Seguidores

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

MARCOS PARANÁ TEM DEDO DECEPADO

O meia-atacante do Porto Marcos Paraná, de 22 anos, perdeu parte do dedo médio da mão direita num acidente ocorrido, no final da tarde de ontem, no Ninho do Gavião, centro de treinamento do time de Caruaru.
De acordo com testemunhas, o treino já havia acabado e o jogador estava realizando cobranças de faltas.
“Uma parte da rede estava solta e ele foi ajeitar. No primeiro salto conseguiu prender um parte. Quando pulou, novamente, caiu gritando. Foi um desespero. Todo mundo correu para ver o que havia acontecido”, relatou o massagista do clube, Eraldo Lucena.
Após o salto, a falange do dedo médio do jogador, onde estava a sua aliança, foi decepada, pois ficou presa em dos ganchos que segura a rede. Paraná foi socorrido pelo massagista e por colegas.
O goleiro Danilo chegou a colocar a parte decepada do dedo em um copo com gelo, pensando na possibilidade de um reimplante. Paraná foi levado para o hospital Santa Efigênia, onde passou por uma cirurgia.
De acordo com o médico Marcelo Capela, a situação não permitiu a realização de uma cirurgia de reimplante.
"Ele já chegou aqui com parte do dedo amputado e não houve condição de fazer o reimplante. A intervenção cirúrgica teve como objetivo fazer a regularização do coto (extremidade do membro amputado)", explicou o médico.
Paraná vai ficar em observação nos próximos dias. Segundo os médicos, ele ficará afastado dos gramados por cerca de 30 dias.
Em 2004, um outro caso parecido ocorreu na Europa – o meia Paulo Diogo, do suíço Servette, teve o dedo anular da mão esquerda amputado após prender a aliança no alambrado do estádio ao comemorar um gol.

Nenhum comentário: