Seguidores

domingo, 17 de março de 2013

EM JOGO DE ERROS, PORTO NÃO SEGURA O PESQUEIRA

Jogando com o então lanterna do segundo turno, o Porto teve tudo neste domingo para sair do estádio Luiz Lacerda com mais uma vitória. Dois gols de vantagem, um homem a menos e jogando bem contra um adversário que não esboçava reação. Mas o Gavião mais uma vez abusou dos erros, sendo derrotado para o Pesqueira por 4x3.

Para enfrentar o Pesqueira, Luiz Muller saiu pela primeira vez do esquema com três zagueiros para apostar numa barreira formada por três volantes pelo meio. O gol no primeiro minuto de jogo deu a impressão que a invenção de Muller daria certo. O zagueiro Alex escorregou, Jefinho roubou a bola e rolou para Joelson, o atacante com tranquilidade driblou o goleiro e abriu o placar.

A partir daí só deu Pesqueira. Com a defesa insegura, começando com Rodrigo Carvalho, o ex-lanterna da competição começou a tocar a bola e o Porto, impávido, apenas assistia. A pressão só terminou quando o Pesqueira conseguiu seu gol aos oito minutos. Nem acertou um cruzamento da direita na cabeça de Nconco, Rodrigo não alcançou, 1x1.

A partida ficou equilibrada, com as duas equipes procurando o gol. Quem se deu melhor foi o Gavião. Aos 23, Jackson puxou o ataque e encontrou Joelson livre na área, o atacante rolou para Anderson Pirata, que limpou a marcação e chutou para o gol. O zagueiro Alex tirou com a mão em cima da linha. Pênalti marcado e cartão vermelho para o jogador do Pesqueira. Joelson converteu e marcou seu segundo gol na partida.

O Porto aproveitou a desconcentração do Pesqueira para atacar. Com a vantagem de um homem a mais, o Porto perdeu duas boas chances em seu melhor momento na partida. Aos 26, Anderson lançou Joelson, que entrou  na área e tentou driblar o goleiro, dessa vez Léo foi mais rápido e saiu para fazer a defesa.

Aos 32, Joelson entrou livre após receber lançamento de Anderson. O atacante penetrou na área, limpou a marcação, mas chutou em cima do defensor do Pesqueira.

O terceiro gol saiu apenas aos 38. Rennan cobrou falta da entrada da área e acertou uma bomba, indefensável para Léo. 3x1 Porto.

No intervalo da partida, Luiz Muller promoveu a entrada de Wallace na vaga de Cosme. Com três zagueiros, o time perdeu a mobilidade do meio campo, abdicando do ataque e convencido que a partida estaria decidida. O Pesqueira não forçava muito, até que aos 18, Rodrigo afastou mal e a bola sobrou com Jhonny que fez o segundo do Pesqueira.

Vendo o adversário crescer, Luiz Muller sacou Juninho para entrada de Marcelinho, que mal tocou na bola. 

O Pesqueira passou a intensificar os ataques. Aos 23, cobrança de escanteio para o Pesqueira, Rodrigo afastou para a entrada a área e a bola sobrou com Rafael que mandou a bomba, Rodrigo fez a defesa. O gol de empate saiu aos 35, cobrança de escanteio pela direita e Jonathan apareceu livre de marcação empurrando para o gol.

Depois de sofrer dois gols de um time com um homem a menos, Muller desfez o trio defensivo com a saída de Renato para entrada de Evandro. O resultado foi mais um gol do Pesqueira, Jonathan fez fila na defesa, invadiu a área e tocou na saída de Rodrigo Carvalho que assistiu sua rede balançar pela quarta vez.

Com a derrota, o Porto caiu para oitava posição com oito pontos. Na próxima rodada o Gavião enfrentará o Chã Grande no Carneirão, em Vitória de Santo Antão. O Pesqueira é o 11º com sete pontos e enfrentará o Belo Jardim no Mendonção.

Um comentário:

Anônimo disse...

SERÁ QUE NÃO FICOU NO MÍNIMO A EXPERIÊNCIA? Zezo da Cohab