Seguidores

domingo, 19 de dezembro de 2010

TIMES DO SERTÃO APOSTAM NA PARTE FÍSICA PARA SURPREENDER NAS PRIMEIRAS RODADAS

Matéria do Jornal do Commercio.

Sob a alegação de dar um refresco para Sport, Náutico e Santa Cruz em fevereiro, quando o trio de ferro da capital vai encarar a primeira fase da Copa do Brasil (sempre com viagens desgastantes), a Federação Pernambucana de Futebol antecipou algumas rodadas do Estadual de 2011. O objetivo foi marcar o maior número de jogos possível no Sertão.

Envolvidos apenas com o trabalho dentro de campo, treinadores e jogadores dos sertanejos Salgueiro, Araripina e Petrolina não gostaram de enfrentar rubro-negros, alvirrubros e tricolores logo de cara. No entanto, querem tirar vantagem desta situação inusitada, ou seja, fazer o feitiço virar contra o feiticeiro.

Para isso, o Carcará, o Bode e a Fera Sertaneja apostam na questão física para surpreender e tirar pontos de Sport, Náutico e Santa Cruz. Exceto o Salgueiro – que começou seus trabalhos visando o Campeonato Pernambucano apenas na última segunda-feira – Petrolina e Araripina estão treinando desde o começo deste mês.

Traçando um paralelo com o trio de ferro da capital, apenas o Santa Cruz está em atividade. O grupo principal do Náutico só se reapresenta no dia 27 de dezembro, enquanto o Sport só no começo de janeiro.

“Não fui consultado sobre a tabela e acredito que os demais treinadores também não. Mas não adianta ficar reclamando, já que foi aprovado. Só vai criar mais inimizade. Estamos trabalhando forte para somar o maior número de pontos possível neste começo difícil, aproveitando que as equipes da capital ainda estão se arrumando. E se isso acontecer, ninguém vai segurar o Petrolina”, enfatiza o empolgado Neco, treinador da Fera Sertaneja, campeão da Série A2.

O atacante Nego Pai, figurinha carimbada do certame local (já se destacou no Serrano, Cabense e Belo Jardim) fez coro com o seu técnico e ainda alertou: “Aqui em Petrolina, tem dia que o calor está tão forte que as cinco da tarde parece meio-dia. Quero ver se eles aguentam”, indagou Nego Pai, apostando na alta temperatura como outro obstáculo para os grandes – curiosamente, quando o JC esteve na cidade, na última terça-feira, fazia muito frio e chovia bastante.

O Petrolina estreia contra o Náutico, nos Aflitos, dia 13 de janeiro, uma quinta-feira. No domingo, recebe o Sport no Paulo Coelho. O time visita o Santa na sexta rodada. A situação de Salgueiro e Araripina é semelhante. Só que o Carcará e o Bode jogam em casa os três jogos contra os grandes.

“A nossa intenção é fazer um campeonato equilibrado. Para isso, precisamos começar bem. Aqui (Araripina) a população gosta muito de futebol. Fizemos a apresentação oficial do time em um sábado à noite e cerca de duas mil pessoas compareceram ao estádio. A pressão vai ser grande nos adversários no começo do campeonato”, declarou Júnior Caruaru. Ano passado, o treinador salvou o Araripina do rebaixamento.

O Bode pega o Timbu na segunda rodada, a Cobra Coral na quarta e o Leão na quinta. Já o Carcará encara o Náutico na terceira rodada. Depois recebe o tricolor do Arruda na quinta rodada e em seguida joga contra o Sport, também no Cornélio de Barros.

JOGO-TREINO: Em jogo treino realizado neste sábado no Ninho do Gavião.O Porto venceu o Nacional (time amador da cidade) por 3x0. Os gols do Gavião foram marcados por Lalá, Paulista e Thiago Laranjeira.

Nenhum comentário: