Seguidores

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

KIROS MARCA DUAS VEZES E PORTO VENCE A PRIMEIRA

Demorou quatro rodadas, mas finalmente o Porto comemorou a primeira vitória no Campeonato Pernambucano 2015. Depois de bater na trave no último domingo, após sofrer o gol de empate nos acréscimos, o Gavião bateu o Vera Cruz na noite desta quarta-feira por 2 a 1 no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. A vitória deixou o Porto com cinco pontos, a dois pontos do G-2, que atualmente é ocupado por Central (10 pontos) e Ypiranga (sete pontos). Destaque para Kiros, que marcou os dois gols da Gavião.

Os visitantes imprimiram um ritmo forte desde o inicio. Aos 4 minutos, Caique recebeu pela esquerda, invadiu a área e chutou forte. Rudison precisou segurar em dois tempos para afastar o perigo.

O Porto não demorou para responder, e quando atacou foi logo marcando. Aos 13 minutos, Jackson arriscou de fora da área, a bola bateu no defensor do Vera Cruz e sobrou com Kiros, que chutou de primeira sem chance de defesa para Andrei. 1 a 0 Porto.

Aos 16, mais uma chance em favor do gavião. Luquinha pegou a sobra de fora da área, mas a bola foi sem direção, à direita do goleiro do Vera Cruz.

Com a vantagem no placar, o Porto recuou e passou a oferecer espaços ao adversário. Kiros acabou ficando isolado na frente e o vera Cruz apertou a saída de bola do Porto. Aos 23, Fabricio saiu errado, Cesinha tocou para Bala que se livrou da marcação e deixou Walber na cara do gol, mas a definição do lateral do Vera cruz saiu fraquinha facilitando a defesa de Rudson,

O Porto passou a explorar as bolas paradas com Kiros. Aos 31, o atacante cobrou falta de longe e acertou a trave de Andrei. Kiros apareceu novamente aos 43 minutos. Jackson cobrou escanteio e o atacante subiu de cabeça, a bola bateu na trave e foi afastada pela defesa.

Nos acréscimos da primeira etapa, Fabricio e Clebson vacilaram na marcação e deixaram Cesinha livre dentro da área. O atacante tabelou com Cláudio e chutou. Rudson tirou com o pé, mas a bola voltou com Cláudio, que com o gol vazio deixou tudo igual.

Na volta para o segundo tempo o Porto conseguiu um gol relâmpago. Logo aos dois minutos, Clebson cruzou da direita e encontrou Kiros que subiu livre e cabeceou no canto esquerdo de Andrei, que nada pôde fazer. 2 a 0 Porto.

O gol acabou esfriando o ânimo do Vera Cruz e deu ao Porto mais confiança para atacar. Foi de sucessão de gols perdidos para o Gavião. Primeiro com Luquinha aos nove e 12 minutos. Aos 15, Jackson cobrou falta com perigo. Três minutos depois foi a vez de Téo desperdiçar mais uma vez.

O Vera Cruz acordou apenas aos 23 minutos. Rafinha recebeu de Bala dentro da área, mas chutou no meio do gol facilitando a defesa de Rudison.

Mais uma boa sequencia de ataques do Porto. Aos 27, Téo surgiu na cara do gol, mas acertou a trave de Andrei. No minuto seguinte foi a vez de Thaciano perder de cara para o goleiro. Aos 29, Kiros cabeceou no canto, para mais uma ótima intervenção do goleiro do vera Cruz.


No final, o técnico Elenilson Santos fechou a defesa com as entradas de Caio e Geninho, nas vagas de Vagner Rosa e Téo. O Vera Cruz não encontrou forças para empatar e o placar não sofreu alteração.

Nenhum comentário: