Seguidores

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

FPF QUER LIBERAR JOGADORES MESMO SEM O AVAL DA CBF

JORNAL DO COMMERCIO 03/12/2008
A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) pretende, mais uma vez, passar por cima das normas. A entidade vai se reunir com os clubes, amanhã, para propor que os atletas possam disputar as três primeiras rodadas do Estadual sem ter o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Depois de modificar o regulamento do Campeonato, quando o Estatuto do Torcedor prevê que a mudança só pode ser feita a cada dois anos, e marcar o início do Estadual para antes da data marcada pela Confederação, a FPF pode se envolver, novamente, numa polêmica.
De acordo com o parágrafo nono do artigo 32 do regulamento do Pernambucano, a FPF só dará condição de jogo aos atletas que tenham o nome publicado no BID da CBF. O problema é que a Confederação estará de recesso a partir do próximo dia 15 até 8 de janeiro, dois dias antes do início do Estadual. Como os clubes ainda estão em período de contratações, não haverá tempo hábil para regularizar os jogadores para as primeiras rodadas. Vale lembrar que a CBF marcou o início das competições para o dia 21.
“Vamos conversar com os clubes para ver se a gente antecipa o envio da documentação para a CBF”, afirmou o secretário-geral da FPF, João Caixero. A questão é que as negociações ainda estão no início e dificilmente alguma equipe conseguirá fechar muitas contratações até o dia 15.
O artigo 23 do Regulamento Geral das Competições da CBF, afirma que o Documento Único de Registro e Transferência (DURT-E) não estará disponível nos dias em que a entidade estiver de recesso.
A situação fica mais complicada ainda para o Santa Cruz, que está com pouco jogadores no elenco – suas primeiras contratações só foram anunciadas ontem. Sem contar que para regularizar os atletas, os clubes têm que pagar as taxas de transferências e os recursos no fim do ano são escassos.

Nenhum comentário: