Seguidores

segunda-feira, 31 de março de 2008

PORTO EMPATA EM LIMOEIRO

O Porto quebrou sua seqüência de 495 minutos sem levar gol, ao empatar em 1x1 com o Centro, em jogo realizado ontem no Estádio José Vareda, em Limoeiro. O Gavião continua na luta por uma das vagas da Série C do Brasileiro. Já o Dragão conseguiu quebrar o jejum de seis derrotas consecutivas.
No primeiro tempo as duas equipes criaram muitas oportunidades de gols. Mas enquanto o Gavião não soube finalizar as jogadas, o Dragão aproveitou uma chance para abrir o placar. O primeiro bom ataque do Porto veio aos sete minutos. Numa bola enfiada entre a zaga, Marlos chutou para fora, pelo lado direito. O Centro Limoeirense deu o troco aos 13 minutos, quando Renatinho chutou com perigo por cima da trave.
O Dragão teve a oportunidade de abrir o placar aos 24, quando o juiz marcou um pênalti em Flávio. Quem bateu foi Preto, mas o goleiro Danilo defendeu seu terceiro pênalti neste Pernambucano. O gol do Centro veio um minuto depois com Renatinho. Ele aproveitou uma jogada pelo lado direito e botou a bola no fundo das redes.
O Porto voltou ao ataque aos 29, quando Guego chutou no meio do gol, mas o goleiro Ívson segurou. O campo alagado dificultava o trabalho das duas equipes, mas o Gavião continuou tentando mudar o placar. Um dos ataques veio aos 39, com Márcio e outro aos 42, quando Marlos, sozinho, chutou para fora.
No segundo tempo o Gavião jogou melhor e criou mais oportunidades de gol, conseguindo o empate. Já o Centro arriscou nos contra-ataques, mas não conseguiu ampliar ao placar. O primeiro ataque de perigo da equipe caruaruense veio aos dez minutos. Arlindo chutou de fora da área, mas a bola foi pela linha de fundo.
O Porto tinha mais domínio de bola e conseguiu o gol aos 20. Quem empatou foi Rômulo, com um chute indefensável. Depois do gol o Centro começou a chegar com mais perigo, mas sem conseguir mudar o placar. O Gavião ainda tentou, aos 32, com Márcio, e o Centro aos 41, com André, que, chutou com perigo, mas o goleiro Danilo fez boa defesa.

Nenhum comentário: