Seguidores

domingo, 13 de março de 2011

PORTO QUER VOLTAR A EMBALAR

Os tempos de instabilidade passaram. Pelo menos é o que espera o técnico Laélson Lima, do Porto. A sua esperança baseia-se na vitória por 5x2, de virada, diante do Ypiranga, em Caruaru, na última quinta-feira. Tudo bem que o Gavião do Agreste chegou a estar perdendo por 2x1 na etapa inicial. Com a recuperação na partida, veio também a goleada que, para o treinador, deve colocar o Porto, novamente, na rota das semifinais do Pernambucano. Hoje, no entanto, a equipe terá pela frente o Náutico, uma verdadeira prova de fogo.

Entre alguns fatores, Laélson destaca com naturalidade que o elenco reduzido fez o Porto oscilar na competição. Em uma das partidas do Pernambucano, ele encerrou o confronto com seis atletas juvenis em campo. Com alguma conversa e muito treino, crê que colocou a equipe de novo nos eixos.

“Essa é uma política do nosso clube. Sempre que temos de encontrar alguma solução para aqueles que levaram cartões amarelos, se machucaram ou tomaram o vermelho, temos de buscar no juniores ou no juvenil. Isso causa um desequilíbrio, às vezes. Mas o time está motivado. Essa vitória contra o Ypiranga mostrou que somos uma equipe forte, mais uma vez”, comentou o técnico.

Laélson considera o Náutico o melhor time do campeonato. Mas aposta no bom retrospecto dos jogos do Porto dentro dos seus domínios para buscar a vitória. “Perdemos um jogo para o América. Foi o único em nossa casa. Vamos jogar para cima, mesmo sabendo que o Náutico é o melhor time do Estadual”, contou.

Para o confronto, ele não tem maiores problemas para escalar a equipe. Ele espera poder contar com o meia Douglas, que no jogo de quinta-feira sofreu uma contratura na coxa direita. “Mas acho que ele joga normalmente. E vamos repetir o time que atuou contra o Ypiranga”, finalizou.

Nenhum comentário: