Seguidores

sábado, 30 de abril de 2011

PORTO CAI NOVAMENTE DIANTE DO SANTA CRUZ

O Porto perdeu para o Santa cruz por 3x1 pelo jogo de volta da semifinal do Pernambucano. O resultado eliminou o Gavão da competição, e levou o Santa Cruz de volta a final após cinco anos. O gol do Porto foi marcado por Paulista, que se isolou ainda mais na artilharia da competição com 15 gols.

O jogo começou semelhante a partida em Caruaru e com poucos minutos o Santa construiu seu placar. Aos três minutos, Gilberto sofreu falta perigosa na entrada da área. Quem cobrou foi Weslley, mandando para o fundo das redes por baixo do canto esquerdo, por fora da barreira. Mondragon esperava por cima e saltou: 1 a 0.


Na segunda boa chance, o Santa dominou a bola e Landu passou para Gilberto, que quase ampliou o placar, mas chutou para fora. Mas não demorou muito para vir o novo gol. Aos seis minutos, Weslley bateu do meio de campo, a zaga do Porto desviou, Leandro Souza pegou a bola na pequena área do lado direito e mandou direto, aumentando para o Santa: 2 a 0.

Aos 12 minutos, mais festa no Arruda. Foi a vez de Thiago Matias deixar sua marca na semifinal. Renatinho bateu na medida, Mondragon pegou mas não segurou a bola. Thiago Matias aproveitou a sobra e tocou de cabeça: 3 a 0 para o Santa.

Do lado do Gavião, Kyros dominou a bola, ganhou na dividida, virou e chutou no canto, em vacilo da zaga do Santa. Mas Tiago Cardoso chegou a tempo e impediu o desconto.

Aos 25 minutos, Thiago Laranjeira lançou para Douglas, Tiago Cardoso defendeu e soltou. No rebote, Paulista aproveitou e mandou do lado direito, descontando para o Porto: 3 x 1.

Aos 27 minutos, Gilberto fez boa jogada, driblando dois e mandando para Weslley, que não teve calma para finalizar e perdeu uma chance clara de gol. O Porto reagiu e passou a ganhar nas divididas, armando boas jogadas e obrigando Tiago Cardoso a fazer defesas difíceis.

Aos 36 minutos, após uma distração da zaga do Santa, Leandro Souza cometeu pênalti em Paulista, para evitar um gol. O próprio atacante cobrou e o goleiro Tiago Carsoso defendeu. O jogo seguiu com jogadas perigosas, de ambos os lados, até o fim do primeiro tempo.

No segundo tempo, o Santa Cruz voltou a investir no jogo de verdade. Logo no início, Landu armou um contra-ataque, atravessou o campo com a bola dominada, tocou para Gilberto, que perdeu a chance, mandando a bola em cima do zagueiro do Porto, Marivaldo.

O Porto marca em cima e não deixa o Santa Cruz fazer corpo mole. Os times dividem a posse de bola e jogo segue com muita disputa de bola e várias faltas.

Em seguida, Baiano bateu uma bola cruzada perigosa, mas o goleiro Tiago Cardoso segurou, em dois tempos. Em troca, Landu fez bela jogada e mandou bomba na trave. O jogo esquenta ainda mais e vira um verdadeiro festival de faltas e cartões amarelos.

Aos 22 minutos, nova chance de gol. Weslley cobrou falta e Gilberto aproveitou a bola, mas Mondragon fez bela defesa. Para o lado do Porto, a boa chance veio depois, com falta perigosa cobrada por Thiago Laranjeira.

Aos 30 minutos, Weslley é derrubado e juiz marca falta. Na cobrança, a bola passou na frente do gol, mas nenhum jogador do Santa Cruz conseguiu mandar para dentro. O Tricolor do Arruda perde uma grande chance do quarto gol.

Logo em seguida, aos 32, Renatinho driblou Marivaldo e levou empurrão violento de Baiano, que ganhou cartão amarelo. Pênalti para o Santa cobrar. Gilberto bateu fraco e perdeu chance de ampliar a vantagem. Modragon agarrou fácil.

O jogo seguiu bastante movimentado até o final, com muitos chutes a gol, mas o placar permaneceu o mesmo, que garantiu o Santa Cruz na final do Campeonato Estadual Pernambucano 2011.

PORTO CONFIANTE CONTRA O SANTA CRUZ

O Porto tem sua missão mais difícil no Pernambucano deste ano na partida de volta da semifinal do Pernambucano. Depois do péssimo resultado na primeira partida contra o Santa Cruz, o Gavião precisa vencer fazendo gols para chegar a final. A vitória por 1x0 classifica o time da capital, 2x1 leva a disputas para as penalidades.

Para esse jogo, o técnico Laelson Lima deve promover a volta de Vagner Rosa que não joga desde o jogo contra a Cabense no dia 3 de abril. O jogador vinha se recuperando de um estiramento na coxa esquerda. Se Rosa jogar, o volante Helder deve ficar no banco de reservas. O restante do time é o mesmo do primeiro jogo.

Este confronto será o jogo de número 50 de Kiros com a camisa do Porto.

Ficha do Jogo:
Local: Arruda. Árbitro: Émerson Sobral. Assistentes: Ubirajara Ferraz e Alcides Lira. Auxiliares: Neilson Santos e Eduardo Alcântara. Ingressos: R$ 15 (sócios, estudantes, idosos e arquibancada superior), R$ 30 (arquibancada inferior), R$ 40 (cadeiras para sócios) e R$ 50 (cadeiras para não-sócios).

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Éverton Sena (Mário Lúcio), Thiago Matias e Leandro Souza; Cléber Goiano, Memo, Jeovânio, Weslley e Renatinho; Gilberto e Landu. Técnico: Zé Teodoro.

Porto: Mondragon; Baiano, Sandro Miguel, Marivaldo e Altemar; Naldinho, Vágner Rosa(Helder), Douglas e Thiago Laranjeira; Paulista e Kiros. Técnico: Laélson Lima.

Noticias do Santa Cruz:

O técnico Zé Teodoro voltou a adotar a tática do mistério da mesma forma que fez na partida anterior. A repetição também acontece no desfalque do tricolor. O meia Natan ainda se recupera de uma lesão na coxa direita. Isso obriga o comandante a repetir o 3-5-2. O terceiro zagueiro será Éverton Sena, possível marcador do artilheiro Paulista. A outra opção testada por ele foi um jogador da posição, no caso, Mário Lúcio.

Para Éverton será uma grande responsabilidade ter que marcar novamente o artilheiro da competição com 15 gols. "É um jogador de força e velocidade. Será mais um jogo que requer muita atenção e marcação", explicou.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

PREMIAÇÃO EXTRA PELA CLASSIFICAÇÃO

O presidente do Porto, José Porfírio, prometeu um incentivo financeiro no valor de R$ 50 mil caso o elenco consiga a classificação para final do Pernambucano. A missão não é nada fácil, é verdade. Para conseguir a vaga, o Gavião precisa vencer o Santa Cruz no Arruda por uma diferença de dois gols, ou vencer repetindo o placar do primeiro jogo para levar a decisão para os pênaltis.

Para o confronto de sábado às 16h, a FPF escalou novamente o arbitro Emerson Sobral. Dessa vez sem o assistente Albert Júnior, para auxiliar Sobral a FPF escolheu Ubirajara Ferraz e Alcides Lira.

A direção acredita na conquista do titulo e prometeu uma premiação de R$ 100 mil pela conquista inédita.

Para o confronto, Vagner Rosa que agora está com uma virose é a única duvida.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

ERROS DE ARBITRAGEM: Capital 8x1 Interior

Para quem se orgulha de ter interiorizado o futebol no estado. Uma semifinal parece ser o limite para um time do interior na presidência de Carlos Alberto Oliveira.
Tudo bem que o Porto perdeu o jogo nos primeiros três minutos de jogo, mas aquele impedimento Sandro Miguel não dá pra passar batido. Não foram centímetros,foi pra lá de metro. O bandeira ficou inseguro ao validar o gol legitimo de Paulista e para compensar anulou um gol legitimo do Gavião.
O vídeo abaixo mostra as duas jogadas. Reparem no posicionamento do assistente no gol de Paulista.
Abaixo outros erros deste campeonato:

1º: Sport x América: No primeiro gol do Sport foram dois erros. No primeiro, Carlinhos Bala bateu a falta no lugar errado, no segundo, quando recebeu a bola o atacante estava impedido. E se reclamar é pior, pobre do zagueiro Givaldo que foi expulso por reclamação.

2º:Sport x América: Ataque do América, cruzamento na área, bola na rede e gol anulado. Claudio Mercante anotou falta do atacante no zagueiro.

3° Náutico x Cabense: Esse eu não tenho o video. O Náutico perdia por 1x0, com um homem a menos. Quando Flávio Caça-Ratos fez falta pelo meio e foi expulso. Segundo matéria publicada no Jornal do Commercio edição de sábado, o Náutico contou com uma "ajudinha" do árbitro.

4º Petrolina x Sport: Falta boba no meio campo em favor do Sport originou o gol de empate diante do Petrolina

5° Náutico x Porto: Rogério domina avança e claramente se joga. Pênalti para o Náutico. Esse felizmente foi desperdiçado para se fazer justiça

6º Erro:Pela primeira vez, um time da capital foi prejudicado. No jogo Náutico x Ypiranga, houve um gol legal do alvirrubro anulado pela arbitragem.
7º e 8º erros: No jogo Porto x Sport no Lacerdão, dois erros claros. No primeiro lance, gol do Porto mal anulado num impedimento fácil de marcar. Esse só quem viu foi o trio de árbitro. No segundo, pênalti escandaloso de Hamilton em Paulista.



2º JOGO DA SEMIFINAL ENTRE PORTO E SANTA CRUZ É ANTECIPADO PARA ESTE SÁBADO

A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) alterou novamente a data do segundo jogo da semifinal entre Santa Cruz e Porto. A partida, que será realizada no Arruda e vale uma vaga para a final do Estadual, foi transferida para às 16h deste sábado (30).

Esta já é a segunda vez que esse jogo tem a data modificada. Na última quinta-feira (21), a Federação havia adiado o jogo, que originalmente seria realizado neste domingo (1º), para as 20h30 da próxima segunda-feira (2) por causa de uma solicitação da Polícia Militar. O objetivo era evitar o confronto de torcidas, já que o Náutico e o Sport jogarão no dia 1º de maio nos Aflitos.
DO PE360GRAUS

GOLS DE PORTO 1X2 SANTA CRUZ

domingo, 24 de abril de 2011

PORTO LEVA DOIS GOLS NO INICIO E É DERROTADO PELO SANTA CRUZ

Foto do Pe360graus.com

O Porto perdeu para o Santa Cruz por 2x1 na tarde deste domingo pela partida de ida da semifinal do Campeonato Pernambucano 2011. O Porto sofreu um apagão no início da partida e com três minutos já perdia por 2x0. No segundo tempo, o Gavião jogou melhor, mas conseguiu apenas diminuir o placar.

Apagão nos primeiros minutos

O primeiro gol do time da Capital veio com apenas 45 segundos de jogo. Numa falta cobrada por Wesley, a defesa do Porto afastou mal, a bola sobrou com Memo que mandou de cabeça para Tiago Matias abrir o placar.

Dois minutos depois, Landu cruzou na área, novamente a defesa afastou mal. Renatinho pegou a sobra dentro da grande área e chutou sem chance para Mondragon.

O Porto não conseguia colocar a bola no chão e por pouco não leva o terceiro aos 10 minutos. Gilberto lançou Renatinho que chutou forte, Mondragon defendeu e na sobra Gilberto tentou novamente. Mondragon salvou mais uma vez.

Aos poucos o Porto foi colocando os nervos no lugar e por pouco não diminui em três oportunidades. Na primeira aos 16, Sandro Miguel bateu falta, mas Tiago Cardoso mandou para escanteio. Na segunda, aos 18, Naldinho perdeu uma chance incrível livre no bico da pequena área.

No terceiro ataque do Gavião, aos 21, Baiano arrancou em direção ao gol do Santa Cruz passando por dois adversários, mas demorou para chutar e acabou sendo desarmado.

O Santa ainda teve uma chance com Wesley no final do primeiro tempo, mas a defesa desviou para escanteio.

Porto melhora no segundo tempo

No segundo tempo, o Porto voltou melhor e chegou ao gol com Paulista aos 15 minutos. Após tabelar com Douglas, o atacante recebeu livre em condição legal.

O Santa respondeu dois minutos depois, Renatinho soltou a bomba, mas Mondragon fez grande defesa.

Aos 20, Paulista invadiu a área e chutou forte, Tiago Cardoso fez a defesa parcial, mas Leandro Souza tirou em cima da linha.

Aos 24, o Porto teve um gol legitimo marcado por Sandro Miguel anulado pelo árbitro Emerson Sobral.

Laelson Lima ainda colocou Evandro e Jefferson Renan na vaga do apagado Douglas e de Tiago Laranjeira, que não fez um bom primeiro tempo, mas estava bem no segundo tempo. O resultado não surtiu efeito esperado, só expôs mais o time ao contra ataque do Santa Cruz que quase faz o terceiro com Gilberto acertando a trave aos 40 minutos.

Na próxima segunda-feira (2 de maio), o Porto precisa vencer o tricolor da Capital por dois gols de diferença, ou vencer repetindo o mesmo placar de hoje para levar a disputa por pênaltis.

sábado, 23 de abril de 2011

HORA DE VOAR ALTO

Duas das equipes menos badaladas da competição, Porto e Santa Cruz conquistaram vaga na semifinal do Pernambucano 2011. Pelo menos um deles estará na final, ou contra o Náutico, ou contra o Sport.

Se a campanha das duas equipes é semelhante, ambos passaram a maior parte do tempo no G-4, na tradição o Santa Cruz leva vantagem. São 24 títulos estaduais, enquanto o Porto em 17 disputas conquistou dois vice-campeonatos.

O duelo promete ser bastante equilibrado, na fase de classificação o Gavião venceu a equipe tricolor por 3x1 jogando em Caruaru. Em Recife, a situação foi diferente, 2x0 para o Santa.

Há ainda a briga pela artilharia. Paulista com 13 gols briga com o tricolor Gilberto que tem 12 gols. Se conseguir ser o artilheiro da competição, Paulista se juntará a Leniton (Porto em 1998) e Kelson (Itacuruba em 2004), únicos a alcançarem a marca por uma equipe do interior.

A média do time que vai entrar em campo como titular amanhã é de 24.45 anos e não de 22 anos como a imprensa anda divulgando. Dos 11 titulares sete tiveram passagem pela categoria de base do clube (Mondragon, Baiano, Sandro Miguel, Vagner Rosa, Naldinho, Kiros e Paulista) e dois são emprestados pelo Náutico (Altemar e Douglas).

Mondragon, 28 anos.

Baiano, 22 anos.

Sandro Miguel, 31 anos.

Marivaldo, 32 anos.

Altemar, 21 anos.

Vagner Rosa, 28 anos.

Naldinho, 20 anos.

Douglas, 20 anos.

Thiago Laranjeira, 23 anos.

Kiros, 22 anos.

Paulista, 22 anos.

SANTA CRUZ SEM O MEIA NATAN

O Santa Cruz entrará em campo com um desfalque. O meia Natan sentindo uma contratura na coxa direita e foi poupado. Mário Lúcio deve ser o escolhido para substituí-lo. No entanto, nas entrevistas que concedeu à imprensa durante a semana, o técnico Zé Teodoro não descartou a hipótese de fazer uma marcação especial nos destaques do Porto, o já citado Paulista, e o meia Thiago Laranjeira. Nesse caso, aumenta a possibilidade de Everton Sena ser escalado.

“A ideia é dar sequência (nos titulares). Lógico que, dentro do que estamos observando o Porto, e por ser fora de casa, podemos usar uma estratégia de anular alguns pontos fortes.

PORTO DEFINIDO CONTRA SANTA CRUZ

No último coletivo realizado no Ninho do Gavião, o técnico Laelson Lima definiu o time que vai enfrentar o Santa Cruz na primeira partida da semifinal. Confira o boletim da Rádio Jornal:

quinta-feira, 21 de abril de 2011

DEFESA É PREOCUPAÇÃO DO PORTO


Do Jornal do Commercio

O técnico do Porto Laélson Lima não esconde que a defesa é o setor que mais o preocupa para as semifinais do Campeonato Pernambucano contra o Santa Cruz. O Gavião tem a meta mais vazada entre os quatro times que estão nos mata-matas da competição, com 31 gols sofridos. “Não podemos levar muitos gols em uma fase decisiva”, disse.

A responsabilidade de parar o Santa Cruz na primeira partida da semifinal, domingo, às 16h, no Estádio Luiz Lacerda, recairá sobre os experientes Marivaldo e Sandro Miguel, de 31 e 35 anos, respectivamente. Laélson não poderá contar com o zagueiro Alexandre Black, que se recupera de uma torção no tornozelo esquerdo.

Para Marivaldo e Sandro Miguel, a defesa do Porto sofreu tantos gols na primeira fase por conta da formação ofensiva do time. “Nossa equipe se joga ao ataque e acaba deixando a defesa desguarnecida. Temos que tomar cuidado com isso nas semifinais”, alertou Marivaldo. “Não podemos nos mandar para a frente e deixar o contra-ataque para o adversário”, completou Sandro Miguel.

Nesta quinta-feira (21/4), o técnico Laélson Lima realizou o primeiro coletivo da semana. A dúvida do treinador é se ele vai escalar dois ou três volantes no meio-campo. Na primeira opção, entra Douglas na criação, ao lado de Thiago Laranjeira. Na outra, a cabeça de área ganha o reforço de Hélder.

JOGO DE VOLTA TEM NOVA DATA

A FPF decidiu que a partida de volta entre Porto e Santa Cruz acontecerá na segunda-feira, dia 2 de maio às 20h30. O motivo da mudança aconteceu a pedido da Policia Militar que não garantiu a segurança, pois neste mesmo dia acontece o jogo entre Náutico x Sport.

ARBITRAGEM

Para a partida deste domingo no Lacerdão, Emerson Sobral foi escolhido no sorteio realizado nesta quarta-feira. A novidade são os assistentes que ficarão atrás dos gols. No total serão sete árbitros escalados para o confronto.

Árbitro: Émerson Sobral
Assistentes laterais: Elan Vieira e Albert Júnior
Assitenteas atrás dos gols: Sebastião Rufino Filho e Eduardo Alcântara.
Reservas: Gleidson leite e Aldir Pereira.

ENQUETE

Na enquete realizada no blog. O Santa Cruz foi o adversário favorito escolhido pela torcida com 29 votos (52%). 16 votos (29%) disseram não preferir adversários e apenas 10 votos (18%) escolheram o Náutico.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

JUNIORES JÁ TEM DATAS DEFINIDAS

As semifinais e finais do Campeonato Pernambucano de Juniores já foram marcadas pela Federação Pernambucana de Futebol(FPF).
Os jogos vão acontecer às segundas sempre as 15h. Para buscar o terceiro titulo na categoria, o Gavião terá de passar pelo Náutico antes de chegar na final. Confira os jogos:

25 de abril, segunda-feira-15h
Náutico x Porto (Aflitos)
Vitória x Sport (Carneirão)
2 de maio, segunda-feira-15h
Porto x Náutico (Lacerdão)
Sport x Vitória (Ilha do Retiro)


terça-feira, 19 de abril de 2011

PORTO INICIA PREPARAÇÃO PARA ENCARAR O SANTA CRUZ

O Porto vai treinar em dois expedientes durante esta semana para a primeira partida da semifinal no próximo domingo no estádio Luis Lacerda em Caruaru. Para o confronto diante do Santa Cruz, o técnico Laelson Lima tem apenas Alexandre Black como duvida. O zagueiro está entregue ao Departamento Médico desde domingo quando foi substituído contra o Petrolina.

Com a volta de Vagner Rosa, que estava machucado no DM, resta saber como será o meio campo do Gavião antes formado por Helder, Vagner Rosa, Douglas e Thiago Laranjeira. Desde a volta de Naldinho há um revezamento, ora por conta de cartões, ora por conta de lesões.

A direção solicitou 15 mil ingressos, sendo 3.900 do Programa Todos com a Nota e o restante ao preço de R$ 30,00 (arquibancada) e R$ 15 (estudante) que estarão a venda a partir da próxima sexta-feira.

Um sorteio nesta quarta-feira (20), às 16 h, na Federação Pernambucana de Futebol, definirá quais as missões dos árbitros Claudio Mercante e Emerson Sobral no início da grande decisão Pernambucano. Os dois estarão em ação, no próximo domingo (24), na Ilha do Retiro ou em Caruaru.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

NOS JUNIORES, PORTO ENFRENTA O NÁUTICO

Se no profissional o Porto faz boa campanha, nos juniores não poderia ser diferente. Campeão Pernambucano da categoria em duas oportunidades, o Gavião classificou-se em segundo lugar com 46 pontos, ficando atrás apenas do Sport com 57 pontos.

Na semifinal, o Porto encara o Náutico que ficou em terceiro com 44 pontos. No outro confronto, o Vitória terceiro com 40, enfrenta o Sport.

Os jogos do mata-mata estão marcados para próxima segunda-feira. Apesar de ter terminado em segundo, e ter o artilheiro da competição, o atacante Buba, o Porto não terá vida fácil. Na primeira fase o Porto foi derrotado pelo timbu duas vezes, e foram duas goleadas (7x1 nos Aflitos e 3x0 no Luís Lacerda)

PORTO NÃO ACEITA ANTECIPAÇÃO DE JOGO

Matéria do Jornal do Commecio

A diretoria do Porto não aceita antecipar para o sábado a primeira partida das semifinais do Campeonato Pernambucano contra o Santa Cruz, marcada inicialmente para as 16h do domingo, no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. A hipótese foi cogitada ontem pela manhã, mas perdeu força à noite diante da resistência dos diretores do Gavião do Agreste à ideia.

O foco da diretoria caruaruense agora é com a definição dos preços dos ingressos para a semifinal, o que deve acontecer nesta terça-feira (19/4). Provavelmente, os valores serão aumentados em 100% passando para R$ 40 (arquibancada) e R$ 20 (estudante), os mesmos praticados em clássicos no Recife. Na primeira fase, nos jogos do Porto com um dos três grandes da capital, os bilhetes custavam R$ 20 e R$ 10, respectivamente.

PORTO EM NÚMEROS

JOGADOR

Jogos em 2011

PELO PORTO

IDADE

1

SANDRO MIGUEL

20

**

31

2

PAULISTA

20

42

22

3

MONDRAGON

19

**

28

4

HELDER

19

19

19

5

ALTEMAR

18

18

21

6

DOUGLAS

18

18

20

7

THIAGO LARANJEIRA

18

39

23

8

ALEXANDRE BLACK

17

17

24

9

VAGNER ROSA

16

**

28

10

KIROS

15

48

22

11

TÉO

14

**

32

12

MARIVALDO

14

14

32

13

BAIANO

13

32

22

14

EVANDRO

12

25

18

15

EDY

10

10

18

16

DIOGO

8

9

18

17

ARLINDO

8

**

32

18

COSME

7

42

26

19

JEFFERSON RENAN

7

10

18

20

LALÁ

7

7

24

21

NALDINHO

7

28

20

22

BUBA

4

4

18

23

EMANOEL

4

4

22

24

CAIO LIRA

2

4

20

25

HENRIQUE

2

2

20

26

ALEMÃO

2

10

19

27

GENINHO

2

2

17

28

POPÓ

1

1

18

29

AILTON

1

1

21

30

DAVID

1

1

18

31

TORITAMA

1

1

18

** Número de jogos indisponível.