Seguidores

domingo, 26 de dezembro de 2010

RIVAIS DO AGRESTE EM TRILHAS OPOSTAS

Do Jornal do Commercio

Rivais tradicionais no Agreste Pernambucano, Porto e Central estão adotando posturas diferentes para encarar o Campeonato Pernambucano de 2011. Enquanto o Gavião está montando uma equipe bastante jovem, sem um investimento de peso, além de ter um treinador novo, Laélson Lima, a Patativa reforçou o elenco com nomes rodados e conta com o experiente Maurício Simões para comandar a equipe.

Com uma folha beirando os R$ 150 mil, o alvinegro vê com boas expectativas o ano, uma vez que teve mais tempo para a construção do grupo. “Este ano vai ser diferente. Por causa do processo eleitoral, assumi no ano passado faltando apenas 15 dias para começar o Campeonato. Inclusive, só conseguimos inscrever o time no último dia do prazo”, relembra o presidente do Central, João Tavares.

Os acertos para 2011 começaram com bastante antecedência dessa vez. “Com 90 dias antes do Estadual já estávamos com a comissão técnica definida. Agora, no dia 1º de dezembro, já tínhamos 80% do grupo fechado para começar os trabalhos”, acrescentou João Tavares.

No elenco há nomes como o do meia Rosembrik (ex-Santa Cruz e Sport), o volante e meia Wilson Surubim (ex-Náutico) e o atacante Danilo Pitbull, artilheiro da Série D em 2010 pelo Guarani de Sobral. Outros jogadores conhecidos são os zagueiros Breno (filho do ex-volante Zé do Carmo) e Elias (emprestado pelo Sport).

“Não gosto de falar que temos um time de medalhões, e sim um time que tem um equilíbrio. É um casamento de características, em que um jogador completa o outro. O planejamento está seguindo 100% como queríamos para a temporada”, afirmou o treinador Maurício Simões.

Pelo lado do Porto, as fichas recaem em uma proposta de time jovem, apostando na velocidade. Entre os destaques, estão o atacante Rogério, 21 anos, que teve passagens pelo Figueirense e futebol espanhol, além do meia Thiago Laranjeiras, pouco aproveitado no Santa Cruz na temporada passada por conta de uma grave lesão no joelho. Outros atletas mais rodados são os do goleiro Mondragon e do lateral Sandro Miguel.

“Tivemos a preocupação de contratar para algumas posições específicas. Em todos os setores tivemos atletas chegando, menos na posição de volante, em que não tínhamos necessidade. A preocupação era dar um equilíbrio entre experiência e juventude. Boa parte do grupo, em torno de 60%, disputou a Copa Pernambuco”, revelou o treinador Laélson Lima, ex-jogador do Porto e que iniciou a carreira em 2008, em Alagoas.

YPIRANGA

Outra força de respeito no Agreste, o Ypiranga adotou uma postura bem diferente da do ano passado, quando investiu bastante e acabou não conquistando vaga na fase semifinal do Campeonato Pernambucano. Desta vez, a aposta é em jogadores que ainda “não conquistaram muita coisa e “querem vencer”, de acordo com as palavras do treinador Adelmo Soares.

O espírito ficou evidenciado no treino da última terça-feira, acompanhado pela equipe do JC. O técnico tem cobrado muito dos jogadores, sem descansar um só minuto nos puxões de orelha. Entre os destaques, é sempre bom lembrar do regular goleiro Geday.

Nenhum comentário: