Seguidores

domingo, 25 de janeiro de 2015

PORTO EMPATA E AGORA É HEXAGONAL DO REBAIXAMENTO



Uma vitória sobre o Atlético na tarde deste domingo dava ao Porto a condição de chegar a última rodada precisando de uma vitória simples para alcançar a fase final do Campeonato Pernambucano, mas pela terceira vez seguida,  o Gavião voltou a tropeçar em seus domínios, empatando com o Atlético-PE em 1 a 1. O resultado deixou o Porto na quinta posição da competição e agora apenas uma combinação improvável de resultados classifica o Gavião.  Na última rodada o Vera cruz não poderia vencer o Atlético e o Porto teria de golear o Serra Talhada por uma diferença de cinco gols. Praticamente eliminado, o jeito é tentar arrumar a casa para o Hexagonal do Rebaixamento.

JOGO:

O Porto teve a primeira chance da partida aos quatro minutos de jogo. Jackson rolou a bola pela a esquerda, Kiros e Marlon fizeram um jogo de corpo e Luquinha acabou ficando de cara para o goleiro Celso, mas o meia do Gavião acabou chutando pra fora. O Atlético passou a gostar do jogo e não demorou muito para abrir o placar. Aos 16, Tarcísio recebeu pela direita, deixou Jorge e Caio na saudade e tocou no canto esquerdo de Jota, que fazia sua estreia na vaga de Rudison. 1 a 0 Atlético.

Atrás do placar, o Porto voltou a dominar, mas apostando num repertorio de uma nota só: bola alçada na área em direção a Kiros.

Apenas no final da primeira etapa, o Porto conseguiu acertar duas bolas perigosas contra o gol de Celso. Na primeira Jackson recebeu de Jorge e chutou forte, o goleiro do Atlético espalmou para escanteio. Na segunda tentativa, a jogada aérea com Kiros rendeu frutos e o atacante do Porto deixou Luquinha mais uma vez de frente com Celso. O meia do Porto deu um leve toque de cobertura, mas Silva surgiu e afastou a bola em cima da linha.

O rendimento das duas equipes caiu no segundo tempo. Serjão resolveu apostar na entrada de Vinicius na vaga de Jorge, deslocando Jackson para sua posição de origem, a lateral esquerda.

Aos 26, Alisson puxou um contra ataque rápido e lançou Marlon pela esquerda, o atacante do Gavião foi a linha de fundo e cruzou para o próprio Alisson, que de cabeça deixou tudo igual.

O gol deu mais confiança ao Porto que por pouco não ampliou aos 30 minutos. Luquinha de cabeça acertou a trave de Celso. O próprio Luquinha arriscou da entrada da área no minuto seguinte, mas Celso novamente afastou o perigo.

Em busca do gol da virada, o Porto acabou dando espaços para o Atlético e por pouco Wellinton não põe seu time em vantagem aos 36. Eriveltro afastou o perigo.


Até o apito final, as duas equipes continuaram criando chances, mas o placar não sofreu mais alteração.

Nenhum comentário: