Seguidores

domingo, 21 de abril de 2013

JEFFERSON RENAN MARCA NOS ACRÉCIMOS E PORTO VENCE BELO JARDIM


O Porto estreou com o pé direito no Octogonal do Rebaixamento ao vencer Belo Jardim, de virada, no estádio Sesc Mendonção. A vitória por 3x2 só saiu nos acréscimos, com um gol salvador de Jefferson Renan. Com a vitória, o Porto divide a liderança do Octogonal com Central e Serra Talhada.

A partida começou com os donos da casa partindo pra cima do Gavião. Empurrado pela torcida, o Belo Jardim comandou as principais ações ofensivas da etapa inicial. Aos quatro minutos, Luciano Pintinho recebeu na área, tirou de Rodrigo Carvalho, mas Wallace atento fez o corte providencial. Aos 13, Felipe Almeida arriscou de fora da área e carimbou o travessão de Rodrigo Carvalho, no rebote Muller quase abre o placar.

Só dava o Belo Jardim. Aos 18, Fernandinho cobrou falta da entrada da área e obrigou Rodrigo Carvalho a fazer grande defesa.

Sofrendo com as péssimas condições do gramado, o Porto errava muitos passes pelo meio, facilitando o sistema defensivo do Calango.

Numa bobeira de Wallace, o Calango teve mais uma chance de abrir o placar. Aos 26, o zagueiro tentou cortar, a bola bateu nas costas de Luciano Pintinho e voltou na trave, por sorte a bola retornou nos braços de Rodrigo Carvalho.

O Porto respondeu no minuto seguinte, Jefferson Renan avançou pelo meio e a bola sobrou com Thiago Laranjeira, que arriscou da entrada da área, Romero fez a defesa em dois tempos.

De tanto procurar o ataque, o Belo Jardim foi premiado com gol aos 29 minutos. Candinho cruzou da esquerda e Muller subiu cabeceando no canto direito de Rodrigo, que não teve chance de defesa.

O gol fez o Belo Jardim diminuir o ritmo, com isso o Porto ganhou terreno e passou a ocupar mais o campo ofensivo. Joelson chegou a marcar, mas o árbitro Emerson Sobral marcou impedimento. Porém aos 43, Thiago Laranjeira recebeu de Jefferson Renan, deu um belo drible no marcador e chutou no canto esquerdo de Romero, deixando tudo igual. 1x1.

No intervalo, Lelson Lima tirou o volante Cosme para entrada de um meia avançado: Anderson Pirata. Em sua primeira jogada, o meia roubou a bola de Romero e cruzou para Joelson, que chutou por cima do gol. 

O Belo Jardim acabou chegando ao segundo gol aos cinco minutos. Ianick foi a linha de fundo e cruzou na pequena área, Rodrigo Carvalho não saiu e Candinho subiu livre de marcação, marcando mais um para o Calango.

Com a vantagem no placar, o Belo Jardim foi em busca do terceiro gol, o que de certa forma facilitava a vida do Porto, que ganhou qualidade no contra ataque com a entrada de Pirata. Aos 14, Thiago Laranjeira rolou a bola para Joelson dentro da área, mas o atacante chutou pra fora, de perna esquerda. As alterações do Belo Jardim seguiam o caminho inverso: saíram os jogadores que mais incomodavam Candinho e Luciano Pintinho, para as entradas de Careca e Madson. Laelson então aproveitou a chance e entrou com Tiago Orobó na vaga de Ailton. O Porto ganhou terreno e passou a dominar o jogo. Aos 31, Rennan mandou na área, Orobó cabeceou para o meio, Joelson precisou chutar duas vezes para deixar tudo igual.

O Belo Jardim não desistiu e mais uma vez chegou com perigo. Luiz Alberto afastou mal e a bola sobrou com Muller, o atacante chutou e Rodrigo Carvalho mais uma vez salvou o Gavião.

Com Laranjeira cansado, Laelson tirou o meia para entrada de Evandro, visando fechar o meio, e dar novo folego ao contra ataque.  O jogo ficou aberto com as duas equipes buscando o terceiro gol. Aos 45, Joelson puxou um rápido contra ataque e deixou Jefferson Renan na cara do gol, mas o meia demorou para concluir e acabou devolvendo para Joelson, o atacante chutou por cima do gol. Aos 47, Jefferson Renan recebeu na linha de fundo, passou no meio de cinco marcadores do Belo Jardim e chutou no canto esquerdo de Romero, decretando a vitória do Porto.

Nenhum comentário: