Seguidores

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

UM CAMPEONATO RICO EM HISTÓRIA

JORNAL DO COMMERCIO 06/01/2008
Números colocam o Pernambucano como um dos mais tradicionais estaduais do Brasil
A história do Campeonato Pernambucano começa a ganhar mais um capítulo no próximo sábado, quando Sport e o novato Acadêmica Vitória fazem, na Ilha do Retiro, o primeiro jogo da edição de número 95 de um dos estaduais mais antigos do Brasil. Desde que o Santa Cruz venceu a extinta Colligação Recifense por 1x0, na Campina do Derby, na partida inaugural do Pernambucano de 1915, 7.923 jogos já foram realizados. O Sport, maior papão de taças, com 37, é também o time que mais venceu desde então, com 1.293 triunfos, seguido pelo Santa Cruz, com 1.239, e pelo Náutico, com 1.192 vitórias.
Ao tricolor, que já levantou a taça de campeão 24 vezes, cabe a honra de ser o único clube a participar de todas as edições do Pernambucano. Sendo assim é a equipe que mais entrou em campo com 2.082 partidas disputadas. O Náutico, 21 vezes campeão e que ficou de fora apenas da edição de 1915, já participou de 2.063 jogos, enquanto o Sport, que não se fez presente na primeira edição e em 1978 por divergências com a Federação Pernambucana, já participou de 2.040 duelos.
Nas 94 edições anteriores do Pernambucano foram marcados 25.606 gols. Novamente o Sport lidera, sendo o time que mais balançou as redes adversárias, com 4.636 tentos. O Santa anotou 4.615 tentos e o Náutico, 4.502.
Porém é dos alvirrubros a maior goleada já registrada até agora. No dia 1º de julho de 1945 o único hexacampeão estadual enfiou 21x3 no Flamengo do Recife. Marca que é quase impossível de ser alcançada nos dias de hoje.
Outro fato que comprova o domínio do trio de ferro. Mesmo somando-se as pontuações no ranking histórico da competição – elaborado pelo pesquisador Carlos Celso Cordeiro -, dos nove participantes da atual do campeonato, não é possível superar os pontos acumulados individualmente por Sport, líder com 3.208, Santa Cruz com 3.083, e Náutico, com 2.966.
O Central aparece na 4ª colocação, com 1.296, o Porto é o 6º com 445, o Sete de Setembro o 14º com 210, o Ypiranga é o 16º com 199, o Serrano o 22º com 116, o Petrolina o 25º com 97, a Cabense o 27º com 77, e o Salgueiro surge na 36ª posição com 49 pontos. A estreante Acadêmica Vitória será o 64º clube a disputar o Campeonato Pernambucano.
Vale lembrar que a título de ranking, a Acadêmica Vitória não acumula a pontuação da desfiliada Desportiva Vitória, 8ª colocada com 395.

Nenhum comentário: