Seguidores

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

PORTO SEGUE SEM VENCER NO LACERDÃO


O Porto voltou a decepcionar sua torcida ao empatar com o Araripina em 1x1 nesta quarta-feira. Nem mesmo as mudanças realizadas por Laelson Lima, cinco no total, foram suficientes para dá a primeira vitória do Gavião jogando no Lacerdão.

JOGO:
Com varias mudanças realizadas em relação ao jogo contra o Central, o Gavião demorou alguns minutos para se organizar e se encontrar na partida. O meio-campo formado por Marquinhos, Evandro, Cássio e Jefferson Renan não mostrou melhor futebol que o titular, mas pelo menos demostrou mais vontade em campo. Mesmo assim, alguns jogadores seguem apresentando um futebol abaixo do esperado, como o lateral Baiano e o atacante Kiros.

E foi numa falha de marcação de Baiano que o Araripina abriu o placar aos 10 minutos. Ailton aproveitou e cruzou na área, Moisés também vacilou e Vanderlei não teve trabalho para fuzilar o goleiro Romero que não teve chances. 1x0 Araripina.

No minuto seguinte, o Araripina quase amplia na falha de Evandro, mas Cristovão chutou por cima.

O jogo seguiu truncado, sem muitas chances para as duas equipes. Num lance despretensioso aos 26 minutos, Baiano cruzou na área, Kiros furou e a bola sobrou com Joelson que foi derrubado por Everton. O arbitro Carlos Costa viu pênalti no lance, que Joelson converteu deixando tudo igual.

O jogo seguiu com poucas chances, somente aos 38 num chute de Baiano da entrada da área assustou a meta do goleiro Davi.

O segundo tempo, foi todo dominado pelo Araripina, valorizando a posse de bola, o Bode do sertão comandou o jogo enquanto o Porto tentava encaixar em vão algum contra-ataque. Aos 8 minutos, Laelson resolve tirar o inofensivo Kiros para a entrada de Lalá. Se Kiros não fez nada na partida, Lalá acabou conseguindo atrapalhar pelo menos dois contra-ataques perigosos.

O Porto só melhorou após a entrada de Diego Costa no lugar de Cássio, que teve uma estreia discreta. O meia conseguiu criar algumas oportunidades em duas boas arrancadas. Mas chances de fato só num chute de fora da área de Lalá que Davi defendeu.

O Araripina por pouco não chegou ao segundo gol aos 38. Marcelo Paraíba cruzou da direita e Vanderlei cabeceou na trave. No final, na base da vontade, o Porto tentou pressionar, mas Lalá acabou perdendo duas grandes chances, uma aos 42 e outra aos 46. Na primeira, o atacante demorou a finalizar. Na segunda, num cruzamento de Diego Costa o atacante cabeceou para fora.

O Porto ocupa a oitava posição com quatro pontos e enfrenta o Ypiranga no próximo domingo. O Araripina é o décimo com 3 pontos.

Nenhum comentário: