Seguidores

domingo, 8 de março de 2009

PORTO JOGA MAL E PERDE NO RECIFE

Em tarde pouco inspirada, errando muitos passes o Gavião não foi pareo para o Santa Cruz e perdeu por 2x0. O Porto segue com 3 pontos no segundo turno e vai a Petrolina enfrentar o time local próxima quarta.
O Santa começou o jogo assustando, mas a sua própria torcida. Com pouco mais de um minuto o goleiro André Zuba repôs a bola nos pés de Rogério. Ele entrou na área e chutou rasteiro, mas Sandro apareceu para interceptar. Na sobra, Vágner Rosa chutou de fora da área e Zuba compensou o erro ao espalmar para escanteio.
No entanto, depois disso só deu o Santa. Aos seis minutos, Thiago Matias aventurou-se ao ataque - coisa que já fizera pouco antes - e se deu bem. Ele recebeu na área e livrou-se de Danilo para chutar rasteiro para o fundo das redes. Aos dez foi a vez de Márcio tentar. O atacante soltou uma bomba no travessão e, no rebote, Parral chutou para fora.
No minuto seguinte foi a vez de Pedro Henrique desperdiçar o que poderia ser o 2x0 ao receber cruzamento rasteiro e dar uma "furada" na bola. Depois dessa pressão mais forte pós-gol, o Santa diminuiu um pouco o ritmo mas sem deixar o Porto tomar conta das ações.
A próxima boa chance dos corais surgiu apenas aos 21. Pedro Henrique cruzou rasteiro e Márcio antecipou-se à defesa mas concluiu para fora. O Porto, com um time mais leve, teve muita dificuldade para vencer o paredão tricolor formado por três volantes - Bilica, Wagner e Anderson - mais os zagueiros Thiago Matias, Leandro Camilo e Sandro. Nos últimos dez minutos, os corais recuaram mais do que deviam e o Porto começou a tocar mais a bola. Quando encontrou espaço para o contra-ataque, Pedro Henrique chutou para boa defesa de Danilo aos 41.
No segundo tempo, o Porto mostrou mais disposição nos primeiros minutos, tanto que o Santa só conseguiu passar da linha que divide o meio do campo aos quatro minutos. Porém, chegou mais perto do gol que o Gavião. Aos seis, Márcio desviou de cabeça apra a pequena área. Thiago Matias, cara a cara com o goleiro e em posição legal, completou para fora.
A partir daí, o Santa apertou a marcação na saída de bola do adversário e foi chegando com mais perigo. Aos nove, Danilo saiu da área para impedir a progressão de Pedro Henrique. Ele rolou para Anderson que tentou mandar para o gol sem goleiro, mas encontrou a cabeça de Vágner Rosa na trajetória da bola.
Dois minutos depois, Leo recuou a bola para Danilo e Márcio partiu para dividir com o goleiro. Leo fez falta e foi expulso. Com o adversário inferiorizado o tricolor pôde soltar mais seu time e Thiago Matias aproveitou bem. Aos 17 ele recebeu de Parral e chutou cruzado no canto direito de Danilo para fazer 2x0.
Como já estava com um a menos, o Porto não encontrou forças para esboçar reação. Já o técnico do Santa, Márcio Bittencourt pareceu satisfeito com o placar, pois não mexer no esquema tático para tentar um placar mais elástico como a torcida esperava.

3 comentários:

Dogival Ferreira disse...

Meu abraço a todos que fazem o time
desde o PRESIDENTE ao ROUPEIRO. Para
béns pela estrutura. Torço por vocês
e espero com as mudanças e principal
mente com o retorno do atacante JOEl
SOM e a união do grupo, possam juntos
buscar a recuperação na competição.
Faço parte da escolinha Atletas do
Futuro de onde sairam Helder, Joelson
e Piaui. Felicidades a todos e que JE
SUS CRISTO ABENÇOE A TODOS NÓS.

Anônimo disse...

A referida Escolinha fica na cidade de Floriano-Piaui.

Dogival Ferreira disse...

A referida Escolinha fica na cidade
de Floriano-Piaui.