhor em campo, o Central não pressionava, mas estava sempre levando perigo ao gol de Emanoel. Aos 19, jogada rápida de Jonathan Goiano pela direita. O atacante cruzou na cabeça de Wanderley, que mandou por cima do gol.

O Porto subia pouco e só levou perigo ao gol de Juninho aos 31 minutos. Felipe Almeida cruzou para Kiros, que cabeceou fraco para defesa de Juninho.

Aos 35, o Central perdeu o zagueiro Anselmo que saiu machucado, Paulo Maranhão entrou no lugar. O gol do central surgiu no final do primeiro tempo. Thallys recebeu da entrada da área, fez fila na defesa do Gavião e tocou na saída de Emanoel, que nada pôde fazer.

No segundo tempo, o Porto passou a trabalhar mais a bola, tornando a partida mais equilibrada. Mesmo com a melhora, o Porto levava pouco perigo ao gol adversário, enquanto o Central apostava nos contra ataques. Aos 28, João Paulo recebeu na área, livrou-se da marcação e mandou a bomba por cima do gol.

Aos 37, Thallys tabelou Jonathan na entrada da área, mas antes que o meia recebesse livre de frente para o gol, a defesa fez o corte. O último lance de perigo da Patativa surgiu aos 41, Danilo Pires arrancou em velocidade e mandou a bomba da entrada da área. Emanoel mandou para escanteio.

No final, o Porto ficou mais objetivo e criou duas grandes chances. Na primeira, Jefinho recebeu um lançamento ficando na cara do gol, mas o atacante não teve tranquilidade para definir, chutando fraco para defesa de Juninho. Quando todos pesavam que o Porto se entregaria após essa jogada, veio a redenção de Jefinho. O atacante fez boa jogada pela direita e cruzou na cabeça de Guego, que mandou no canto direito de Juninho. Estava decretado o empate e o resultado final da partida.

As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira. O Porto enfrentará o Ypiranga em Santa Cruz do Capibaribe, enquanto o Central encara o Chã grande em Caruaru.


sábado, 7 de dezembro de 2013

PORTO X CENTRAL: CLÁSSICO MARCADO POR HISTÓRIAS, RIVALIDADE E EQUILÍBRIO

Porto e Central abrem neste domingo o Campeonato Pernambucano 2014 no que é considerado o maior clássico do interior do estado. A primeira partida entre as duas equipes foi realizada no dia 24 de abril de 1994, ano em que o Gavião participou pela primeira vez da competição. Naquele ano, a Patativa levou a melhor nos três confrontos realizados (ver estatísticas abaixo) atrapalhando o Porto que brigava pelo segundo turno do Pernambucano.

A primeira vitória tricolor veio apenas no ano seguinte, com direito a goleada de 3 a 0 e titulo da primeira fase do estadual para o Porto.

Uma vitória por 3 a 2 do Porto no estadual de 1997 deu ao Gavião a hegemonia nos confrontos entre as duas equipes, hegemonia que só foi retomada pela Patativa em 2013, com as três vitorias obtidas pelo Alvinegro no estadual deste ano.

Nesse período, o Porto conseguiu a maior sequencia invicta do confronto: quatro anos sem derrotas (de 1996 a 2000), em 10 jogos realizados. A maior sequencia sem derrotas do Central é exatamente a atual: há cinco jogos que a Patativa não perde para o rival.

Foram realizados até o momento 47 confrontos, sendo 19 vitórias para o Central, 16 para o Porto e 12 empates. O Central marcou 61 gols, o Porto 48.

CONFRONTOS

CENTRAL 2X0 PORTO (PE94)
PORTO 0X4 CENTRAL (PE94)
CENTRAL 1X0 PORTO (PE94)
CENTRAL 0X3 PORTO (PE95)
PORTO 3X2 CENTRAL (PE95)
CENTRAL 2X2 PORTO (PE95)
PORTO 1X0 CENTRAL (PE95)
PORTO 1X1 CENTRAL (PE96)
CENTRAL 3X2 PORTO (PE96)
PORTO 1X1 CENTRAL (PE96)
PORTO 2X1 CENTRAL (PE97)
PORTO 0X0 CENTRAL (PE97)
PORTO 3X2 CENTRAL (PE97)
PORTO 2X0 CENTRAL (PE98)
CENTRAL 0X1 PORTO (PE98)
PORTO 1X1 CENTRAL (PE00)
CENTRAL 0X1 PORTO (PE00)
PORTO 2X1 CENTRAL (PE00)
CENTRAL 1X1 PORTO (PE00)
PORTO 0X1 CENTRAL (BR00)
CENTRAL 0X0 PORTO (BR00)
PORTO 0X1 CENTRAL (PE01)
CENTRAL 0X2 PORTO (PE01)
PORTO 2X1 CENTRAL (PE01)
CENTRAL 2X0 PORTO (PE01)
CENTRAL 2X1 PORTO (Copa Jarbas Vasconcelos 02)
PORTO 0X0 CENTRAL (PE02)
CENTRAL 0X0 PORTO (PE02)
PORTO 2X1 CENTRAL (PE04)
CENTRAL 3X0 PORTO (PE04)
PORTO 1X1 CENTRAL (PE06)
CENTRAL 1X0 PORTO (PE06)
PORTO 2X0 CENTRAL (PE07)
CENTRAL 1X0 PORTO (PE07)
CENTRAL 1X1 PORTO (PE08)
PORTO 0X1 CENTRAL (PE08)
CENTRAL 2X3 PORTO (PE09)
PORTO 2X1 CENTRAL (PE09)
PORTO 0X1 CENTRAL (PE10)
CENTRAL 2X0 PORTO (PE10)
PORTO 2X3 CENTRAL (PE11)
CENTRAL 0X4 PORTO (PE11)
CENTRAL 4X0 PORTO (PE12)
PORTO 0X0 CENTRAL (PE12)
PORTO 0X4 CENTRAL (PE13)
CENTRAL 3X0 PORTO (PE13)
PORTO 0X3 CENTRAL (PE13)




quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

BORGES CARVALHO RESSALTA IMPORTÂNCIA DA COPA SÃO PAULO

A Copa São Paulo Hitachi de Futebol Júnior de 2014 está se aproximando, e o Porto segue firme na preparação rumo à oitava participação na competição. Fora neste ano, a última vez que a equipe jogou o torneio foi em 2012, quando acabou eliminada na primeira fase.

E assim como algumas agremiações, o Porto também utilizará um elenco mais jovem em relação à idade permitida. “Os meninos que viajarão para São Paulo são novos, e a prova disso é que, de todos nossas participações, esse é o elenco mais jovem”, disse Borges, gerente de futebol da equipe.

Um dos motivos da escolha do jovem elenco foi o bom rendimento dos atletas da categoria Sub-20 no regional. “Boa parte dos meninos que estavam na idade de disputar o torneio foram integrados ao grupo profissional. Todos foram muito bem no pernambucano da categoria. Isso, porém, acabou desfalcando a base”. Borges ainda revelou a expectativa para a disputa do torneio. “Sabemos que a Copa São Paulo é uma competição muito importante. Ela proporciona vivência aos atletas e a chance de aparecer para outras equipes. E felizmente estão todos focados e cientes da oportunidade”, concluiu o gerente.

O Porto (PE) integrará o Grupo L, com sede em Sumaré, e terá Ituano, Juventude (RS) e o próprio Sumaré como adversários. A estreia será no dia 5 de janeiro contra os gaúchos às 16h.

PORTO COM POUCAS NOVIDADES PARA O PE 2014

Apesar de poucas contratações, o Porto terá um time forte para a disputa do Campeonato Pernambucano. Com jovens valores e jogadores experientes, o Gavião, que já foi vice-campeão Estadual por duas vezes, quer voltar a voar na competição.

A equipe será comandada pelo português Daniel Neri. Pelo elenco atual, o Porto deverá ter um time forte do meio para frente, com jogadores que já se destacaram em Pernambuco, como os meias Jefferson Renan e Guego e os atacantes Joelson, Kiros e Lalá. Além disso, tem a jovem promessa Alex Caruaru, que foi artilheiro do Estadual Sub-20 da atual temporada.

Como era o técnico do júnior, Daniel Neri conhece bem elenco e não precisará de muito tempo para encaixar o time. O Porto já deve começar forte desde o início e deve ser um dos times que brigarão pelo título do Primeiro Turno Governador Miguel Arraes. O Gavião não disputa a semifinal desde 2011.

O Porto fará a estreia no Pernambucano contra o Central, no Clássico de Caruaru. A partida será disputada no Estádio Luiz Lacerda, às 16h.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

PORTO CONHECE ADVERSÁRIOS NA COPA SÃO PAULO

A Federação Paulista de Futebol divulgou as equipes que participarão da 45ª edição do maior torneio de base do futebol brasileiro. A Copa São Paulo de Futebol Júnior edição 2014 contará com 104 equipes, que serão divididas em 26 sedes espalhadas por todo o Estado de São Paulo. Apenas o primeiro colocado de cada grupo e os seis melhores segundos avançam a para a segunda fase. O campeonato começará no dia 03 de janeiro e se encerrará no dia 25 de janeiro, como já é feito tradicionalmente para comemorar o aniversário da cidade de São Paulo.

Fora da disputa deste ano, o Porto voltará a disputar a competição em 2014. Como aconteceu em 2011, o Porto ficará sediado na cidade de Sumaré, jogando no estádio Municipal Vereador José Pereira. Além dos donos da casa, o Gavião terá pela frente Juventude-RS e Ituano-SP.

Será a oitava participação do Porto na competição, a melhor campanha do Gavião foi em 2007, quando a equipe chegou às oitavas de final sendo eliminado nos pênaltis pelo Atlético-PR. Confora os jogos da primeira fase:

JUVENTUDE X PORTO 05/01 domingo 16h
SUMARÉ X PORTO 08/01 quarta-feira 14h

PORTO X ITUANO 11/01 sábado 14h

sábado, 16 de novembro de 2013

SEM ACORDO COM O CENTRAL, PORTO MANDARÁ SEUS JOGOS EM BELO JARDIM

Porto e central ainda não se entenderam sobre a renovação do uso do estádio Luiz Lacerda, por parte do Porto, no Campeonato Pernambucano 2014. Em entrevista ao repórter Danilo Mendes, o gerente de futebol do Porto, Borges Carvalho, confirmou que está praticamente acertado que o Porto mandará seus jogos no estádio do Sesc, em Belo Jardim. Sendo assim, seria o terceiro time do estadual a jogar fora da sua cidade de origem (Chã Grande e Pesqueira também não têm estádios com condições).
A direção do Gavião considera as negociações encerradas e como o Ministério Público (e não a Federação Pernambucana de Futebol) não deu o aval para liberação do Antônio Inácio, a saída encontrada pela direção foi Belo Jardim.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

PORTO MESCLARÁ JUVENTUDE E EXPERIÊNCIA

MATÉRIA DO SITE DA FPF
Conhecido por revelar atletas para o futebol nacional e internacional, o Porto mais uma vez apostará nas jovens promessas no Campeonato Pernambucano 2014, mas também contará com alguns atletas mais experientes.
O comando do elenco ficou a cargo do português Daniel Neri, que foi vice-campeão do Campeonato Pernambucano Sub-20 com o Tricolor do Agreste em 2013. Satisfeitos com o trabalho do treinador, os dirigentes do Gavião o promoveram para o profissional.
No Ninho do Gavião, Daniel Neri trabalhará com jovens garotos, mas também vai ter a disposição alguns atletas mais experientes, como o meia Guego e os atacantes Kyros e Joelson.
O treinador também vai ter o retorno de Felipe Almeida, Erivelton, Jackson e Emanuel. Jefferson Renan, que está no Sub-20 do Fluminense, é outro que pode reforçar o Tricolor do Agreste. “O Porto é um clube formador, trabalhamos com garotos de 16, 17 anos, mas também contaremos com alguns jogadores mais experientes”, afirmou o gerente de futebol Borges Carvalho.
O Tricolor do Agreste, que iniciou a preparação para o Estadual no final de outubro, quer melhorar o seu posicionamento em relação ao Campeonato Pernambucano, quando ficou na sexta posição.
“Trabalhamos com jovens, tudo pode acontecer, mas vamos em busca das vagas na Copa do Brasil, Campeonato do Nordeste e Série D”, disse Borges Carvalho.
O Porto estreia no Campeonato Pernambucano fazendo o Clássico Matuto com o Central, no dia 8 de dezembro (domingo), às 16h,  no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru.

sábado, 9 de novembro de 2013

PORTO RECEBE CERTIFICADO DE CLUBE FORMADOR NA FPF


A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) facultou a cinco filiados o Certificado de Clube Formador (CCF). De posse do documento, Náutico, Porto, Salgueiro, Santa Cruz e Sport passam a ter direitos e garantias na formação de jovens atletas. Apenas 35 clubes no País possuem a declaração. O Estado passar a ser o primeiro do Nordeste e terceiro do País, atrás só de São Paulo e Rio Grande do Sul, com maior número de certificações.
Os clubes que possuem o CCF têm a garantia de que um atleta entre 14 e 16 anos só pode sair se o clube for indenizado, têm o direito de assinar com ele, a partir de 16 anos, o primeiro contrato e prioridade na primeira renovação, além de receber porcentagens em futuras negociações. A indenização é calculada de acordo com o valor gasto pelo clube para formar o atleta e pode chegar a R$ 200 mil se ele sair antes do primeiro contrato.
De acordo com o Artigo 29ª da Lei Nº 9.615 (Lei Pelé), sempre que ocorrer transferência nacional, definitiva ou temporária, de atleta profissional, até 5% do valor pago pelo novo clube serão obrigatoriamente distribuídos entre os times que contribuíram para a formação do atleta. Para receberam o CCF, os clubes pernambucanos tiveram de preencher uma série de requisitos, que foram atestados pela FPF sem nenhum custo. A Federação promoveu um workshop em fevereiro para despertar sobre a importância do tema.
Dentro do projeto Craques do Futuro do Programa Pernambuco Futebol de Primeira, a Federação continua focada no desenvolvimento das categorias de base. “Nós temos de voltar para as nossas raízes, que é de revelar jogadores e ganhar dinheiro em cima disso. Essa é uma das alternativas para diminuirmos a desigualdade financeira”, comenta o presidente da FPF Evandro Carvalho.

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

PORTO NA PESQUISA DO CANAL ESPORTE INTERATIVO


O Esporte Interativo está participando da pesquisa que está sendo realizada pelo canal Esporte Interativo para saber quem tem a maior torcida do Nordeste. Para votar no Gavião é só ter uma conta no Facebook e acessar a página do canal clicando neste LINK.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

DE VOLTA AO ANTÔNIO INÁCIO?

Existem rumores de que o Porto pode voltar a mandar seus jogos no estádio Antônio Inácio de Souza. Até o momento a direção do Gavião não confirmou e o presidente da LDC, Valdênio Santos, desconversou. 

Ao contrário do que muita gente pensa, o problema com o campo do Vera Cruz, como é mais conhecido e está interditado desde 2008 para jogos profissionais, não é com a Federação Pernambucana e sim com Ministério Público.


Na entrevista acima, o presidente da LDC, Valdênio Santos falou sobre a possibilidade da volta do Gavião a sua casa, possibilidade que pode ser confirmada nos próximos dias.

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

PORTO COMEMORA 20 NOS DE HISTÓRIA

Nesta terça-feira (30), o Clube Atlético do Porto completa 20 anos de história no futebol pernambucano. O clube foi fundado, no dia 30 de julho de 1993, por José Porfírio de Oliveira. O Gavião do Agreste tem como lema a revelação de jogadores profissionais. Atletas de destaque como: Araújo, Nildo, Elicarlos Rômulo foram revelados pelo time de Caruaru. O volante Josué, atualmente no Atlético-MG, campeão da Copa das Confederações em 2009, na Africa do Sul, também foi revelado pelo clube pernambucano.
A história do Porto teve início quando os dirigentes resolveram montar o clube para participar das competições amadores da Liga Desportiva Caruaruense. Porém, com uma visão mais ampla sobre o futebol, foi visto que o time poderia render muito mais. Então, em 1994, o Gavião do Agreste disputou o primeiro jogo oficial, partida válida pela segunda divisão do Pernambucano. O placar do jogo foi favorável para a equipe de Caruaru que venceu o Ferroviário do Recife por 6 x 0. A profissionalização do clube aconteceu no dia 08 de março de 1994.
Apesar do pouco tempo de fundação, o Porto já disputou competições importantes a nível nacional como a Copa do Brasil, e a nível regional como a Copa do Nordeste, ambas em 1999. O time, também, disputou os Campeonatos Brasileiros da Série C e D. O Porto foi a primeira equipe do interior de Pernambuco a conquistar um vice-campeonato estadual, em 1997. No ano seguinte, o time tricolor conseguiu se destacar, novamente, no Pernambucano Série A1, conquistando, mais uma vez, o vice-campeonato da competição.
A Copa Pernambuco, em 1999, e o Campeonato Pernambucano da Série A2, em 2003, são as principais conquistas do clube. O Porto, também, conquistou o bicampeonato da Liga Desportiva Caruaruense, antes da profissionalização, em 1992 e 1993. Recentemente, em 2010 e 2012, o time de Caruaru conquistou o vice-campeonato da Copa Pernambuco.

sábado, 27 de julho de 2013

OS CINCO MELHORES E OS CINCO PIORES

Aproveitando os vinte anos do Porto, o Blog do Porto lista os cinco melhores jogos e os cinco piores jogos da história do Gavião.

Os Cinco Melhores:


5_Central 0x4 Porto 20/3/2011

Paulista em tarde inspirada marcou quatro vezes na goleada sobre o Central em pleno Lacerdão. A partida foi válida pela 17ª rodada do Pernambucano e praticamente garantiu o Porto na semifinal daquele ano.



4_Porto 4x0 Santa Cruz 14/1/2009

Valendo pela segunda rodada do estadual, o Porto goleou o Santa com dois gols de Guego, um de Kiros e outro de Val. A maior goleada do Gavião sobre um time da capital.

3_Porto 3x1 Sport 3/4/1994

A estreia do Gavião na Série A1 do Gavião não poderia ser melhor. A modesta equipe surpreendeu o Leão no estádio do Vera Cruz.

2_Porto 3x1 Náutico 31/5/1998

O Náutico lutou muito, mas o Porto foi superior neste jogo que garantiu o segundo vice-campeonato Pernambucano ao Gavião.

1_Central 0x3 Porto 12/3/1995

Além de ser a primeira vitória sobre o arquirival, a partida garantiu o Gavião o título da primeira fase do segundo turno do Pernambucano. O Porto perderia mais tarde a final do turno para o Náutico.

Os Cinco Piores:

5_Porto 0x2 Recife 2002

Depois de nove anos na Série A1, esta derrota rebaixou o Porto para segunda divisão e deu um fim a Era Cádmo Barros no clube. O Porto voltou no ano seguinte como campeão da Série A2 de 2003.

4_Sport 6x0 Porto 2006

Jogando na Ilha do Retiiro o Porto foi massacrado pelo Sport na maior goleada sofrida pelo Porto

3_Petrolina 5x1 Porto 2008

Ser goleado pelo Sport é até aceitavel, mas pelo Petrolina é demais e isso aconteceu na reta final do Pernambucano de 2008.

2_Porto 1x4 Íbis 2000

Tá certo que o Pássaro Preto não era nenhum saco de pancadas neste ano. O Porto tinha acabado de negociar três jogadores (Adriano, Arlindo e Carlos Alberto para o Bahia) e com mais alguns reservas entrou bastante desfalcado para este confronto em um dia que nada deu certo.

1_Todos os confrontos contra o Central em 2013

Num dos anos mais desastrosos da história, o Gavião sofreu três goleadas para seu principal rival: 4x0, 3x0 e 3x0.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

PORTO E CENTRAL DIVIDEM HEGEMONIA NO INTERIOR


Mesmo com campanhas irregulares nos últimos anos no Campeonato Pernambucano, tanto Central como Porto permanecem como os melhores times do interior do estado nos últimos 10 anos. Em ranking criado para avaliar o desempenho das equipes, os times de Caruaru dividem a a quarta posição, seguidos de perto por Ypiranga e Salgueiro.

Mas há pouco o que comemorar, o abismo que existe entre interior e capital é cada vez maior. O ranking abaixo leva em consideração os últimos dez anos. O Campeão leva 10 pontos, o vice nove e o terceiro oito, assim sucessivamente até o décimo que recebe um ponto. Em caso de empate, o critério de desempate é a melhor posição obtida:

Pos.
Clube/Ano
Pontos
13
12
11
10
09
08
07
06
05
04
1
Sport
94
2
2
2
1
1
1
1
1
2
3
2
Santa Cruz
83
1
1
1
3
3
7
6
2
1
2
3
Náutico
83
3
4
3
2
2
2
3
4
3
1
4
Central
47
5
10
5
4
6
3
2
8
-
9
5
Porto
47
9
7
4
6
5
9
4
5
8
6
6
Ypiranga
43
4
6
10
7
7
5
7
3
7
-
7
Salgueiro
38
6
3
7
8
4
4
-
9
9
-
8
Serrano
26
-
-
-
-
11
6
8
6
4
5
9
Petrolina
17
11
5
6
-
12
8
-
-
-
8
10
Itacuruba
13
-
-
-
-
-
-
-
-
5
4
11
Cabense
11
-
-
11
5
8
-
9
-
-
-
12
Vitória
9
-
-
12
10
9
-
-
10
6
-
13
Vera Cruz
6
-
-
-
11
-
11
5
-
-
-
14
Manchete
5
-
-
-
-
-
-
-
-
10
7
15
Serra
5
8
9
-
-
-
-
-
-
-
-
16
Araripina
5
-
11
8
9
-
-
-
-
-
-
17
Estudantes
4
-
-
-
-
-
-
-
7
-
-
18
Pesqueira
4
7
-
-
-
-
-
-
-
-
-
19
Belo Jardim
4
12
8
-
-
-
-
10
-
-
-
20
América
2
-
12
9
-
-
-
-
-
-
-
21
Sete
2
-
-
-
12
10
10
-
-
-
-
22
AGA
1
-
-
-
-
-
-
-
-
-
10
23
Chã Grande
1
1
-
-
-
-
-
-
-
-
-
24
Centro
0
-
-
-
-
-
12
-
-
-
-