Seguidores

sábado, 11 de fevereiro de 2012

PORTO PERDE PARA O SPORT E PARA ARBITRAGEM


O Porto perdeu por 4x2 para o Sport neste sábado em partida válida pela oitava rodada do Pernambucano. O Gavião chagou a abrir dois gols de vantagem, mas não soube segurar o Sport que virou o jogo no segundo tempo com uma ajuda amiga do arbitro Nielson Nogueira.
JOGO:

O Porto começou melhor a partida, tocando bem a bola o Gavião envolvia com facilidade o adversário chegando com perigo pelas laterais. E foi pelo lado direito que o Porto assustou o Sport em duas subidas de Ailton. Na primeira, aos 7 minutos, o lateral arriscou da entrada da área, Magrão se esticou todo mandando para escanteio.

Aos 13, novamente Ailton arriscou de fora da área e a bola foi venenosa para defesa de Magrão.

Aos 25 foi a vez de Joelson testar o goleiro Magrão. Novamente o goleiro salvou o time da capital mandando para escanteio. Cássio cobrou e Kiros subiu mais alto abrindo o placar de cabeça.

Não deu tempo para o Sport respirar. Dois minutos depois, numa falta cobrada pela esquerda, Kiros foi agarrado por Bruno Aguiar dentro da área. Penalti claro marcado, Joelson cobrou e ampliou.

O Sport diminuiu num lance casual e com uma “mãozinha” da arbitrage aos 34 minutos. Jheimy escapou pela direita e cruzou rasteiro para Marcelinho Paraíba. O atacante empurrou Ailton que acabou marcando gol contra. O tirou a concentração do time do Porto, que agora além de segurar o time do Sport, jogava contra a arbitragem que já dava sinais de que veríamos o mesmo filme novamente.

Se o gol do Sport fez o Porto recuar no primeiro tempo. O segundo tempo fez o Laelson Lima recuar mais ainda o time. O zagueiro Luiz Alberto saiu machucado no joelho com apenas seis minutos.

O Sport, com mais volume de jogo atacava muito ,mas errava vários passes facilitando a vida do Porto que abdicava até de contra-atacar.

O Porto errava ao cometer muitas faltas na entrada da área. E foi numa dessas faltas que Marcelinho cruzou e Jheimy quase empata de cabeça aos 16.

O excesso de faltas na entrada na área era prato cheio para Marcelinho e prenuncio de uma virada anunciada. Aos 27, foi a vez de Moisés cometer falta na entrada da área. Marcelinho cobrou e Romero só assistiu a bola entrar no gol. 2x2.

Aos 31, foi a vez de Evandro cometer outra falta muito próxima da anterior. Marcelinho novamente cobrou e Romero novamente ficou assistindo. Por sorte, a bola não entrou no gol.

Aos 38, Marcelinho recebeu dentro da área, tropeçou em Romero e Neilson Nogueira viu pênalti. Houve muita reclamação por parte do Porto, mas não teve choro.
Marcelinho cobrou sem chance para Romero, virada do Sport.

Aos 40, Alemão fez outro pênalti, dessa vez marcado corretamente. Marcelinho fez o terceiro dele e o quarto do Sport, dando números finais ao jogo.

No final só faltou os aplausos do Porto para o árbitro Nielson Nogueira. Mas como é time do interior melhor não, senão o gancho é grande.

Nenhum comentário: